História Famous Daughter - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias 1PUNCH, GRAY, Jay Park, LOCO, Monsta X, Seventeen, Simon D.
Personagens GRAY, Jay Park, Joo Heon, LOCO, Simon Dominic
Tags Comedia, Drama, Romance
Exibições 72
Palavras 1.561
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pessoal sejam bem vindos a mais uma experiência do Famous
Se apaixonem por Bora <3

Capítulo 1 - Lee Bora Park


Fanfic / Fanfiction Famous Daughter - Capítulo 1 - Lee Bora Park

Abri meus olhos lentamente já ficando irritada com o barulho de música alta tocando e de suas vozes gritando ao invés de cantar, hum então eles já voltaram de viagem “meu deus eu amo os meus pais, mas às vezes eu tenho vontade de mata-los” pensei e fechei os olhos, quando a porta de meu quarto foi aberta violentamente, meus pais começaram a cantar quer dizer a berrar.

Eles me puxaram, tiraram meu cobertor e bateram em mim com o travesseiro para que eu acorda se, abri os olhos mais uma vez olhando feio para eles.

- Sua música tá tocando! – minha mãe disse toda orgulhosa, toda vez é isso.

- Minhas músicas sempre tocam na rádio! – respondi com um ar arrogante.

- Olha isso aqui! – meu pai me entregou seu celular, peguei o aparelho com dor nos olhos por causa da luz do visor, estão falando que minha nova música tinha chegado a primeiro lugar nas paradas musicais de todos os países, fiquei de boca aberta sem acreditar nisso, caralho... Finalmente conseguir atingir o topo dos fodões.

- AAAAAAAAAHHHHHH – gritei e cantei junto com minha música tocando de fundo, pulei na cama ainda sem acreditar.

- Pegamos o primeiro avião de volta quando descobrimos isso! – mamãe disse com um sorriso enorme nos lábios, pulei em cima de meu pai que me segurou no colo, a propósito eu sou Lee Bora Park, ou Bora Lee Park para os fãs! Filha de Blanc Lee e Jay Park, omma e appa para mim, 19 anos, linda, alta, cheirosa, sexy e virgem.

Inevitável não ter ido para esse ramo, na verdade eu queria ser atriz mais sempre levava um não quando ia fazer os testes, hoje as pessoas que me deram não se arrependem até hoje ohohoh, minha meta de vida era ficar famosa, para poder pegar algum famoso! Sim, eu tinha que ser uma estrela de cinema ou cantora para realizar isso, mas meus pais e meus “tios” sempre estragavam esse meu plano, eles sabem que sou louca e fazia de tudo naquele tempo para ser famosa, virei cantora rapper, sim sou rapper por influencia de meu pai e meus tios, meus irmãos também viraram cantores um é rapper e outro pop e o melhor eles não moram mais com a gente, vou contar um pouco de minha história, como eu já estava virando uma cantora meus irmãos resolveram que queriam ser também, meus adoráveis irmãos imigraram para a Coreia, meus pais ficaram super animados e levaram as crianças para Seoul, enquanto eu decidir ficar não queria me mudar, pois minha carreira ainda estava decolando meus pais ficaram três meses longe e quando voltaram estavam sem os garotos que ficaram na Coreia sobre os cuidados de meus avós, eles viraram traineers acho que é assim que se chama isso.

Quando eles estavam longe meus tios que cuidaram de mim, agradeço a eles por serem péssimos em educar uma menina, aprendi tudo o que não devia, bom os palavrões aprendi com os meus pais hihi descobri tudo sobre os homens e seus truques sujos, eles falam que eu devia saber disso caso algum garoto queira me enganar para conseguir o que quer, ah meus queridos tios mau vocês sabem que eu realmente quero “aquilo”, eu sou complexada todas minhas amigas já deram, eu sou a única que fica sobrando! Tá certo que não presto e fico com um e com outro ao mesmo tempo, não tenho culpa se eles descobrem bom eu sou uma amante do amor, enfim arranjei um carinha pra ficar ele é um modelo mais não é famoso ainda.

- Você tem ido ao colégio? Mamãe perguntou, quebrando meus pensamentos.

- Sim! – menti, passei três meses longe do colégio, odeio esse lugar na verdade odeio estudar eu sou rica pra que estudar?

- Que bom! – ela sorriu e saiu do quarto falando que tem que desfazer as malas, meu pai apertou minhas bochechas e saiu também do quarto, voltei a deitar pensando no primeiro lugar que conquistei, ah Bora você é demais! Bocejei e o sono voltou a aparecer fechei os olhos relaxando por completo.

- BORAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA! – os dois gritaram do lado de fora, levei um baita susto levantando e olhando para a porta, minha mãe abriu a porta e se aproximou bufando segurando vários papeis e então os jogou em mim – Que porra é essa hein garota? – perguntou zangada “papeis” pensei em responder isso mais como ainda sou nova para morre vou deixar quieto.

- Sobre isso... – tentei justificar.

- Varias advertências por falta, e uma expulsão por faltar durante três meses, três meses Bora! – meu pai apontou na minha cara, engoli seco ficando apavorada, droga eu não devia ter deixado esses papeis espalhados em cima da mesa de jantar.

- Sobre isso... – tentei me justificar novamente e novamente fui interrompida.

- Eu disse pro Loco e o Gray cuidarem de você mais pelo visto eles não prestam pra isso! – minha mãe botou as mãos na cabeça andando de um lado para o outro do quarto.

- Eles não têm culpa, eles não sabiam que eu mato aula – expliquei.

- Bora você tem quase 20 anos e ainda está no terceiro ano! Seu irmão Jaewon esta em uma faculdade...

- Estava... – interrompi minha mãe, meu pai me deu um olhar mortal me fazendo calar a boca de vez.

- Seu irmão mais novo está indo pro terceiro ano! Já era para você está terminando a droga da faculdade mais não ainda está parada na merda do terceiro – ela explodiu vindo para cima de mim, me encolhi querendo fugir dali.

- Passa o seu celular! – papai estendeu a mão.

- Não! – choraminguei.

- Não o caralho passa essa merda agora pra cá! – ele fechou a cara, apontei para a minha escrivaninha, ele se virou e pegou o aparelho desligado, droga eu tinha marcado ontem com o modelo de sair hoje e talvez perder minha virgindade – Você está proibida de usar o celular e de sair de casa, vamos voltar para a Coreia e você vem com a gente – as veias do pescoço de meu pai saltaram isso só pode ser uma piada! Saíram revoltados do meu quarto, tranquei a porta perdi até a droga do sono liguei o notebook pelo menos isso ele não me privou, recebi uma chamada de vídeo pelo Skype de Yuri.

- Saudações amiga branquela! – ela sorriu, Yuri é minha amiga japonesa filha de tia Maeda amiga de minha mãe, ela tem 17 anos e não é mais virgem, eu tenho ódio dela por causa disso ela tem 17 e eu 19 e já não é mais pura, ela perdeu sua virgindade nada mais e nada menos com o meu irmão Jaewon aquele bastardo.

- Fala ae! – botei o travesseiro atrás de minha costa.

- Eu vi o boy que você tá pegando! – ela sorriu maliciosamente.

- Como assim viu? Eu nem te mostrei ele!

- Tem fotos de vocês dois na internet, ele é um gato! Maaaaaaaaas eu esclareci tudo no meu blog que vocês são apenas amigos de infância! – ela sorriu, valeu Yuri te amo minha amiga Yuri é uma blogueira e Youtuber muito famosa no Japão e no mundo a fora já que ela fala inglês também.

- Te devo essa! – passei a mão no cabelo, recebi outra chamada de vídeo do meu irmão do meio – Yuri tenho que ir a gente se ver depois minha assistente tá querendo fazer uma chamada de vídeo – menti, ela bateu continência e desligou.

- Noona! – Jaewon deu um sorriso largo, graças a deus ele mudou a droga do cabelo aqueles dreads ficam estranho nele – Sua música não para de tocar nas rádios daqui!

- Ser famoso da nisso – brinquei – Como você está?

- Estou bem, ouvir de nossos pais que vocês pretendem se mudar pra cá?

- Claro que não, só falaram isso na hora da raiva -  credo eles já abriram a boca?

- Raiva? E porque eles estão com raiva? – perguntou fazendo uma cara de curioso fofo.

- Não é da sua conta! – nem morta falo pra ele que ainda estou fazendo o terceiro ano, Jaewon fechou a cara torcendo os lábios – Então, você tem algum amigo bonito? – sorri para ele que revirou os olhos.

- Você é tão ridícula noona! – debochou.

- Olha como fala comigo pirralho, falando em pirralho onde está o pirralho mais novo?

- Trabalhando duro.

- Ele ainda usa aparelho?

- Você está muito desatualizada, imagina se ele não fosse seu irmão, sabe que ele pelo menos debutou em um grupo? – Jaewon cruzou os braços, se eu não pesquiso sobre você imagina do outro.

- Ouvir falar pela mamãe que ele iria estrelar em breve.

- Debutou ano passado, e ele é um dos vocais do grupo! – nossa mais já? Eu tenho que para de correr atrás de homem e prestar mais atenção neles, mentira! Então quer dizer que o outro já é cantor? Os três filhos da família Park são cantores, que orgulho! Sorri com esse pensamento chamando a atenção de meu irmão que berrou para mim – Tenho que ir, tenho coisas para fazer!

- Ok bye! – ele desligou, a porta do meu quarto foi aberta, meu pai entrou me olhando desconfiado e olhou para o notebook em minhas pernas e o pegou saindo do quarto revirei os olhos ficando já puta, porque não me trancam logo no quarto?


Notas Finais


comentem o que acharam ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...