História Fanfic Gleggie- Dá para amar no fim do mundo? - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Glenn Rhee, Maggie Greene, Michonne, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Tara Chambler
Tags Glaggie, Gleggie, Glennrhee, Maggiegreene, Thewalkingdead, Twd
Exibições 78
Palavras 837
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela
Avisos: Canibalismo, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hi Docinhos, esse cap ta uma bosta :/ mas né, a ideia EU achei legal. Por favor deixem suas opiniões nos comentários.

Capítulo 18 - Capítulo 18: A família perfeita


POV ENID

Estávamos nessa ordem: Eugene, Carl, Aaron,Jesus, Sasha, Rick, Eu, Glenn, Maggie, Abraham, Tara, Rosita, Michonne , Denise e Daryl. Glenn havia conseguido ficar perto de Maggie, eu também tentei ficar o mais perto possível, queria protege-la. Glenn  estava sussurrando palavras para confortar Maggie e então o tal de Negan, mandou que Glenn fosse para o outro lado da fila, tentando impedir algo, ou pelo menos acho.

“Como eu dizia antes de ser interrompido pelo casal meloso” ele parou apontando seu taco de baseball para Glenn e depois olhando para o homem magro “Qual desses putos é o líder?”

“É esse doido aqui” o magro apontou para Rick

“Humm, Olá, Rick não é? Eu sou o Negan , e eu não gostei que você tenha matado dois dos meus homens, eles estavam lá para um acordo. Além disso, vocês estavam indo em direção a Hilltop, uma comunidade que me pertence, ela é só MINHA!” ele parou calmo “Vocês mataram a porra de vários homens meus ontem, só por culpa dessa gorda” ele andou até a frente de Denise “Ela vale muito? Quatro homens seus, mataram TRINTA meus! Isso não é legal, você não sabe como essa merda não é legal”

“Sinto muito, estávamos nos protegendo” Rick falou baixo

“Fala mais alto cara! Eu não to te escutando. Daqui a alguns minutos você vai se arrepender profundamente de ter me enfrentado. Escuta aqui, por que já percebi que você tem dificuldade com isso. Suas coisas pertencem a Negan agora, deu para entender? Vocês trabalham para mim agora, mesmo que vocês não tenham merda alguma, vocês vão me dar parte disso, nem que vocês roubem. Vocês vão me dar suas merdas!” ele gritou “Entendido?”

Ninguém falou nada, o único barulho que se escutava era de choro e respirações agitadas.

“Sem resposta? Ótimo, assim que eu quero” Negan continuou “Bom, vocês não acharam que iriam sair bem dessa, acharam? Não quero matar nenhum de vocês, vamos deixar isso claro. Afinal, vocês não podem trabalhar para mim se forem a merda de uns mortos, né? Mas como vocês mataram alguns de meus homens,  vocês vão pagar, para ser mais claro, um de vocês vai pagar por isso” ele se afastou de Rick e foi para frente de todos “E como vocês vão pagar? Bom, essa é Lucille “ ele brincava com o taco no ar “E ela, é incrível. Nós dois vamos dar uma puta de uma porrada em um de vocês. A questão agora é, qual de vocês”

Ele foi para o início da fila, começando por Eugene.

“Cara, você ta precisando cortar o cabelo, mas não é por isso que não vou te matar” ele seguiu, agora era Carl. “Caramba! Estou vendo um psicopata bem na minha frente! Vê se chora um pouco garoto” ele foi seguindo  a fila até chegar em mim. “Namorada do psicopata? Até que combinam” ele sorriu e seguiu para Maggie. “Você tá péssima, ela foi mordida?” ele olhou em volta “Acho que vou te deixar sofrer um pouco mais” ele passou por todos os outros e voltou para frente.

“Eu não to conseguindo me decidir!” ele girou o taco no ar “ Já sei”

Ele apontou o taco para Rick e falou: “Uni, Duni, Tê” ele foi seguindo a ordem “Salamê, Minguê. Um sorvete colorê, o escolhido, foi, você” ele apontou para Maggie.

“Okay, vocês podem respirar, chorar e piscar. Mas é claro que todos vão fazer isso” ele se preparou para dar à primeira pancada quando Glenn gritou:

“Não, por favor. Ela não, ela ta grávida. Pode me matar, desde que não machuque ela” ele falou entre os soluços.

“Own que fofinho, o casal meloso voltou, olha. Eu vou dar a pancada, se você conseguir voar e pular na frente dela, você consegue salva-la” Agora Maggie também chorava, aliás, todos choravam.

“Não vai fazer nada? Okay, vamos lá” ele levantou o taco e bateu com força na cabeça de Abrahamm “ Pera, você que vai dar de herói? Cheio de heróis nesse grupo, você levou como um campeão”

Abraham havia pulado na frente de Maggie, assim levando a pancada por ela. Ele sempre ajudou todos nós. Negan continuou a estourar a cabeça de Abe, a cada pancada, Sasha e Rosita choravam mais. Quando não havia mais crânio para ser destruído, ele parou e foi embora junto de todos seus homens. Agora o silêncio predominava no lugar. Ninguém saiu do lugar, Maggie estava coberta de sangue, não só o que ela já havia perdido mais cedo, o de Abraham também estava jorrado nela. Sasha se levantou e deu um soco em Rick.

“Seu covarde, você não fez nada” ela cuspiu dando mais um soco nele e depois indo em direção a Maggie, que estava sendo abraçada por Glenn “E você, espero que esteja feliz, sua família perfeita continua viva” depois disso ela pegou uma das armas no chão e saiu mata afora.

Todos nós pegamos nossas armas e continuamos a levar Maggie até Hilltop, pois cada vez mais ela piorava.

Noite pior, impossível.


Notas Finais


Pode me matar....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...