História Family - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Família, Família Gay, Filhos
Exibições 61
Palavras 742
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 11 - Mal entendido



Pov. Ren 

Acordei de repente novamente com a lembrança do que tinha acontecido semana passada quando o Nathan tinha vindo aqui fazer o trabalho.

(Me chamo Ren Kurihara, tenho 22 anos, sou desentende de japoneses, minha família veio para os Estados Unidos quando eu ainda era criança, tenho cabelos e olhos pretos e pele branca.
Estudo direito em uma das faculdades mais prestigiada do país.)

Ele tinha se levantado primeiro, eu também me levantei para acompanha-lo até a porta mas fiquei com cãibras nas pernas e me desequilibrei, só não caindo graças ao Nathan, mas isto fez nossos rostos ficarem a centímetros de distância e segundos depois já estavamos nos beijando. Demorei um pouco para o meu cérebro entender o que estava acontecendo, e não consegui acreditar no que estava acontecendo, para mim era como se estivesse em um sonho, eu tinha um crush por ele deste o primeiro dia que vi ele na faculdade.

Quando nos separamos, não consegui olhar nos olhos dele por vergonha.

- Sinto muito - Nathan disse e pegou suas coisas saindo pela porta.

Acordei dos meus pensamentos com uma batida na porta do meu quarto, era a Samantha me chamando para o café da manhã, ela morava no apartamento do lado então comíamos juntos algumas vezes.

Comemos em silêncio e me lembrei novamente do que aconteceu com o Nathan. Depois que ele saiu, não consegui ter nenhuma reação até que perceber que estava chorando, tinha ido do paraíso ao inferno em questões de segundos.

Saí dos meus pensamentos novamente com a Samantha me chamando.

- Você está muito distraído está semana - comentou tomando suco.

- Não é nada - não queria falar com ninguém sobre o que tinha acontecido com o Nathan.

Assim que a Samantha saiu, coloquei em um canal qualquer que estava passando uma comédia romântica, fiquei com raiva daqueles casais fofos juntos.

Desliguei a TV com raiva e decidi tomar um banho para tentar esquecer o Nathan.

Mas enquanto tomava, decidi sair para algum lugar, ficar em casa não estava ajudando em nada.

Peguei uma roupa confortável e casual e saí.

[....]

Já estava a meia hora passeando pelo shopping.

Estava completamente distraído olhando as vitrines quando meu corpo se chocou com outra pessoa e quase caiu se a outra pessoa não tivesse me segurado.

- Nathan - murmurou surpreso vendo o loiro parado segurando sua cintura.

- Oi - disse.

Ficamos nos encarando sem falar nada um para o outro por um tempo. Ainda estava magoado com que tinha acontecido no meu apartamento mas meu coração batia muito rápido.

- Você quer ir no cinema? Meus amigos furaram comigo

- Claro. Estava pensando mesmo nisso

Começamos a caminhar em silêncio até o cinema e escolhemos um filme de terror para assistir.

O Nathan pagou as pipocas e as bebidas e eu os ingressos.

Entramos na sala escura do cinema
Sempre que aparecia alguma cena de terror eu acaba me encolhendo para perto do Nathan que depois de um tempo, passou os braços

- Vem, vamos sair daqui - disse no meu ouvido e me puxou para me levantar e saímos da sala.

- Sinto muito - pedi quando saímos da sala.

- Tudo bem - disse tanto um sorriso. Eu quase me senti derreter por dentro com este sorriso.

Começamos a caminhar devagar em silêncio, não um silêncio completamente desconfortável  mas como se quiséssemos falar alguma coisa mais não tivessemos assunto.

- Por que sua namorada não veio com você? - Nathan falou de repente me assustando.

- Namorada? Eu não tenho namorada - perguntei  confuso parando de andar.

- A garota que estava com você na faculdade e de puxou... - tentou me lembrar e depois de pensar um pouco, lembrei que provavelmente ele estaria falando da Samantha.

- Ela é minha amiga, e porque você saiu depois de ter me beijou? - perguntei sem me dar conta.

- Eu pensei que você não tinha gostado do beijo, já que não olhou para mim depois que te beijei.

- Eu estava com muita vergonha - me expliquei. Não podia acreditar que sofri todo aquilo por um simples mal entendido.

- Gostaria de sair em um encontro comigo? - falou se aproximando de mim.  

- Adoraria - disse com as bochechas vermelhas com a aproximação dele. Ele sorriu e juntou nossas bocas, este beijo era melhor do que o primeiro, desta vez eu sabia que ele queria isto tanto quanto eu.


Notas Finais


Até
Próximo casal: Thomas e Diego


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...