História Teacher - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Personagens Originais
Tags Bts
Visualizações 11
Palavras 776
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


DEMOREI MAS CHEGUEEI ♥♥

Capítulo 15 - Acaso ou Destino?


Fanfic / Fanfiction Teacher - Capítulo 15 - Acaso ou Destino?

- Sang ON –

Nunca havia visto Jimin daquele jeito, havia tanta raiva nele que ninguém conseguiu tirá-lo de cima de Wang. Ele só parou quando viu Jackson totalmente machucado, acho que ele não queria cometer o erro de ser preso por matar alguém.

Me levantei do chão saindo de fininho do local, não sei o que aconteceu com Wang depois daquilo, eu não  faço mesmo a mínima  ideia, fui para casa e vi meu tio deitado no sofá, logo em seguida Eun entra no local trazendo os remédios de meu tio. Ele parou de atuar pelo fato de ter lesionado a perna em uma das gravações, estava de cama, mas mesmo assim ele andava pois não ficava parado e também fazia bem a ele.

Depois que Xiahn se foi para o céu dos doces (como dizia a garotinha do orfanato) nenhum dia dentro desta casa foi feliz, o tio estava bem mal por conta disso, eu fui para faculdade e tive que o deixar com Eun, mas ela trabalhava como babá, ele na maioria do tempo ficava sozinho.

Cheguei no quarto e a primeira visão que tive naquele quarto foi o que estava escrito no guarda roupas “Eu te amo – Jimin”. Aquilo não estava lá.. Ah.. Jimin.

- Mas o que... – Senti uma mão em minha cintura e logo fui virada pela mesma. Encarei a pessoa atrás de mim, não sabia como reagir. – Jimin... O que voc.. – Ele me deu um selar que logo virou um intenso beijo. Coloquei a mão no seu peitoral o afastando. – Não, sua esposa acabou de morrer, não vou servir de consolo para você.

- Mas eu me casei com ela por negócios não por amor, tenta entender, por favor! – O encarei sem mostrar reação alguma, apenas me virei para o guarda roupas apontando para o que foi escrito. – Isto.. .. Sang, Você merece alguém insanamente, inexplicavelmente, perfeitamente e completamente apaixonado por você. Abre teus olhos, esse alguém sou eu. Se soubesses como eu gosto do teu cheiro, teu jeito, não negava um beijinho a quem anda perdido de amor. Eu amo estar com você, eu amo ficar com você, seu cheiro me faz viajar, sua voz me faz suspirar. Sang eu amo você como nunca amei ninguém.

- É porque você nunca amou ninguém mesmo – Tentei ser fria, mas ele me disse lindas palavras, porém.. eu não podia cair nessa.. não de novo. – Jimin, vai embora, sai daqui agora, tenho que fazer muita coisa. – O empurrei até a porta e não queria nem saber de nada, a fechei me encostando na porta pensando em tudo que ele falou, mas sempre que ele faz isso algo de ruim acontece ou algo nos separa...

Peguei minha toalha e parti para o banho, deitei e acordei com uma gritaria em frente de casa, barulhos de sirenes, e vi uma luz a porta estava encostada acho que era fogo, abri a porta e olhei não dava para descer, e não dava para passar pela escada dos fundos também, minha saída era a janela, mas eu estava no segundo andar.. Abri a janela e os bombeiros estavam lá, um dos bombeiros subiu a escada ficou na sacada e me pediu para descer em seguida ele desceu, corri para perto de Eun.

- O.. O que aconteceu? Cadê meu tio? – Ela me olhou chorando. – Se me falar que ele também morreu eu viro nos trinta minha querida!

- Ele só foi para o hospital teve queimadura pequenas, mas nada tão grave. Só não sei o que aconteceu realmente, parece que ele estava cozinhando e o fogo se espalhou pela cortina que havia lá perto, não sei ele se queimou um pouco. Estava gritando na tentaiva de te acordar, os bombeiros não podiam entrar a entrada esta toda em chamas, olha! – Ela apontou para a porta da frente e meu olhar foi direto para lá. Tudo estava em chamas...  Os bombeiros levaram quase das horas inteiras para apagar o fogo da casa, e precisaram ainda por cima de um caminhão a mais pois um só não ia rolar. Entrei no meu quarto para verse algo ainda estava vivo, um ursinho dentro do guarda-roupa.. aquele ursinho... que Jimin havia me dado, como ele ainda estava do mesmo jeito? Eu tinha guardado no fundo bem no fundo de um tipo lata de alumínio ou seja lá o que era, e ele estava intacto.

Sai agarrada naquele ursinho, não o soltaria por nada, isso é por acaso ou destino? Uma coisa material em um fogo capaz de queimar alguém até a morte não queimar um urso de pelúcia... se não for acaso ou destino eu não sei o que é...


Notas Finais


OI OI OI DE NOVOOO ♥♥♥
Espero que tenham gostado ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...