História Fantastic Beasts- Casos do mundo magico. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Personagens Originais
Tags Animais Fantásticos, Casos
Exibições 3
Palavras 543
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sinopse do capítulo:
Enquanto estão na casa de Mathilda e Marie, Steven precisa fazer uma coisa em sua maleta, checar quais criaturas fugiram e se as que ficaram estão bem.

Capítulo 6 - Capítulo 4- Dentro da Maleta.


Fanfic / Fanfiction Fantastic Beasts- Casos do mundo magico. - Capítulo 6 - Capítulo 4- Dentro da Maleta.

Steven desceu as escadas, ate uma área retangular. Henry caiu direto batendo com os glúteos no chão. Steven se virou para ele com uma cara de sério.

Henry: Por que saiu de la? -Disse Henry enquanto se levantava.

Steven: Legilimentes sentem quando suas mentes estão sendo invadidas por outros, ela estava tentando quebrar meu bloqueio.

Henry: É o que ela estava vendo?

Steven puxou uma cadeira onde se sentou.

Steven: Perdi minha mãe com 16 (Dezesseis) anos e meu pai também, Lembrar disso é como ser atingido por uma faca encantada, que te corrói por dentro e depois te mata. -Steven pode ser um homem reservado, mas quando é para chorar ele chora com vontade.

Steven: Não tenho esposa, irmãos, Família, Filhos ou Amigos.

Henry: Eu sou seu amigo, não sou?

Eles se entreolharam, Steven se levantou e o abraçou, desabando em lágrimas no ombro de Henry. 

Steven: Quero te amostras uma coisa. -Steven retirou a varinha e abriu uma portinha, quando Henry passou pela porta ele arregalou os olhos ao ver o tamanho da maleta por dentro.

Henry: Isso não faz sentido.

Steven: Nem tudo faz, o mundo bruxo não precisa. - Steven pegou um balde- Pode segura para mim?

Henry: Posso. -Henry pegou o balde.

Steven seguiu um outro caminho. Henry ficou parado no lugar mas foi puxado magicamente até um lugar que parecia um cenário. o cenário era vegetal, uma árvore cheia de Tronquilho, e um ninho de Occami.

Henry: O que são essas coisas? -Disse Henry perto da árvore de Tronquilho.

Steven: Tronquilhos, meu avô cuidava deles mas ai eu herdei a Maleta e desde então cuido deles. - Steven estava dando comida aos Occamis.

Henry: É você pensa em vender a maleta?

Steven: Não, Penso em achar um local seguro, um santuário para cada um deles.

Henry: Um lugar afastado da população.

Steven: É.

Steven: Ah não.

Henry: O que foi?

Steven: Meu hipógrifo escapou, junto com um dos Occamis, meu seminviso e... Merda. -Ele foi ate uma área grande, que tinha uma ruína de Castelo.

Henry: O que mais escapou?

Steven: Meus dementadores. São criaturas terríveis, a MACUSA estava em estado crítico por conta da superlotação de dementadores em Nova York daí eu os confinei na maleta.

Henry: É eles não atacam seus animais?

Steven: Não. -Steven sacolejou sua varinha então disse "Expecto Patronum" e um jaguar prateado foi conjurado.

Henry: Incrível. -Henry olhou a sua volta- Eu vou ter que esqueçe isso tudo?

Steven olhou para baixo, enquanto pegava o balde da mão de Henry, foi ate uma montanha onde uma gigante lua pairava no ar, vários carneiros negros correram para perto de Steven enquanto o Auror jogava comida para os animais.

Henry: Vou ter que esqueçe ne?

Steven: Vai -Steven se virou para Henry enquanto ia até um cenário diferente, desértico com uma gigantesca pedra no meio.

Henry: O que era para ter aqui?

Steven: Um pássaro-Trovão.

Steven: Vamos subir.

Eles voltaram para a canarinha, subiram a escadinha e voltaram para o apartamento. Mathilda e Marie preparavam o almoço já, já que eram quase meio dia.

Mathilda: Então?

Steven: Vamos procurar meus animais...

Marie: Vou com vocês.

Henry: Eu sou a favor.

Marie: Vamos.

Marie e Henry sairam deixando Steven e Mathilda.

Steven: Ela se ligou que o fogão está ligado?

Mathilda: Não.

Mathilda também saiu, Steven pegou sua maleta e com sua varinha vez um movimento na direção do fogão o desligando e assim saiu do apartamento fechando a porta e a lavrando com o "Colloportus".



Notas Finais


Lembrando que serão 2 capítulos por dia. Tá bom? A final de contas isso aqui é a trama principal depois que ela for resolvida que virão os casos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...