História Fantastic Beasts- Casos do mundo magico. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Personagens Originais
Tags Animais Fantásticos, Casos
Exibições 7
Palavras 586
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sinopse do capítulo: Os animais magicos estão a solta por Londres causando destruição e confusão, Steven e Mathilda vão atrás do Não-Maj que viu tudo e com o seu testemunho ameaça o mundo bruxo.

Capítulo 3 - Capítulo 2- Encontro com o Não-Maj.


Fanfic / Fanfiction Fantastic Beasts- Casos do mundo magico. - Capítulo 3 - Capítulo 2- Encontro com o Não-Maj.


O sol estava nascendo, um novo dia começava para Londres, os comerciantes abriam suas lojas e as fabricas suas maquinas. Steven e Mathilda estavam a procura do Não-Maj pelas ruas, eles achavam grandes rastros de destruição.

Mathilda: Por Merlin, quando os trouxas acordarem vão ver tudo destruido.

Enquanto ela reclamava, Steven usava o feitiço Reparo nas coisas destruidas, aproveitando que os Não-Majs não estavam na rua. 

Mathilda: Então como vamos encontrar o homem?

Steven apontou a varinha para a rua, a girou e ditou as palavras "Homenum Revelio" e sombras espectrais apareceram em todas as residencias. Mathilda ficou em duvida, por que como achariam aquele trouxa, Steven era um legilimente, e usando suas habilidades filtrou os pensamentos de todos até achar o do Não-Maj.

Steven: Sabe voar?

Mathilda: Não.

Ele sorriu maliciosamente para ela, foi para trás dela sem intimidade, segurou em seus braços e os dois foram cobertos por uma nuvem densa branca sendo levados ao céu. Mathilda gritava, ela nunca havia voado antes assim, Steven era insano fazendo manobras para desviar de predios grandes, Steven deu uma descida brusca como um foguete, flutuou acima do asfalto e pousou soltando Mathilda a beira de vomitar.

Steven: Pode vomitar se quizer.

Ela foi ate uma lixeira e chamou o Raul, enquanto Steven usava Homenum Revelio na rua em que pousaram.

Steven: Achei. - Ele foi ate um predio, nao era alto so tinha 7 (sete) andares, a frente era meio velha com a tinta descascando. Steven abriu a porta e Mathilda veio atrás dele, aquilo era um apartamento, eles estavam no meio de uma pequena recepção enquanto uma velha estava no balcão vendo TV.

Mathilda: O que vamos fazer quanto a essa trouxa?

Steven: Deixa comigo. -Ele foi ate o balcão, ela virou-se para ele.

Recepcionista: O que deseja? -Disse a velha em um tom monotono e arrogante.

Steven apontou a varinha para ela rapidamente, e do pico do projetil foi conjurado um flash branco que apagou a mulher. 

Mathilda: O que voce fez?

Steven: Livro de feitiços avançado.

Mathilda foi ate a senhora, enquanto a oblivia-va Steven subiu as escadas, se concentrou e chegou a sua cabeça milhares de pensamentos, ate pensamentos explícitos. mas para sua sorte o homem que testemunhou tudo saiu de um dos quartos, que ao ver Steven correu para dentro.

Steven foi ate a porta, bateu três veses mas não obteve respostas.

Henry: Não tem ninguem em casa!- Gritou o Não-Maj atrás da porta.

Steven: Então quem ta falando?

Henry: Essa é uma mensagem gravada -Falou Henry imitando uma voz robotica eletronica.

Steven: Trouxa.- Steven apontou sua varinha para a porta, tomou distancie e disse "Diffindo" e com um movimento circular da varinha foi-se feito um buraco na porta. enquanto Henry estava encolhido observando tudo.

Henry: Não me machuca.

Steven: Calma ta legal? eu vou te ajudar.

Mathilda chegou bem na hora.

Mathilda: Temos que leva-lo ao Ministério.

A caminho do Ministério da Magia, Henry acompanhava os dois bruxos ainda confuso.

Henry: Espera, Aquilo que eu vi, não era para eu ter visto?

Mathilda: De fato, a magia não pode ser revelado a aqueles que nao possuem magia, chamamos de trouxas.

Steven: Eu chamo de Não-Majs, é mais educado e menos ofensivo.

O tempo começou a fechar, mal havia gente nas ruas, as nuvens se juntavam criando uma cumulonimbus enorme, um vento gelido vinha de muitas direções.

Steven: Corram! -gritou ele-

Henry: Mas o que é aquilo?

Steven: Dementadores, Sairam da minha mala.

Diziam eles correndo, Mathilda fez sinal para eles seguirem ela, ela os levou ate uma rua, ela abriu a porta do predio, os dementadores começaram a rodear o predio.

Steven: Onde estamos?

Eles estavam diante de uma escada encostada na parede.

Mathilda: Minha casa.


Notas Finais


Homenum Revelio: Feitiço descobridor de pessoas
feitiço que o Steven usou para desmaiar a senhora "Desmaio"
Os episodios são curtinhos mesmo para combinar com o titulo, ja hoje la pra mas tarde vou enviar outro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...