História Ópio - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drabs, Drama, Lírica, Ópio, Originais, Poesias, Versos
Visualizações 105
Palavras 120
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drabs, Drama (Tragédia), Lírica, Poesias

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Eis que eu, a Rai (@TerumiMei) e o Kelvin (@Konda) estávamos em uma chamada muito produtiva no Skype, por assim dizer, e a Rai queria ajuda com um poema, bem, ofereci minha ajuda e foi isso que saiu. O poema é mais da Rai do que meu e foi um prazer muito grande escrever com a minha pequena <3 espero que ainda possam vim muitas parcerias pela frente :*
Boa leitura!

Capítulo 1 - Único



 Mais um trago 
Outro gole
Voltou a escrever
O papel meio mole 
A vista meio turva
Tentava descrever
O poder daquela palavra 
Que fazia se fazia crua
Refletida na matéria prima bruta
Do ópio da alma


Vago nesta vaga solidão
Carregando fardos e ódio no coração
Inconsciente dos fatos
Dos fardos
Dos atos, tatos, olfatos, sensações


Doses cavalares de loucura
e homéricas de razão
Fundem-se nessa imensa escuridão
E vazio
Que carrego aqui comigo
No abismo
Da imensidão da alma


Frustrado e fodido
Com a esperança arrancada
Vago nu pelas ruas do acaso
As pálpebras queimadas pelo vento gélido
Bebericando em goles lentos
Saboreando
Entorpecendo
O temor que me desperta as palavras
Preciso domesticar meu demônio interior
Escrever me basta

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...