História Crazy Love - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Exibições 193
Palavras 721
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Leitura amores

Capítulo 6 - Who said my family is normal?


Fanfic / Fanfiction Crazy Love - Capítulo 6 - Who said my family is normal?

Capitulo 5 - Who said my family is normal?

 

Estávamos a apenas 2 quarteirões da minha casa, eu e Justin conversávamos animadamente. Era como se... Não sei. Era como se nos conhecêssemos há anos.

-Então, está combinado de agente sair amanhã? –perguntou Justin assim que parou o carro em frente a minha casa-

-Depende. Pra onde você vai me levar?-perguntei animada-

-Isso é uma surpresa. –respondeu-

-Odeio surpresas.

-Garanto que vai gostar dessa.

-Tudo bem. Vamos ver no que isso dá. –falei por fim- até mais tarde –falei dando-lhe um beijo estalado na bochecha saindo do carro logo em seguida-

Entrei em casa sorrindo pra Deus e o mundo. Não sei por que estou feliz, mas, isso não é importante agora. Tenho que estudar para os testes essa semana, e eu só tenho algumas horas para fazer isso. Droga Megan. Viu só o que você fez?

-Oi papai. Como foi de viagem? –perguntei-

-Tranquilo. Tenho que viajar na quarta de novo. –respondeu- sinto muito não poder ficar com você. –completou-

-Tudo bem –falei com o olhar triste- mas, o senhor volta quando?

-Talvez no domingo ou na segunda.

-ok. Vou estudar agora. Onde está a mamãe?

-Não chegou ainda.

-Vou sair com um amigo hoje à noite, tudo bem?

-Só não volte tarde. –respondeu me fazendo sorrir dando-lhe um beijo na bochecha e um abraço-

•••

Fiquei a tarde toda estudando, não estava mais aguentando ver cadernos e livros na minha frente. Malditos professores que gostam de dar matérias. Olhei no relógio seis e trinta e cinco da tarde. Ok. Justin vai passar para me pegar as sete, são vinte e cinco minutos para eu me arrumar. Fui até o banheiro correndo tomar um banho. Vesti-me com um vestido preto que ia até a metade das minhas coxas e um salto da mesma cor. Deixei meu cabelo solto e fiz alguns cachos nas pontas.

-Tem um homem querendo falar com você lá em baixo - disse minha mãe entrando no quarto. Quando foi que ela chegou?- Você vai sair com ele?

-Vou. –dei um beijo na bochecha dela antes de sair do quarto- Até mais tarde mamãe.

-Você está linda. –disse Justin assim que passei pela porta da casa-

-Obrigada - agradeci corando-

•••

         Abri meus olhos com certa dificuldade, pois havia uma luz forte batendo contra ele. Encarei o teto branco em cima de mim notando que não estava em meu quarto, me sentei na cama macia observando em minha volta tendo certeza de que não era meu quarto. Lembranças da noite anterior tomaram minha memória fazendo-me sorrir involuntariamente.

         Vestia somente uma blusa de moletom cinza. Lembrei-me que Justin disse que era melhor eu dormir na casa dele, pois estava muito tarde. Claro que estava tarde. Nós simplesmente perdemos a noção do tempo. Descobri que Justin é advogado, mas, na verdade, era uma criança encubada. E também que ele tinha uma filha, Lucy, ela tem 9 anos. Se eu fiquei surpresa? Claro que sim. Ter uma filha com 16 anos é muita responsabilidade.

         -Você acordou –Disse Justin sorrindo entrando no quarto-

         -que horas são?

         -Oito e meia da manhã.

         Ao ouvir a hora simplesmente me joguei na cama novamente me cobrindo até a cabeça com aquele edredom branco e macio. Pude ouvir apenas uma risada fraca vindo de Justin. Lembrei-me que não tinha avisado meus pais que dormiria na casa de Justin, e, isso me fez dar um pulo para fora cama.

         -O que aconteceu? –perguntou confuso-

         -Não avisei meus pais que dormiria aqui –respondi enquanto corria para o banheiro que tinha naquele quarto enorme-

         -Não se preocupe com isso. Eu já avisei seu pai, e disse que você estaria de volta depois do almoço.

         -Sério? –perguntei colocando apenas a cabeça para fora do banheiro- Obrigada.

•••

         -Não mãe. A gente não fez nada. –falava com minha mãe ao telefone-

-Tem certeza?

-absoluta. Ele só achou que estava muito tarde e disse que eu poderia dormir aqui. Nem no mesmo quarto nós dormimos - a tranquilizei-

-Tudo bem querida. Até mais tarde então. –ela desligou-

Minha mãe sempre se preocupa com coisas nada-haver. É meio estranho isso porque, normalmente são os pais que se preocupam quando a filha dorme na casa de um rapaz, e não as mães. Bom, quem disse que minha família é normal?

​LEIAM AS NOTAS FINAIS


Notas Finais


Oi todo mundo. ADIVINHEM QUEM ESTÁ DE VOLTA? SIIM! Maria Eduarda em carne, osso e pura sedução -ignorem, sou muito iludida-

Eu estava lendo uma fic -linda e maravilhosa e tudo que vocês puderem imaginar- e ai surgiu meio que uma inspiração e PAM! aqui estou eu com um capitulo novinho. Não sei se ficou bom mas, sei lá dê sua opinião.
Divulguem a fic pra mim gente. É sério, DIVULGUEM MESMO. Sei lá, indiquem para seus amigos, cachorro, papagaio, periquito, coelho, cobra, porquinho-da-índia, mas divulguem por favor.
Me sigam no twitter: /Pq_Bieber


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...