História Fanfic- como não ser a filha perfeita! - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 4
Palavras 424
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Capítulo 4 - é mentira...tudo mentira!


Fanfic / Fanfiction Fanfic- como não ser a filha perfeita! - Capítulo 4 - Capítulo 4 - é mentira...tudo mentira!

Minha vida só piorou quando minha vó achou que seria uma boa ideia que eu passasse meu final de semana precioso com minha mãe e meu “incrível” padrasto. Já que eu não podia contestar, aceitei a proposta com o mais falso sorriso que tinha. A recepção não foi uma das mais calorosas, já que minha mãe não era uma boa anfitriã e nem uma das melhores organizadoras de festa, por que aquilo ali parecia mais um circo com um só palhaço que no caso seria, ele!

Um final de semana desperdiçado, ok ! saída com os amigos cancelada, ok! Tornar a vida do meu padrasto um inferno, realizar! Na minha idade era normal que os adolescentes tivessem um celular para esbanjar pros “ coleguinhas” e eu era a única que não tinha um para mostrar e falar “olha só, eu também tenho”. Meu padrasto então, me levou junto com minha mãe há uma loja de eletrônicos para comprar um, e foi ai a única vez que pensei em ser legal com ele, já que ele estava sendo comigo. Compramos o celular , mas estranhei sua boa vontade, e então minutos depois veio “ só te dou se fizer uma brincadeira carinhosa comigo” claro, ingênua achei que fosse cosquinhas , odiava cosquinhas! Chegamos e minha mãe foi dormir, sobrando só nós dois, me deitei na rede e para minha surpresa, ele deitou junto!

Eu fiquei com medo, eu estava atordoada! Foram movimentos de penetração, mesmo com roupa! Meu choro estava no auge, minha respiração engasgada, eu queria morrer! Ele me agarrava pela cintura e mordia meu ouvido com força! Eu tinha nojo de mim, nojo dele, nojo daquela situação. E foi quando quase gritei, que ele me soltou que vi minha chance de levantar e deitar do lado da minha mãe, e foi isso que fiz e dali não sai!

Quando mamãe acordou, pedi desesperada pra ir para casa, ela não entendia o por que de tanta pressa, mas eu sim e tudo o que queria era sair daquela casa imunda, então para ser mais rápida, contei tudo, ela ficou incrédula e lembro de vê-la ir cambaleando pra sala e quando voltou disse “é mentira ! ele falou que é mentira” e olhou nos meus olhos com todas as forças falando “ você está mentindo”!

E foi assim que meu ódio começou, ela não acreditou em mim, minha mãe não acreditou em mim..

Ela não acreditou...!

Ela não acreditou...!

Ela desmentiu...!

Ela me chamou de mentirosa...!

ELA ME DISSE QUE NÃO ACREDITAVA EM MIM !!!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...