História Falta de paciência - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hetalia: Axis Powers
Personagens Lituânia, Rússia
Exibições 4
Palavras 613
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


E mais um yaoi saiu do forno

Capítulo 1 - Falta de paciência (Capítulo único)


Todos os dias me perguntam como que eu aguento um namorado que tem essa paciência quase inexistente, mas sabe que nem eu sei como o aguento, porque não é só amá-lo que tudo acontecerá, mas sim pelo fato de que a nossa amizade também é forte e saudável.

Sempre olham para mim e acham que eu sou a pessoa mais fofa do mundo, não é para menos, já que eu adoro crianças, adoro animais, adoro ajudar pessoas e tenho uma paciência enorme, o que compensa a dele quase não existir.

— De novo os personagens tiveram o beijo interrompido?! Não aguento mais ver essa série!

— Calma, logo o beijo vai acontecer.

Ele olhou ao lado como se não quisesse ouvir tal frase de mim, porém eu entendo, é chato ter alguém sempre tentando ativar um lado que não existe.

— É bom que aconteça logo.

A agressividade na frase demonstrava o que eu sabia então não foi nenhuma surpresa, o que me resta é continuar vendo o episódio sem a presença do ser.

— Se não quer continuar eu vejo sozinho.

Seu olhar indeciso e pensativo significava que pela primeira vez ele pensou em mudar de decisão quanto a algum assunto, achei que não veria isso em nenhum momento do nosso namoro.

— ‘Tá, eu continuo assistindo, mas só porque eu quero ficar com você.

O Lituânia em nada mudou e continua o mesmo ser de antes, mas que tenta ficar mais tempo comigo, isso já é um avanço.

— Sei bem disso.

Um episódio diferente começou e não passou muito tempo para ele começar a enfurecer com as cenas entre o casal, só por elas serem leves demais e bem devagar.

— Eu não aguento mais! Isso é irritante!

Dessa vez nem falei nada, porque sei que a sua fúria estava no limite e faltava pouco para explodir de vez, só podia ser meu namorado.

— Quer comer?

— Quero.

Peguei um chocolate da nossa reserva de chocolates, nisso seu humor mudou de maneira drástica, é incrível ver o poder do doce, nem parece mais a mesma pessoa de minutos atrás, eu em.

Quando olhou para mim notei que seu rosto estava avermelhado e nesse mesmo instante também percebeu meus olhares direcionados à região do rosto.

— Você me dá chocolate para continuar me olhando? Assim não dá!

— É que você fica tão fofo quando cora.

A sua raiva tentou dominar seu corpo novamente, porém sem sucesso algum, pelo visto as minhas palavras continuam causando impacto nele, talvez seu stress seja resultado de outro assunto.

— Sabe que eu não gosto de elogios.

O seu tom de voz começou a desengrossar aos poucos e logo era fofo que só, contudo não durará tanto.

— ‘Tá, agora acabou o chocolate, não sei se consigo controlar de novo.

— O que está te incomodando?

— Não sou um namorado bom o suficiente, com qualquer ação, cena eu fico irritado, perco a paciência, se eu erro perco a paciência, se nós brigamos mal sei o que pensar e isso acaba comigo.

Abracei-o de maneira sutil e deixei-o liberar as lágrimas presas de tantos anos tentando escondê-las, nisso beijei seus lábios de maneira longa e intensa, parece até aqueles clichês de mangás e animes.

A água que saia dos seus olhos já havia parado de cair nisso dei um sorriso e segurei as suas mãos para aumentar seu conforto.

— Obrigado.

— Não precisa agradecer afinal não namoro com você só para ter os momentos bons, pois sei que todos os seres humanos sofrem algum momento na vida e esse foi o seu.

Dessa vez lágrimas de felicidade tomaram seu rosto, é esse Lituânia que eu conheço, um cara pavio curto, mas que consegue ser gentil como se não houvesse amanhã.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...