História Famous Dallas - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber
Exibições 65
Palavras 1.017
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Again


Fanfic / Fanfiction Famous Dallas - Capítulo 13 - Again

Yeah, is it too late now to say sorry?

'Cause I'm missing more than just your body

Ooh, is it too late now to say sorry?

Yeah, I know that I let you down

Is it too late to say I'm sorry now?

 

I'm sorry, yeah

Sorry, yeah

Sorry

Yeah, I know that I let you down

Is it too late to say I'm sorry now?

(Sorry,Justin Bieber)

11 PM, Los Angeles – California.

  -E adivinha – ela disse mais empolgada que eu.

  -Fala logo Kendall – eu disse.

  -Voce vai para Paris comigo!

  -QUE? – eu praticamente gritei

  -Nos vamos tirar umas fotos para a Vogue – ela falou com a maior simplicidade do mundo.

Quando Kendall falou aquela noticia, eu apenas gritei o mais alto possível, fazendo todos os meninos correrem para dentro da cozinha assustados.

  -O que aconteceu? – Nash correu em minha direção assustado.

  -Eu eu – falei com o celular na minha Mao.

  -Voce me assustou! – Cameron falou colocando aos mãos no joelho, em forma de que estava cansado.

  -Eu vou para Paris – sorri colocando minhas mãos em cima do meu cabelo solto.

  -Voce o que? – Bieber soltou em um tom de felicidade.

  -Eu vou fazer umas fotos para a Vogue – sorri, indo em direção ao meu quarto para arrumar minha mala, já que o vôo seria em algumas horas.

  -E voce pediu minha permissão mocinha? – Cameron me seguiu.

  -Eu sei que voce vai deixar – Me virei e sorri sem mostrar os dentes.

Cameron revirou os olhos,ou seja, eu vou para Paris!

  Peguei a mala que estava no quarto de hospedes a levando-a ate meu quarto.Enquanto eu colocava ar roupas dentro da mala, sinto duas mãos me abraçando.

 Sorri ao receber beijos em meu pescoço, porem eu olho para os braços e percebo tatuagens e Nash não possuía tatuagens.

  -Eu pensei que fosse Nash – falei me soltando de Justin.

  -Eu sou trinta vezes melhor – ele falou mexendo em seus cabelos loiros lisos.

  -Não sonha – falei me virando de novo, para terminar ou pelo menos tentar acabar de arrumar as coisas.

  -Hailey! – Escuto Cameron gritar do andar de baixo.

  -Que foi? – falei depois de Justin fingir sair do banheiro.

  -Eu não quero voce la sozinha – Cameron começou seu discurso.

  -Eu não vou estar sozinha – olhei justin se sentar ao lado de meu irmão,no sofá.

    -Ah ta bom – ele disse não se convencendo.

   -Eu vou estar la – Justin falou, fazendo todos o encararem.

Eu estava no segundo andar olhando bravamente para Bieber.Eu estava esperando Nash protestar sobre o assunto, mas ele só ficava grudado em seu celular.

  -Para voce dar em cima dela? – Cameron riu irônico – não.

  -Voce acha que vou ficar com sua Irma? – justin seguiu Cameron com sua risada irônica – ela tem namorado!
Vi Cameron olhar para o tapete por alguns segundos, pensando sobre o assunto.

  -Eu não quero ir com ele – falei me segurando ferro branco que estava me separando de cair.

  -Ou voce vai com ele – Cameron descruzou os braços – ou voce não vai.

  -Só pode estar de brincadeira – revirei os olhos irritada.

Por um momento percebi Justin sorrir.

  -Se for assim então – falei me virando para ir em direção a meu quarto.

                                                      [...]

6:52 AM, Los Angeles – California.

Eu já estava no aeroporto, com Justin, sim com o Justin.

Ele levava minhas malas, enquanto eu fazia o nosso Check in.

  -Pronta? – Justin falou segurando minha Mao.

  -Pronta – falei tirando minha Mao da sua.

  -Por que voce não me da mais uma chance? – Ele perguntou enquanto andávamos correndo para o portão D.

 -Não vamos conversar sobre isso agora Drew – revirei os olhos e arrumei minha bolsa em meus ombros.

  -Quando então? – ele falou me parando no meio do aeroporto.

  -Não sei justin não sei – desviei dele já chegando no portão certo.

3:57 PM, Paris – França.

Já tínhamos chego em nosso hotel e eu estava exausta.

Enquanto eu estava jogada em uma das cadeiras da recepção, justin ficava conversando com o gerente.

 Observando  o corpo dele, é quase uma obra de arte, todas aquelas curvas e voltas, ele não é nenhum top model não, é todo natural, cheio de tatuagens que representavam coisas importantes para ele e eu poderia ficar o admirando uma hora inteira, sim só uma hora, por que afinal, alem de lindo é gostoso, e meus instintos ainda estão a flor da pele.

Eu parei de encara-lo quando decidi entrar em meu instagram e vi uma frase que era o que estava acontecendo comigo nesse exato momento.

´´A pior parte disso tudo é saber que você nunca vai saber o quanto eu te amei, e isso dói, dói saber que pra você eu só fui apenas outra.´´

  -Vamos subir? – Justin falou me puxando para o elevador.

  -Vamos – falei sorrindo meio torto e o seguindo.

  -O que aconteceu? – ele falou apertando o botão da cobertura.

  -Nada – falei tentando parecer estar bem.

  -Eu te conheço – ele disse se aproximando.

  -Eu vou te mostar –mostrei meu celular a ele.

  -Voce? – ele não terminou e me puxou para um beijo.

Seu beijo era diferente, nessa hora meus pensamentos não estavam nem ai para Nash, eu só queria Justin.

Escutei o elevador tocar avisando que tínhamos chego no andar desejado.

Justin me deu impulso para cruzar as pernas em volta de sua cintura e assim eu fiz.Enquanto ele me levava no colo para o quarto, eu ainda o beija com o todo o desejo e sentimento que eu ainda tinha dentro de mim.

A felicidade é sutil. É uma poesia, um pedaço de manga, um gole de vinho, uma música que arrepia. A felicidade é tão simples. Um abraço em quem a gente não vê faz tempo, um carinho de um amigo, um beijo em seu amor. É andar de mãos dadas, encostar a cabeça no ombro do outro no cinema, dormir juntinho. É cheiro de café passado, susto que passa logo, lambida de cachorro no nariz e perfume de flor. A felicidade é serena. Uma ferida que sara, a calça que finalmente entra, a tão desejada voz do outro lado do telefone. Um filho que aprende a dizer mamãe, a receita que dá certo, o olhar que se encontra.

 

 


Notas Finais


Eu nem ia postar o capitulo hoje, mas postei!
Espero que tenham gostado.
Beijinhos e ate o proximo capitulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...