História Fanfic Spax (BLANC7) - Sonhos se Realizam - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), BLANC7
Tags Blanc7, Fanfic, Spax
Visualizações 28
Palavras 1.093
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AIGOO, cap 9 postadoo ☺️
Peço desculpas pela capa do cap, eu não achei ft melhor que essa pra representar, aish ):
e eu estava tão ansiosa pelo cap quanto vcs e decide escrever o cap hoje hushus, então boa leitura a tds 💜

Capítulo 9 - Não lutei, não senti nada


Fanfic / Fanfiction Fanfic Spax (BLANC7) - Sonhos se Realizam - Capítulo 9 - Não lutei, não senti nada

 

*Notificações on*

"sorrisoblanc7 acabou de seguir você."
"flowerspax acabou de seguir você"
"amorblanqsete mencionou você em um comentário:"
"laureline.yeyo acabou de seguir você"
"paixão-b7 acabou de seguir você"

*Notificações of*

Vejo as notificações que chegou em meu celular, como de costume era de fãs mas um dele me chamou atenção. Tinha como nome laureline.yeyo e parecia muito com o nome que tinha ouvido.. Será que é a mesma Laureline que tanto procuro? Por meio das dúvidas decido visitar o seu perfil e encontro a resposta que queria.

Spax: É ela mesma  ― Penso alto

Taichi: Ela quem  ― Pergunta coçando os olhos

Spax: Ninguém, volte a dormir  ― Mando

Taichi: Se você não me contar eu vou acordar os meninos e dizer que você está misterioso  ― Me encara

Spax: Tudo bem, tudo bem. Vou te contar.. Álias, vou te mostrar  ― Mostro a tela meu celular

Taichi pega o celular da minha mão e começa a "vasculhar'' o perfil. Ele sorri e me olha.

Taichi: É a garota engraçada do Fansign. Por que está no perfil dela?

Spax: É... a-chei p-or acaso  ― Coço a cabeça

Taichi: Por acaso?  ― Sorri

Spax: Estava procurando por ela mas achei o seu perfil por acaso  ― Sorrio envergonhado 

Taichi: E porque estava procurando por ela?  ― Me encara

Spax: Curiosidade  ― Sorrio

Taichi: Apenas curiosidade  ― Pergunta

Spax: Sim, me devolve o meu celular  ― Estendo a mão

Taichi: Deixa eu fazer uma coisinha antes  ― Sorri

Taichi mexe pra lá e mexe pra cá e depois me devolve o celular.

Spax: O que você fez  ―Pergunto curioso

Taichi: Segui a garota engraçada de volta  ― Sorri

Antes de responder Taichi percebo a van parar e aproveito o momento para me safar de Taichi e acordar os meninos. Acordo um por um, no começo eles acham ruim mas depois eles aceitam. Descemos da van e fomos em direção da entrada do Aeroporto. Vimos uma grande quantidade fãs no local, Jean tinha razão, os fas brasileiros são uns amores de pessoa. Acenamos para todos, tiramos fotos e nos despedimos. Eu, os meninos e os Staffs entramos no aeroporto, caminhamos a fila do check in, pesamos as bagagens e saímos para a sala de embarque que por alías já estava formada uma fila para entrar no avião. Entramos na fila. Taichi fazia gracinhas, Shinwoo apenas observava o ambiente, Jean mexia no celular D.L e K-Kid conversavam. Teno e eu conversávamos também. Depois de alguns minutos nós entramos no avião, sentamos e ouvimos todas as instruçoes. Apertamos o nossos sintos e o piloto informa que iremos decolar, infelizmente. Adeus Brasil.
 

» Narrado por Laureline «​

Laureline: Bom mesmo  ― Falo debochada

Maria: Mais respeito, não eduquei você assim ― Fingi está brava

Maria é mesmo uma palhaça, mas amo ela desse jeitinho.. De repente sinto meu celular vibrar, curiosa pego o mesmo e vejo o que é e para minha surpresa era algo que nunca pensei que aconteceria.

Laureline: M-MARIA, O-LHA ISSO ― Grito

Maria: Ai garota, o que foi? ― Me encara

Laureline: OLHA CARA, OLHA ISSO ― Mostro a tela do meu celular

Maria: O que? Mentira né ― Pergunta

Laureline: AMIGA O SPAX ME SEGUIU, EU TO NERVOSA ME AJUDA ― Coloco a mão na testa

Maria: Estou perplexa. Que sorte amiga, parabéns ― Levanta e me abraça

Laureline: ― Retribuo o abraço. Eu ainda não estou acreditando Ma ― Sorrio

Maria: Nem eu estou acreditando. Queria que o J-Hope me seguisse também ― Fala triste

Laureline: Tenho certeza que ele vai te seguir um dia ― Falo tentando anima-lá


*TRIIIM TRRIMM* 

Laureline: Vamos pra aula? O sinal acabou de tocar ― Falo pegando a minha mochila

Maria assente e faz o mesmo. Subimos a escada até o andar da nossa sala, entramos na mesma e sentamos. Maria sentou ao meu lado. Retiro meus materiais da mochila e os coloco em cima da mesa. Nesse mesmo instante Lucas entra na sala e vem em nossa direção e para na minha frente.

Lucas: Quero falar com você ― Fala sério

Maria: Aproveitem que o professor não ainda não chegou e vão conversar lá fora ― Aponta para a porta

Laureline: Depois ― Falo com desdém

Lucas: Para de graça e vem logo 

Numa rapidez incrível Lucas me pegou pelo pulso e me leva até o lado de fora da sala de aula.

Laureline: Ok, você conseguiu me tirar da sala agora fala o que você quer e solta meu pulso ― O encaro

Lucas solta o meu pulso e começa a falar

Lucas: Olha, eu não quero que você fique com raiva de mim por besteiras 

Laureline: Eu não estou com raiva só não gostei do que você falou ― Cruzo os braços

Lucas: Eu só falei o que pensava ― Sorri

Laureline: Você pode pensar o que quiser mas você deve lembrar de uma palavrinha mágica: respeito 

Lucas: Tudo bem, você venceu. Desculpa ― Sorri de lado

Laureline: Viu? Não foi tão difícil pedir desculpas ~Sorrio. Agora vamos voltar pra sala antes que nos pegue aqui no corredor e pensam que estamos cabulando aula

Falo dando as costa mas Lucas pega o meu braço e me puxa contra ele fazendo nossos corpos se colarem um ao outro e vejo seus olhos se estreitarem

Lucas: Calma, eu ainda não terminei ― Sussurra

Ele ainda estava segurando o meu braço, os dedos dele me segurava com força, doía. Ele me prensa na parede do corredor, coloca a sua outra mão ao lado da minha cabeça e de repente eu o vejo sua boca se aproximando da minha. 

Laureline: N-não ― Falo assustada

Eu comecei a me opor, mas era tarde demais. Os lábios dele apertaram os meus, parando o meu protesto. Ele me beijou depressa, a sua outra mão que segura meu pulso agora apertava a minha nuca, tornando impossível escapar. Eu empurrei o peito dele com toda a minha força, mas ele nem pareceu reparar. A boca dele era macia, os lábios dele se moldando aos meus era uma reação desconhecida. Eu o empurrei novamente tentando afastá-lo, mas falhei. Mas dessa vez ele pareceu reparar e isso o deixou ainda mais "interessado" a continuar. Os lábios dele forçaram os meus a se abrir e eu podia sentir a respiração quente dele na minha boca. Agindo por instinto, eu deixei as minhas mãos caírem dos meus lados e fiquei quieta. Eu abri os meus olhos e não lutei, não senti nada... eu só esperei que ele parasse e funcionou. Ele se afastou e olhou para mim. 

 


Notas Finais


Lucas tem atitude meu povo, adoroooo 😎
Como será que Laureline irá reagir? shushus
Até o próximo cap meus amores, kissus 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...