História Família Tessal - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Sims
Personagens Alexandre Caixão, Cassandra Caixão, Dário Nas Nuvens, Dina Caliente, Don Lotário, Laura Caixão, Nina Caliente, Personagens Originais, Vladmir Caixão
Exibições 3
Palavras 824
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Suicídio, Transsexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 2 - CLARY CLARISSON (Teressa Tessal)


  No outro dia, Laerte Estrano foi ao Laboratório e Teresa Tessal ficou na sua casa escrevendo o seu primeiro romance. A vizinhança ainda estava quieta, mas quando Teresa saiu na calçada para ir no Supermercado encontrou muitos vizinhos.
  Atravessou a rua, e viu de relance Dona Adalberta Estrano - uma velha coroca, com uma cara insuportável, conversava com uma outra velha. 
  No Supermercado foi muito rápido. Comprou coisas simples e baratas, pois não precisava de grande coisa, agora que morava sozinha qualquer arroz ou feijão estava ótimo.
  Quando chegou em casa com as compras arrumou-as no armário e fora fazer almoço - arroz, feijão, nhoque e frango grelhado. Laerte mandou mensagem as uma hora da tarde.
  Hoje você não vai escapar, vamos sair!
  Mas Teresa o ignorou completamente, não queria sair, queria ficar em casa escrevendo, escrevendo e escrevendo até ter seu livro em mãos.
  As cinco e quarenta e cinco, Teresa ligou a televisão, odiava escrever sem ouvir vozes. Cinco minutos passava o programa de uma moça que Teresa nunca viu na vida.
  Enquanto a moça falava apareceu no rodapé: Clary Clarisson.
  - Olá, boa tarde. Hoje iremos receber no nosso programa Érica Skylight, Francisca Smithvarela, e o nosso psicólogo Jorge Hamfreitas - dizia Clary Clarisson no seu programa local. - Vamos falar de: trabalhos não práticos.
  Ao longo do programa Teresa começou a se simpatizar com Clary Clarisson.
  As sete horas Clary Clarisson se despedira de todos; a Érica Skylight a deixara no vácuo, enquanto tudo isso acontecia a banda do programa tocava uma música da Fia - a irmã gêmea da Sia, mas Fia era um tanto quanto diferente da irmã, ela usava um chifre de unicórnio e uma peruca platinada que cobria os olhos e só deixava a boca fina e rosada de fora - e a campainha da casa de Teresa tocava. A moça fora atender. Era Laerte.
  - Vamos?
  - Vamos para onde?
  - Para um bar.
  - Mas eu vou escrever.
  - Sinceramente, eu acho, que você não vai conseguir escrever assistindo ao programa da Clary Clarisson - disse Laerte.
  Teresa seguiu para o seu quarto e vestiu-se com um vestidinho preto bem básico com um salto baixo também preto. Penteou o cabelo e maquiou-se o melhor que pôde.
  Voltou para a sala onde Laerte estava mexendo no celular e, quando reparara em Teresa, disse:
  - Você está linda.
  Eles foram a um estabelecimento muito vazio. 
  - Vou no banheiro. - disse Laerte levantando-se e indo ao local onde ficava o banheiro masculino.
  Bem na hora em que Laerte entrou no banheiro Clary Clarisson passou perto da mesa em que Teresa estava sentada mexendo no celular.
  - Clary Clarisson? - disse Teresa.
  - Sim...?
  - Estava assistindo seu programa agora a pouco.
  - Sério? Qual é o seu nome?
  - Teresa Tessal.
  - Ah, Teresa, nunca imaginei encontrar uma fã aqui - disse Clary sentando-se a frente de Teresa. - Desculpe-me, você está com alguém?
  - Sim, mas ele não liga para isso.
  - Namorado?
  - Não. Sou nova na cidade e ele está me apresentando - disse Teresa.
  - Clary Clarisson! Quanto tempo, não? - disse Laerte que voltara do banheiro.
  - Laerte Estrano! - Clary pareceu assustada.
  - Vocês se conhecem? - disse a confusa Teresa.
  Clary Clarisson expirou audível e lentamente.
  - Estudamos juntos... naquela época, ele - Clary apontou para Laerte - era o líder da turma dos bagunceiros e eu era uma nerd e gorduchinha, e ele e sua ganguezinha sempre me zoavam. - Clary disse como se tudo aquilo a comesse por dentro. - Mas no terceiro ano do ensino médio ele e eu nos convertemos. Ele se tornou um nerdzão e eu a incrível popular que arrasava em física e em biologia.
  - Belo discurso! - congratulou Laerte.
  - O que é isso, Laerte? - disse Teresa.
  - Isso o quê? 
  - Zoar ela. Eu também já sofri bullying só por que era uma criança hippie - disse Teresa levantado da sua cadeira. - Vou embora.
  Disse isso enquanto, novamente, a cantora Fia cantava sua música de sucesso You Bastard:
  I hate you,
  I love you,
  Too.
  But you left me here.

  You bastard
  I will not be hard
  To be taken...
  You bastard.
  
  No outro dia, Laerte fora na casa de Teresa para conversar com ela. Ele estava com aparência soturna, mas Teresa não o deixou entrar, eles conversaram na varanda.
  - Por favor, me desculpe por ontem - disse Laerte.
  - Você deve desculpas para a Clary Clarisson e não para mim - disse Teresa desafiadora.
  - Eu já pedi perdão para ela - disse Laerte.
  Os dois ficaram em silêncio enquanto uma carro passava fazendo muito barulho.
  - Posso te contar uma coisa? - disse Teresa depois que o carro passou.
  - Sim.
  - Eu te amo - Teresa logo beijou Laerte; e os dois ficaram ali, com as bocas grudadas na varanda da casa de Teresa.

   

Notas Finais


Continua...

Fia é uma personagem fictícia que é a irmã gêmea da Sia que faz sucesso em Willow Creek.

Fia ainda vai cantar em muitos capítulos, já a Clary Clarisson irá apresentar seu programa sempre.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...