História Fanfic- Is It love ?Ryan Carter: Vale tudo em nome do amor ? - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Is It Love ? Ryan Carter
Visualizações 779
Palavras 1.935
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Capítulo 16 amores ♥
Boa leitura ! ❤ Go⇨❁

Capítulo 16 - Excitement and Pleasure


Fanfic / Fanfiction Fanfic- Is It love ?Ryan Carter: Vale tudo em nome do amor ? - Capítulo 16 - Excitement and Pleasure

Capítulo 16


      ❝ Excitement and Pleasure ❞


» Narrado por Anelize Steele «

Passou-se um mês.Um mês sem praticamente vê-lo e toca-lo,eu me sinto muito mal ainda.Lisa tem aturado meus dramas e meus choramingos por esse extenso mês.Matt e Colin estão tristes por mim,eles pediram inúmeras vezes para que eu fosse falar com o Ryan,eu tentei várias vezes,várias vezes cogitei ve-lo,mas simplesmente não consigo vencer o meu orgulho,principalmente porque Ryan levou à sério não me ver mais nem me procurar.O odeio por isso!

Mas em compensação,eu e Mark ficamos bem próximos,temos saído para almoçar esses dias,conversamos bastante e rimos,por incrível que pareça ele é bem humorado.Mas tudo mudou entre nos dois,no belo dia em que ele me disse que estava apaixonado por mim.Sim!Mark Liviels disse que me ama,eu fiquei surpresa,isso me assustou bastante.Eu o disse que amava outro,isso me doeu.Doeu vê como ele ficou mal e que o fiz sofrer.É difícil resistir à ele,mesmo amando o Ryan.Além de lindo,ele é gentil,cavalheiro,amoroso...Merda!Porque ele tem que ser tão perfeito?Estou aqui em frente à empresa o esperando como de costume para almoçarmos.Vejo Mark passar pelas portas de vidro da entrada da empresa,ele sorri pra mim tirando-me dos meus pensamentos.

—Demorei?—Sorri.

—Ah não sei!Estava pensando,não vi o tempo passar. —sorriu.

—Eu queria que estivesse pensando em mim .

—Mark...

—Relaxa! Só acho que não deveria mais resistir.

—Você não tem jeito,Vamos! —sorriu.ele abri à porta do seu carro pra mim e esse simples gesto me faz o achar mais fofo.Chegamos em nosso restaurante de sempre e fazemos os nossos pedidos.Estamos jogando conversa fora e sorrindo,quando entra pela porta a pessoa que não sei se queria vê nesse momento.Ryan Carter se senta em uma das mesas com a Hilary,isso me dói. Me dói vê-los juntos como um casal feliz.Ele apenas me olha e dá um sorriso fraco e eu por minha vez faço o mesmo sem nem me dá conta.

—Anelize tudo bem ?

—Ah,sim !

—Você ficou estranha do nada.

—Impressão sua Mark.

—Olha o Ryan bem ali.—ele aponta em direção ao Ryan e se levanta.—Com licença Ane.—O que ele vai fazer ?Fico atenta a sua conversa com Ryan e só escuto Mark o chamar para se juntar a nós,mas que merda! Mark não.Eles vem em direção à mesa que estou.

—Boa tarde!—Hilary fala.Eu apenas dou um sorrisinho meia boca,mostrando que não me importo.

—Anelize.—Carter me comprimenta.Que saudades de ouvir sua voz.

—Senhor Carter...—ele me olha fixamente.

—E então,o que vão pedir? —Mark fala .

—Eu não sei...O que o Ryan pedir está bom pra mim.—reviro os olhos instantaneamente.Até a sua voz me dá raiva,o que ela estaria fazendo com o meu Ryan?Ryan por sua vez faz o pedido e Hilary pedi o mesmo que ele.

—Anelize como vai no trabalho?—Ryan me pergunta do nada.

—É... Muito bem.

—Sim,Anelize é muito eficiente Ryan,cada projeto que fazemos ela manuseia muito bem,é incrível!—Mark fala e eu coro, já Hilary percebesse que ela está bem desconfortável.

—Não tenho dúvida! Anelize sempre foi eficiente .— nesse momento nossos pedidos chegam e graças à Deus esse momento constrangedor passa.Depois que comemos Ryan pedi licença e se vai com a Hilary,alegando que tem muito trabalho.Eu e Mark ficamos mais um pouco e depois de quase meia hora saímos do restaurante .

—Ane tudo bem ?

—Sim porque ?

—Percebi que você ficou um pouco tensa nesse almoço.

—Não...Eu...só é um pouco estranho almoçar com o dono da Carter.—Mark sorri.

—Ah é isso ?

—Claro que sim. E o que seria ? Não seja bobo.—sorriu.

—Anelize!—ouço alguém me chamar,viro-me e para minha surpresa era a Hilary .Mas o que ela quer? Esfregar na minha cara que está com o Ryan?—Posso falar com você?

—Comigo? Mais que assunto poderíamos ter?

—Por favor é importante.Não tomarei muito seu tempo,eu prometo.

—Bom senhoritas...se me derem licença vou deixa-las à sós.Ane te espero no carro,não demore!—eu olho apreensiva para o Mark,como se dissesse: como você pode me deixar com essa louca.

—E então? —Falo.

—Primeiro eu queria pedi-la desculpas.

—Como?—falo surpresa.

—Acho que já percebeu que eu gosto do Ryan.

—Olha aqui minha filha!—Aponto meu dedo quase na sua cara,depois respiro fundo.—Serio que você veio falar isso comigo?

—Calma!Olha, eu só estou aqui porque estou arrependida,fui eu que enviei aquelas fotos pra você e eu sinto muito por isso.

—Então foi você?O que queria com isso?—altero a voz.

—Na verdade,o Ryan estava bêbado quando cheguei em sua casa naquela noite do jantar e ele me pediu pra transar com ele,mas ele não fez for mal Ane.Ele só estava bêbado acho que você entendi.E eu como o amo muito cedi.E depois como a Jenny me disse que estavam juntos eu tive essa ideia absurda.Eu realmente sinto muito eu não queria.—escutar isso só me dá mais raiva.

—Você está gostando não está?De me contar tudo isso.O que acha? Que sou idiota?

—Não Ane,não é isso.

—Não me chame de Ane!não somos íntimas.não tente forçar nada,por favor.—seus olhos marejam .era só o que faltava.

—Olha,eu quis falar com você no mesmo dia que Ryan soube,pois ele foi tirar satisfação comigo.Mas simplesmente ele não quis,pediu para que eu não falasse nada à você.—eu engulo seco.Ryan nunca tentou se explicar em nada,isso é sinal que ele nunca se importou.Maldito! Ele teve a oportunidade de se redimir,mas simplesmente não quis.Como sou idiota!Ele nunca quis que isso acontecesse!Por isso está com ela agora.

—Olha,eu não me importo.Já se explicou.Agora se me dê licença,tenho mais o que fazer. —ela apenas acena com a cabeça e se vai.Eu estou tão decepcionada e triste.Entro no carro e não falo nada.

—Ane tudo bem?

—Sim! Podemos ir logo?

—Sim,claro.—Mark me olha desconfiado.

O que estou fazendo? Pensando em um homem em que acabei de comprovar que não quer saber de mim e se ele saí com Hilary,então eles devem está juntos.Eu sou uma tola!Enquando tem um homem bacana e que gosta de mim do meu lado tentando ficar comigo eu só penso em um que não quer nada comigo.Ele e Hilary se merecem!Eu me sinto uma idiota,uma idiota que não consegui ficar com nenhum outro homem por causa de Ryan Carter.Eu o odeio!

**

Depois que voltamos a empresa eu e Mark trabalhamos juntos em um novo projeto para a filial da Carter em Paris .Já são 20hrs e eu estou exausta.

—Finalmente acabamos!—Mark fala orgulhoso.

—Meus neurônios já não estavam funcionando .—Mark sorri.

—Duvido muito! —Dou de ombros.

—Bom...Já que acabamos,vou me retirar.Estou bem cansada.

—Claro.Boa noite Anelize!—Sorriu pra ele levantando-me da cadeira,quando estou abrindo à porta o sinto avançar para perto de mim,uma de suas mãos fecha a porta com força na minha cara,sua respiração está perto do meu pescoço e nesse momento eu fico bem apreensiva.

—Anelize...Preciso de você!—Mark sussurra em minha pele. Eu fico quente e um pouco desconcertada.

—Mark...eu...não posso.

—Não fuga mais Anelize! O que quer que eu faça para demonstrar que eu te quero?

—Mark,não dá! Você não entende.

—Eu não entendo ou você não quer entender?Quem quer que seja que está em seu coração,eu estou disposto a faze-la esquecer.

—Mark,por favor!—Ele beija meu pescoço delicadamente.Seus lábios são quentes e eu não sei o que estou fazendo,mas por um momento eu gosto.

—Eu posso faze-la esquece-lo em dois tempos Anelize,não me rejeite!—Uma de suas mãos pousam em meu ventre.

—Você é incrível Mark,mas...eu não consigo.

—Não pode negar isso que está acontecendo agora,você também me quer Anelize.Do que tem medo?—ele sussurra.

—Mark,não...—Eu me sinto perdida.Por Deus!esse homem é um gostoso e eu estou o rejeitando?O que estou fazendo?Essa não sou eu.Eu não sofro por tipos como Ryan Carter,mesmo o amando.A ereção do Mark está bem evidente em minha bunda e eu me encontro mais perdida agora.

—Eu quero você!Eu não deveria deseja-la,porque você é minha assistente.Mas caramba Anelize!Está impossível.—meu coração acelera.Talvez eu esteja cometendo o pior erro da minha vida.Mas agora eu não consigo raciocinar,estou bastante excitada.

—Talvez eu o deseje também.Mas...eu não posso fazer isso.

—Está falando sério?—Mark sussurra em meu ouvido e nessa hora eu já não sei o que é certo ou errado.Sua mão acaricia a minha barriga mais e mais e sobe até chegar no bico do meu seio.Sua boca acaricia o lóbulo da minha orelha e seu nariz me cheira.Ele me aperta com força e eu posso sentir ainda mais o seu desejo nas minhas nádegas.—Se você soubesse Ane o quanto eu quero toca-la,o quanto eu quero beijar a sua pele e acariciar seus lindos seios.—Nessa hora sua mão acaricia o meu seio direito,eu fecho os olhos,eu realmente estou me segurando muito e não sei se dará pra sair dessa situação e o pior,eu não sei se quero sair.

—E essa boquinha ...—Mark toca em minha boca.—Como eu queria essa boquinha.—eu chupo um dos dedos do Mark.Eu não sei o que estou fazendo,mais é mais forte do que eu,eu estou excita.faz um tempo que não sou tocada e eu estou indo à loucura.—Porra Ane!Não faz isso...Deixe-me te possuir agora,Deixe-me te sentir.

—Não...—Mark coloca sua mão por dentro da minha blusa e acaricia meus seios.Eu estou perdida!Ele abri os botões de minha blusa devagar,eu o olho apreenvisa,mas permito tal ato de sua parte.O que há comigo?Mark chupa meu seio e eu vou ao delírio.

—Me deixe provar você Anelize.

—Não...—Mark puxa meu queixo para que eu olhe em seus olhos e nesse momento tudo piora,seu olhar é de puro desejo e eu me encontro faminta.

—Deixe eu te tocar.

—Não...—Eu me perco na dimensão de seus olhos verdes,eu tento negar isso que está acontecendo agora,mas estou em êxtase.Mark levanta a minha saia e toca no tecido fino de minha calcinha.Por Deus!Eu não aguento.sua mão desliza na minha intimidade me acariciando e eu gemo descaradamente de prazer.

—Você quer Ane.Deixe-me te dá prazer.—ele sussurra com sua voz rouca.

—Mark...e-eu...não...—ele acaricia o meu clitóris ainda por cima do tecido da minha calcinha e nessa hora eu me perco.Minhas pernas fraquejam por alguns momentos e ele me aperta ainda mais forte,passando sua ereção em mim.

—Deixe eu te chupar Anelize,deixe eu te fazer gemer até gozar.Me deixe tirar toda a sua roupa agora.

—Mark...—ele rompe com seu dedo indicador o tecido da minha calcinha e me penetra,eu subitamente fecho os olhos,ele penetra freneticamente seu dedo em minha intimidade,eu deixo escapar outro gemido e me agarro nele sem forças.

—Caralho Ane...Tão quente e tão molhada.—ele sussurra na minha boca,mas sem me beijar.

—Ah...Mark...Por favor.

—Deixe-me fazer amor com você.—eu nem sequer consigo responder perdida em meu prazer,Mark continua a me penetrar com seu dedo firme me fazendo arfar.

—Mark...ah Mark...

—Seja minha Anelize!—Eu só consigo assentir que sim com a cabeça,entre meus gemidos abafados.Ele tira seu dedo delicadamente de mim,me leva até a sua mesa e me senta.Mark desabotoa os botões de sua camisa com presa e tira o cinto de sua calça com mais presa ainda,deixando a mesma cair sobre o chão e sobe minha saia,eu não tenho coragem de olhar para outro lugar que não seja seus olhos.Ele se aproxima ainda mais,tira a minha calcinha e segura em minha nuca me penetrando forte e firme,suas estocadas me deixam sem chão,eu sinto todo o meu corpo flamejar.

—Ah Mark...Mark...

—Isso,chame por mim Anelize.—Eu prendo minhas pernas em volta dele,nos aproximando ainda mais.Nessa hora ele invade a minha boca e me beija como ninguém havia me beijado antes,ele me beija como se sua vida dependesse disso.Nossos lábios se separam,Mark por sua vez segura em meu cabelo e o puxa me estocando cada vez mais,ele me abraça e me penetra rápido,eu não vou mais aguentar.Eu gemo cada vez mais alto,completamente fora de mim.

—Goze Anelize!—ele sussurra e depois de alguns poucos segundos eu sinto o nosso clímax avassalador.


Notas Finais


Até o próximo capítulo babys ! 😏❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...