História Famous Life - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Justin Bieber, Magcon, Nash Grier
Tags Amber Heard, Cameron Dallas
Exibições 89
Palavras 338
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá amores, uma estranha sensação triste bateu em meu peito logo após alguns acontecimentos. Então, uma breve inspiração melancólica surgiu e aqui estou com uma pequena estória. Não é baseada em nenhuma de minhas fanfics, é apenas uma leitura melancólica de pouco menos que 400 palavras.
Espero que gostem e vagueiem comigo nesta pequena jornada de sofrimento.

Capítulo 37 - Bônus.


Estou tão cansada disto tudo, as coisas só vão de mal a pior. Meu avô faleceu faz alguns meses e minha avó está totalmente distraída, toda a atenção agora está voltada para ela e eu perfeitamente entendo isto, afinal, passar mais de 60 anos junto de seu esposo e de repente não o ter mais deve ser algo doloroso. Contudo, toda esta minha compreensão faz-me mal. Sinto-me só, um ser insignificante diante do esposo de minha mãe, a mesma e uma irmã.

Não me perguntam mais se estou bem, como vão as coisas na escola e meu relacionamento com os amigos. Não procuram saber se minha vida vai bem, se não estou criando paranoias em minha cabeça ou se há um aperto em meu coração.

Pois bem família, eu não estou bem.

Não é como se eu não estivesse sentindo-me triste pela morte de meu avô, não é como se eu não quisesse vê-lo novamente, não é como se eu não tivesse problemas com os amigos, não é como se eu não tivesse problemas com a saúde, não é como se eu não me sentisse só. Aquela vitamina? Tornou-se meu único café da manhã. Aquele almoço? Não consigo mais ingeri-lo totalmente. Aqueles sonhos? Nunca mais os tive. Aquele prazer de viver? Simplesmente sumiu.

Eu só tenho a agradecer a Deus por ter-me feito um ser humano forte, que diante de tudo o que está acontecendo, está de pé.

Mas não é como se eu não me sentisse um ninguém diante de 7 bilhões de pessoas. Na verdade, eu sinto que não pertenço a este mundo. E para ser sincera? As vezes sinto vontade de sumir, e ao mesmo tempo, de continuar vivendo. Afinal, sempre dizem que as dores servem para fazer-nos crescer e evoluir, e que nada na vida é eterno.

Se nada na vida é eterno, então por que esse buraco em meu coração não preenche? A escuridão está tomando meu Sol, e eu não sei se seu eclipse será tão belo quanto os reais costumam ser.”.


Notas Finais


Olá novamente! Estou começando a criar pequenas estórias assim, comentem caso tenha ficado bom! Para eu começar a postar algumas.
beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...