História Família Noitosfera (Gumlee Yaoi Lemon) - Capítulo 47


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura
Tags Gumlee, Hora De Aventura, Yaoi
Visualizações 335
Palavras 1.697
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Bishounen, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii <3
Esse é o penúltimo capítulo,o casamento deles <3
Espero que gostem <3
Demorou,mas foi <3

Capítulo 47 - Casamento.


Fanfic / Fanfiction Família Noitosfera (Gumlee Yaoi Lemon) - Capítulo 47 - Casamento.

Gumball POV's

E daqui vejo o meu belo noivo,de vestido branco,parecendo um lindo anjo.

Segurando o buquê de rosas brancas,ele vem até mim.

A música,lhe acompahando...Tudo parece um sonho.

Marceline lhe acompanha,ela e Bonnie acabaram voltando e estão noivas,mais apaixonadas do que nunca.

Ele para na minha frente,e olha para mim.

-Oi. -Digo sem som.

-Oi. -Leio nos seus lábios,vermelhos e carnudos,sorrindo.

O padre começa a falar,e ele continua a sorrir para mim.

-Podem trocar as alianças. -Ele diz.

Me viro,e pego as alianças que estavam na mão de Lola,a minha prima mais nova,de 14 anos.

Trocamos as alianças,dizendo ''Eu aceito'',e finalmente a cerimônia termina.

-Pode beijar o noivo.

Pego as suas mãos,e lhe dou um beijo suave e lento,apenas um selar de lábios.

As pessoas aplaudem,e ele me abraça.

Beijo a sua testa e ele sorri.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

-Eu já tô com sono... -Ele boceja,sentado no meu colo.

Estamos no carro,indo para a festa.

Já são 8 da noite,e ele está sentado no meu colo,de lado,com a cabeça no meu peito.

-Eu sei,meu amorzinho,se você quiser,a gente pode dormir quando a gente chegar no hotel,bebê.

-Eu gostaria.Tô com tanto sono...

-Mas tenta ficar acordadinho pra festa,okay?

-Tá.

Ficamos em silêncio,enquanto acaricio as suas pernas,por baixo do vestido.

-Eu vou poder beber nessa festa? -Ele pergunta.

-Vai.Eu te deixo beber.Mas só hoje.

-E se eu beber muito e desmaiar?

-Se você beber muito,eu te carrego até o quarto.

-E você iria usufruir do meu corpo nu?

-Completamente.Mesmo com você não ouvindo nada.

Ele sai do abraço,e se senta no meu colo,com o peito colado ao meu. 

-Como você é malvado...Eu não estaria gemendo,nem entendendo nada.

-Não importa.Nada melhor do que uma putinha calada.

Ataco o seu pescoço,distribuindo beijos violentos e levo as minhas mãos até a sua bunda,apertando-a.

Ele laça uma das mãos no meu pescoço,fazendo com que eu olhe para ele.

-Eu te amo...Ninguém mais vai te amar do que eu.Só eu posso ser a sua putinha. -Ele diz.

-Me dando ordens,Baby?

-Uhum...

-Não é porque a gente se casou que você pode quebrar as regras,sabia?

-E o que você vai fazer em relação a isso? -Ele morde o lábio inferior. -Não dá para me punir nem aqui nem no avião.E você já vai ter esquecido o que eu fiz.

-Eu vou te foder tanto...A noite inteira.Você nem vai andar mais.

-Vamos ver então...

Continuo a beijar o seu pescoço,enquanto ele passa os dedos por entre o meu cabelo.

-Eu te amo... -Sussurro no seu ouvido,e levo os meus lábios aos seus,iniciando um caloroso beijo de língua.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Marshall POV's

-Eu preciso falar com o vocalista da banda. -Digo a ele,saindo do abraço.

-Tá,mas vem logo.

-Okay.

Corro pelo meio das pessoas,até o palco.

Subo as escadas e vou falar com Henry.

-É agora.

-Vai lá,querido.

Ele chama a atenção dos convidados,para que olhem para mim.

O vocalista me dá o microfone,e as pessoas continuam a olhar para mim.

-Er...Bem...Eu nunca fui muito bom com palavras nem algo do tipo,mas...Eu preparei uma surpresa para o meu marido. -Digo,me sentando no banquinho.

Olho para o seu rosto,e ele abre um sorriso,surpreso.

Ele assente com a cabeça,e eu sorrio.

Um homem me dá o violão,e eu ajeito o meu cabelo.

Sorrio para os convidados,e solto um suspiro.

-Vamo lá.

Começo a tocar,lembrando dos momentos que passamos juntos.

''When I was younger I saw

My daddy cry and curse at the wind

He broke his own heart and I watched

As he tried to reassemble it

And my momma swore that she would

Never let herself forget

And that was the day that I promised

I'd never sing of love if it does not exist

But, darling, you are the only exception

Well, you are the only exception

Well, you are the only exception

Well, you are the only exception

Maybe I know somewhere

Deep in my soul that love never lasts

And we've got to find other ways

To make it alone or keep a straight face

And I've always lived like this

Keeping a comfortable distance

And up until now I had sworn to myself that I'm content with loneliness

Because none of it was ever worth the risk

Well, you are the only exception

Well, you are the only exception

Well, you are the only exception

Well, you are the only exception

I've got a tight grip on reality, but I can't

Let go of what's in front of me here

I know you're leaving in the morning when you wake up

Leave me with some kind of proof it's not a dream, whoa

Lembro de quando ele falou que iria cuidar de mim,e me dar o amor que eu tanto precisava.

Lembro das brigas que tivemos,mas também lembro que ele sempre fazia tudo ficar melhor,e me pegava no colo,me acalmando.

Lembro dos beijos de boa noite,e dos abraços por trás quando eu chorava.

Vejo o seu choro de emoção,e sinto uma lágrima rolar pelo meu rosto.

You are the only exception

You are the only exception

You are the only exception

Well, you are the only exception

You are the only exception

Well, you are the only exception

You are the only exception

Well, you are the only exception

And I'm on my way to believing

Oh, and I'm on my way to believing''

Termino a música,já chorando de emoção,e ele vem até o palco,subindo as escadas.

Ele passa os braços pela minha cintura,e eu levo as mãos aos seus ombros.

Ele me dá um beijo lento,e eu retribuo.

As pessoas nos aplaudem,enquanto separamos o beijo.

Agradecemos,e saímos do palco.

-Posso beber agora,Dada?

-Pode,meu anjo.

Andamos até a nossa mesa,e Marceline já está dormindo em cima de Bonnie.

Rio,e nos sentamos lado a lado.

Ele passa o braço pela minha cintura,me abraçando.

Encosto a cabeça no seu ombro,e ele me dá um beijo na testa. 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Acabei dormindo no avião,pois estava muito cansado.

Estamos na Austrália,em Sidney;

-Obrigado. -Ele paga o homem que trouxe as nossas bagagens,e fecha a porta.

Vem até a cama,parando na minha frente.

-Ainda com sono,bebê?

-Não mais,Dada.

-Que bom.Que tal a gente ir tomar um banho gostoso?

-Pode ser...

Ele me puxa pelas pernas,e pega as minhas mãos,me levantando.

Ele me pega no colo,e anda comigo até o banheiro.

Me põe sentado na pia,e fecha a porta.

Ele tira os meus saltos,e os deixa no chão.

-Você é o garoto mais lindo do mundo,sabia?

Ele entra na minha frente,novamente,ficando entre as minhas pernas.

Levantando o vestido,ele acaricia as minhas pernas,arranhando-as levemente.

Sinto um calor se espalhar pelo meu corpo,e solto o meu cabelo.

Ele acaricia as minhas coxas,e eu solto um suspiro.

Lhe puxo pela camisa,e olho no fundo dos seus olhos.

-Hoje eu quero que você me foda pra caralho,não como Daddy,mas sim como Bubba.

Vejo o desejo nos seus olhos,que se arregalam,e ele junta os nossos lábios em um beijo violento e feroz,com paixão e tesão.

Retiro o seu blazer,jogando-o no chão.

O gosto de álcool nas nossas bocas nos embriaga mais ainda,e o cheiro de sexo já começa a ficar no ar.

Desabotoo a sua camisa,e a jogo no chão também.

-Aaah! -Arranho o seu peito,e ele rasga a minha calcinha branca no meio,jogando o tecido no chão.

Ele tira o cinto,e o joga ao lado dos restos de roupa.

Não demora muito,e ele já está tirando a única coisa que me cobre,o vestido.

Já estamos completamente nus,e eu continuo a lhe beijar,enquanto ele aperta as minhas coxas,cintura,bunda e tudo o que for apalpável meu.

-Bubba... -Digo o seu nome em um suspiro,enquanto ele cola as nossas testas,para recuperarmos o fôlego.

-Fala...

-Me fode logo...Eu não aguento mais esperar...

Ele se afasta e liga o chuveiro.

Vejo o seu corpo,e levo uma das mãos ao meu pênis,começando a me masturbar.

Ele volta a ficar na minha frente,e laça os braços na minha cintura,me pegando no colo.

Entramos no banho,e sinto as minhas costas baterem na parede.

Laço as minhas pernas na sua cintura,e sinto o seu volume me preencher sem dó.

-BUBBA!!! -Grito o seu nome,puxando o seu corpo para perto do meu e colo os nossos corpos.

Ele começa a me foder rapidamente sempre acertando a minha próstata e me enchendo até o talo.

-MEU...DEUS...AAAAAAAAHHHH!!

O meu corpo esquenta e acaba ficando vermelho.

Ondas de prazer tomam um ritmo rápido,passando pelo meu corpo.

-Caralho!

Lágrimas de prazer se formam nos meus olhos,enquanto ele beija,morde e chupa o meu pescoço.

Passo os dedos por entre os seus cabelos,aproveitando essa sensação maravilhosa.

Ele me faz rebolar e quicar no seu pau,enquanto os nossos gemidos e gritos ecoam no azulejo.

-VAI!CONTINUA!MEU DEUS... -Grito,conforme sou rapidamente usado por ele.

Sinto as minhas pernas fraquejarem,e acabo gozando,tendo este maravilhoso orgasmo.

Sinto a sua porra me preencher,mas ele não para.

-AAAAHHHH!!!!

Ele continua a judiar da minha próstata,e continua a socar o esperma dentro de mim.

-BUBBA!!! -Grito o seu nome. -Isso é tão gostoso... -Sussurro,tentando recuperar o fôlego.

E assim,gozo pela segunda vez na noite.

Ele leva os lábios aos meus,me beijando com vontade e força.

Nossas línguas se enroscam e roçam em um ritmo intenso.

-Vamos mais uma vez? -Ele pergunta.

-Acho...Que sim...

Ele se senta na banheira,e eu me sento no seu colo,bem em cima do seu volume.

Meu corpo já reage,com um calafrio.

Recosto no seu peito,e começamos novamente.

-Aah!

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

-Bem quentinho,bebê? -Ele me pergunta,virando de lado.

-Uhum.Bem quentinho.

-Legal.Posso apagar a luz?

-Pode.Eu não tenho mais medo do escuro.

-Que bom,princesa.

Ele desliga o abajur,e aqui ficamos,observando a noite,da cobertura.

Sinto um braço passar por mim,e ele acaba me abraçando de forma que eu fique dentro da conchinha.

-Eu trouxe duas coisas pra você.

-O que?

Ele me dá o meu morceguinho de pelúcia,e a minha chupeta.

-Pepeta!! -Coloco na minha boca,e abraço o meu bichinho.

-Eu sabia que você iria querer dormir com eles.

Sorrio,e recosto a cabeça no travesseiro,bem na sua frente.

-Bigado.

-Nada,coisinha. -Ele me dá um beijo na nuca e um no ombro.

-Te amo,viu?

-Também te amo. -Digo.

Continuo a chupar a chupeta,enquanto assistimos ao céu.

E com ele fazendo carinho nas minhas costas e mexendo no meu cabelo,durmo calmamente,com o meu,agora,marido.


Notas Finais


Link da música: https://www.youtube.com/watch?v=-J7J_IWUhls
Espero que tenham gostado <3
Até <3
Beijão <3
Amo vcs <3
Tixau <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...