História Fantasma da Opera - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias O Fantasma da Ópera
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Fantasma, Ficção, Romance
Exibições 7
Palavras 749
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Mistério
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - Controvérsia


P.O.V lysandre
O que sentira naquele momento era algo sublime e ao mesmo tempo fervoroso, era uma controvérsia que eu deixava transparecer em meu olhar .Desde que a doce Rosalie chegara em Opera Paris não era mais o mesmo, sonhava com a possibilidade de ao menos ser notado por ela, porem consegui mais que isso, consegui um beijo
O que está acontecendo ?rosalie perguntou
Paixão-Lysandre
Eu nem mesmo o conheço e o senhor já pensa que pode se dar ao desfrute comigo, estas louco? perguntei
Mas achava que a senhorita tivesse gostado, não fez nada para impedir o beijo
O senhor que me agarrou ,e me forçou a vir
Agora a senhorita está me ofendendo, a senhorita quis vir por contra própria
Eu quero voltar para meu aposento ,não é de bom tom que continue aqui  todavia preciso me encontrar com senhor borges para conversar sobre as novas peças
Vou deixar a senhorita, mas acho triste que tentes enganar a si mesma para não reconhecer que esta encantada por mim
A mas o senhor é mesmo muito arrogante , não sou como essas  outras que baixa o senhor piscar os olhos já estão correndo atrás de ti.
Eu sei senhorita Rosalie, nunca lhe subestimei ,sei que a senhorita não é como as outras pois se fosse presumo que não me apaixonaria
Apaixonado! você não me engana deve ser como todos esses homens
Vou provar para a senhorita ao contrario, e ainda vou te-la
Não conte com isso-Rosalie
Permanecemos em silencio até que então voltei ao meu aposento sem nem mesmo me despedir dele, o que acontecera comigo, por que estava com tanta raiva, talvez ele estivesse certo ,não queria assumir para mim mesma que tinha amado beijo, que estava apaixonada, não queria dar o braço a torcer, e também tinha medo das consequências dessa paixão.
Rosalie ,estão nos chamando para resolver as escolhas dos papéis da peça-Louise
Já estou indo Louise ,vou apenas me molhar um pouco e me vestir em poucos minutos estarei lá
Pois bem eu já vou indo, lhe espero lá
Depois de um banho gelado resolvi então que usaria um vestido roxo com o corselete preto, nunca havia usado uma cor tão escura, mas quis diferenciar um pouco ,cansei não quero mas que enxerguem como uma boba, de hoje em diante serei mas séria
Mas que vestido é esse ?Olívia perguntou
Um vestido como outro qualquer-respondi
Nunca vi vosmece com uma roupa tão escura, nem parece que é a doce Rosalie-Olivia
Mas haja paciência, é apenas um vestido e sou como todas as pessoas não sou tão doce assim tenho também meus momentos de raiva -respondi
Vi que a senhorita esta com um mal humor! o que aconteceu mesmo?-Olívia
Lysandre me agarrou acredita-respondi
Mas que sorte em, ele é um pitel-Olívia
Olivia pare de piada isso é serio, aquele patife!-respondi
Patife que encantou seu coração –Olivia falou rindo
Não tem graça Olivia,e tem mas não gosto dele não-respondi
A mim você não precisa enganar Rosalie -olivia
Tá até que me sinto involuntariamente atraída  por aquele charme de homem!-respondi rindo
Então por que não se entrega a essa paixão-Olivia
Tenho medo de terminar me machucando-respondi
Mas se ficares assim nunca vai saber-Olivia
Você não entende Olívia, quando o vi pela primeira vez fiquei intrigada com o seu mistério e logo soube que poderia correr o risco de me apaixonar por aquela figura, mas até então ele era apenas uma figura, apenas o que poderia chamar de amor platônico, depois de alguns tempo eu o vi e senti que ele era de verdade naquele mesmo dia em que ele estava na festa, mascarado, deixando aparecer somente uma parte do rosto, nós dançamos e trocamos uma palavra ,naquele dia eu tinha quase certeza que era ele, e que o conhecia de algum lugar, mas em minha memoria ficou aquela noite, aquela dança ,aquele olhar e com isso meu amor platônico foi aumentando, até que o vi de novo ,estava atrás do espelho em meu quarto, não pude acreditar no que via ,era ele então instintivamente me deixei levar pela emoção do mistério, no fim de tudo nos beijamos, maaais eu não sei sabe, eu nem lhe conheço direito, percebo que há mágoa em seu coração, ele fica as escondidas como um fantasma, é isso ele é quase um fantasma como pude me apaixonar por ele? tenho medo de que ele seja uma futura decepção amorosa.- respondi
O amor é assim algo complexo, isso que o torna mais formoso-Olívia



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...