História Família creepy pasta - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Tags Creepypastas, Jeff The Killer, Slenderman
Exibições 18
Palavras 1.253
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 11 - Uma nova moradora


Fanfic / Fanfiction Família creepy pasta - Capítulo 11 - Uma nova moradora

Lidia woods

Hoje é mais um dia chato em minha escola chego e jogo minha bolsa na carteira e me sento a professora chega e anuncia

--Classe teremos um novo aluno transferido da Romênia , ... pode entrar

Um garoto meio pálido com lindos olhos negros e profundos com cabelo Espetado preto usando Jens  uma blusa vermelha e jaqueta preta acaba de entar na nossa sala

-- oi galera , meu nome é Nero, é um prazer conhecer vocês

Professora-- Nero , você vai sentar........... ali no fundo do lado da Yukyoko , Yuky ajude o Nero a se familiarizar com a escola tudo bem

Yukyoko-- sim professora

                         Nero stark

Olho para a garota do lado e ela era linda tinha olhos verdes com cabelo loiro longo persebi que eram lentes de contato ,mas deichei queto, a segunda aula era de artes fiquei junto a ela e ela desenhava muito bem,ela estava desenhando um anjo, peguei meu caderno e começeia desenhala ela pediu para ver e eu a mostrei , ela ficou meio vermelha e disse que estava bonito , na hora do intervalo vi ela ficando longe de todos fui atrás dela e sentei ao seu lado e pergunto

-- porque uma linda garota como você, se afasta de todos ?

-- eu tenho um histórico não muito bom sabe , eu sou meio....

Duas garotas passam e dizem

--Nero você não acha melhor vir sentar com a gente ,do que ficar com essa ignorante ai

Nero -- é mesmo ?( Fico um tom serio) sabia que odeio pessoas que menosprezam as outras , se você acha ela ignorante é porque não me conhece direito , sabe não sou nenhum homem otário que só vê a beleza por fora , vocês são do tipo mulher corrimão, se o cara for bonito  vocês vão para sima e ele pode pegar facilmente, vocês são fáceis de pegar, suas oferecidas, vou ficar por aqui mesmo.

Elas ficam com raiva e saem correndo

Yukyoko-- ual ,nunca vi ninguém falar assim com elas

Nero-- é mas eu não deicho barato , a grande maioria das garotas pensam que eu só sou um rostinho bonito , pra min são rodas filhas da puta que menosprezam os outros.

Terminamos de comer o lanche e o sinal bate , fomos para a sala e no caminho digo

Nero-- se pressisar de auguem para te ajudar , eu estou sempre aqui

Yukyoko--- valeu, vou lembrar disso

Enquanto andamos persebo que tem augo nos observando, más deicho queto.

O dia se passa eu digo para eu aconpanhala mas ela disse que não pressisava  entao eu sigo para minha casa
No dia seguinte chego na escola  me sento e comprimento a Yukyoko

Nero-- bom dia

Yukyoko-- bom dia

Passaram se as 3 aulas e o sinal do  intervalo bateu fomos para o lugar que sentamos da ultima vez mas antes de chegar somos parados por um cara auto de capa preta usando uma mascara

Nero-- quem é você ?

-- eu , haha , eu sou aquele que veio atrás da Yukyoko

Nero-- an Yuky você  o conhece ?

Yukyoko-- não ,nem ideia de quem seja

-- oque como ousa chamar ela com tanta intimidade ,eu sou o grande presidente do fan club da Yukyoko e nos iremos tirar você de perto dela, nem que tenha que ser a força

Yukyoko-- Nero deicha que eu ....

Nero-- podem vir !!!

Mais caras mascarados aparecem e vem para sima,
5 minutos depois ...
Derubo mais ou menos 50 caras sem fazer muito esforço, então agarro a mao da Yukyoko e levo ela para longe deles o mas o intervalo tinha passado ,depois de todas as aulas acabarem eu pego a mao de Yukyoko, e a levo para trás da escola, ela fica vermelha mas fica em uma posição quase pronta para batalha vou para próximo dela e retiro a piruca de seus cabelos e roubo suas lentes , e la estava uma linda garota de cabelos brancos e longos ,olhos vermelhos pele clara usando uma saia vermelha com bota 3/4 preta e casco longo preto , ela me olha com raiva ,e envoca uma foice, e simplesmente digo com um sorriso

Nero-- calma calma ,eu estava atrás de você a um tempo

Yukyoko -- oque é ?veio aqui para me matar

Desapareço e apareço em suas costas a ágaro e pucho para perto de min acabo escuregando no processo e caio no chão fasendo-a sentar em meu colo ela se debate mas digo

Nero-- eu vim para te dar refugio

Ela cora , por eu estar perto de mais, então digo

--Não se envergonhe , mas para falar a verdade você esta bem fofa desse jeito,
Olha eu sou como você , alem de eu ser um Creepy também sou um seifeiro não pressisa se assustar , estou a sua procura e encontrei facilmente , vou te contar um segredo meu , não sou Nero e não tenho esse rostinho lindo ,ou pelo menos não tenho mais, meu verdadeiro nome é Nightmary.
Ela relacha e mudo a de posição como se a estivesse embalando em meus braços teletransporto para sima de um prédio, ela se vira de frente para min e pega em meu rosto ,ate acha uma pequena brecha , seguro as mãos dela empedindo de retirar a mascara e digo

Nightmary-- acho melhor não tirar
Ela não liga e retira começa a passar a mao em meu rosto , ela fica meio corada e pergunta

Yukyoko-- você é muito mais velho que eu não é ? ate já deve ter formado uma familha

Nightmary-- sim você esta correta
Ela sori agara minha jaqueta com força se acomoda em meus braços , a observo um pouco e vejo como ela é linda ,  a vontade de sugar sangue vouta mas enpesso a min mesmo de sugar o sangue dela ,pego em suas pernas e levanto a altura de minha sintura e teletransporte para a floresta ando um pequeno trexo e chego na porta da mansão e desso-a de meu colo e digo

-- aqui sera seu refugio.
Ela sori mais uma vez olha para min pucha minha camisa me da um beijo na buchecha e diz
-- obrigado.
Abro a porta e a apresento para todos enclusive minha esposa e minha filha levo a ao seu quarto e a a como do lá, ate que meu braço doe e teletransporto para longe da casa coloco minha mascara e preparo para receber a chamada entre as foices

Death-- oque você quer Richard ?

-- Death tenho uma noticia para le dar

-- é o oque seria?

-- o Lence morreu

-- oque ?!!!

-- a única coisa que sobrou foi um testento que só você pode abrir , literalmente esta com seu selo

pego a carta pela rachadura do tempo e espaço abro a carta e começo a ler

Querido Death se estiver lendo isso significa que estou morto então cara estou deichando minha foice com você esta naquele lugar , você sabe muito bem de onde estou falando , mas não não descobriram que sou um Creepy , sertamente não ,mas Death meu ultimo pedido é que dê a minha foice para um ceifeiro que você julga apto para ela , obrigado por tudo cara você sempre foi como um irmão para min.

Fecho a carta e simplesmente a queimou para ninguém saber sobre ela , mas de uma coisa é serta pressiso achar um ceifeiro apto o bastante para usa la



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...