Hist√≥ria Fantasy - Vhope, Namjin ūüĆą - Cap√≠tulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Chanbaek, Fantasia, Festa, Hoseok, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Namjin, Namjoon, Seokjin, Taehyung, Taeseok, Vhope, Yoongi
Visualiza√ß√Ķes 98
Palavras 1.753
Terminada N√£o
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta hist√≥ria s√£o apenas alus√Ķes a pessoas reais e nenhuma das situa√ß√Ķes e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma fic√ß√£o. Os eventuais personagens originais desta hist√≥ria s√£o de minha propriedade intelectual. Hist√≥ria sem fins lucrativos, feita apenas de f√£ para f√£ sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu sinto que depois desse capítulo muitos vão querer me matar, maaaaas eu ainda vou postar xjmdkdjf

TENHAM UMA BOA LEITURA, E NAO QUEIRAM ME MATAR, AMO VCS

Capítulo 12 - Twelve.


Fanfic / Fanfiction Fantasy - Vhope, Namjin 🌈 - Cap√≠tulo 12 - Twelve.

P.O.V *--Yoongi--*

*--Flashback On--*

– Yoongi, pode me levar pro banheiro, eu acho que vou vomitar - pediu Jinnie baixinho, logo após esbarrar de propósito no Namjoon, eu assenti e guiei ele.

Bom, você me pergunta o por quê de eu ter beijado o Jin? Não, eu não tenho sentimentos pelo Seok, é só que eu não podia deixar NamJoon falar daquele jeito com o Jin, eu sei dos sentimentos do Hyung pelo RapMon, e porra! É totalmente ridículo e idiota o NamJoon ser tão cego a ponto de não ver que ele machuca o Seokjin toda vez que o chama de "melhor amigo" ou até nas vezes que ela fala de Yangi ou ouve a garota falando sobre transar com ele. O NamJoon é um idiota que não merece nem um terço dos sentimentos verdadeiros do menino, que mesmo não demonstrando, é muito frágil.

– Eu não me sinto bem, Yoonie, eu quero vomitar e eu quero chorar - ele disse, já ajoelhado na frente do privada, prestes a vomitar, ele também tinha a voz embargada.

– Calma Jin, vai passar - eu tentei acalma-lo, passando minha mãos em um gesto carinhoso nas suas costas.

– Não! Yoongi, não vai passar, Namjoon nunca vai me olhar de outro jeito sem ser como melhor amigo! - ele aumentou o tom de voz e depois abaixou e sussurou- Eu tô cansado disso tudo.

– Jin, se acalma - e então eu o abracei - Quem tá perdendo a pessoa incrível que você é, é ele. Qualquer pessoa teria sorte de ter um namorado como você.

– Droga, Yoongie, por que eu não me apaixonei por você? Seria tão mais fácil, você é uma pessoa maravilhosa - e então ele me abraçou de volta, me apertando.

– Não escolhemos por quem nos apaixonamos, a vida tende a ser difícil - sorri em meio ao abraço, Jin parecia ter se acalmado.

– Yoongi… - e então ele logo se soltou do abraço e voltou a cabeça para a privada, logo vomitando - Droga.

Ficamos mais um pouco de tempo no banheiro, até Jin falar que já estava melhor, perguntei se ele iria querer dormir no quarto de Namjoon, e ele obviamente disse que não, então fomos para o último andar, a sala de jogos. Estiquei o sofá-cama e me sentei, logo depois Jin veio e se sentou do meu lado, apoiando a cabeça no meu ombro. Voltando a chorar.

– Eu não entendo, droga, como ele pode ser tão cego, não tá na cara que eu gosto dele? - ele me perguntou, com sua voz de choro.

– Sim Jin, está na cara, mas só percebemos as coisas quando queremos, e eu acho que ele ainda não está disposto a perceber. Você é forte, vai superar numa boa - respondi, não queria vê-lo chorando mais.

– Você precisa me ajudar, tenho que fazer ele perceber, eu não tenho coragem de me declarar, pelo menos se ele perceber vou saber a reação dele, não sei se eu consigo suportar isso por mais tempo - ele me disse, ainda com a voz embargada.

– Jin… - tentei tirar aquilo da cabeça dele, mas ele me interrompeu.

– Por favor, Yoonie, eu vou te pedir uma coisa, e você tem que aceitar, e me ajudar - ele disse baixinho, ainda chorando.

– … - fiquei em silêncio, esperando que ele continuasse, não estava com um pressentimento muito bom sobre isso.

– Yoongi, você precisa namorar comigo - ele disse por fim, e eu continuei em silêncio - Yoongi, você quer ou não namorar comigo? - e então ele me encarou com os olhos brilhando em lágrimas, e um olhar de cachorro pidão.

_ Droga, Jin, por que você tem que ser tão fofo - ele deu um meio sorriso, mas seu choro não havia cessado - Tudo bem, Jin, eu aceito ser seu namorado por uns dias.

Foi assim que dormirmos, enquanto eu o consolava.

*--Flashback Off--*

– Yoongi e eu estamos namorando - se pronunciou Jin, pela primeira vez naquela tarde.

E agora aqui estou eu, sendo encarado profundamente em um olhar surpreso e, especificamente em um olhar mortal do NamJoon. Eu não estava confiante, era a primeira vez que eu estava "namorando" e eu definitivamente não sei como agir, então puxei a mão do Jin - que estava sentado do meu lado - e entrelacei meus dedos nos seus, era uma sensação estranha, eu considero Jin meu irmão mais novo, mesmo ele sendo mais velho.

– É estamos namorando - respondi, sem nenhum pingo dá minha habitual confiança, eu estava nervoso, eu não devia ter aceitado isso.

– AH NOSSA, POR ESSA EU NÃO ESPERAVA - praticamente gritou Jimin - COMO ASSIM O SENHOR MIN YOONGI PEDIU MEU JIN EM NAMORO SEM PEDIR PERMISSÃO? - ele enfatizou o "meu" e eu no máximo ri de nervoso.

– Na verdade...Não foi o Yoongi que fez o pedido, fui eu - respondeu o Jin, de um jeito totalmente tímido. Esse garoto atuava bem.

– Quem não esperava por essa agora fui eu, achei que você que iria tomar o controle da situação Yoongi - brincou Taehyung e eu corei. Sim. Eu corei, droga por que Tae tinha sempre que falar coisas vergonhosas?

– Pare de falar coisas assim Taehyung, está deixando o Yoongi envergonhado - o repreendeu Hoseok, e eu agradeci mentalmente assim que Tae calou a boca - Parabéns ao casal - sorriu com seu coração labial.

– Falando assim nem parece que você é o próprio que adora deixar os outros com vergonha - disse Tae para o Jung, eu já havia percebido desde ontem que o Hoseok estava provocando o Kim.

– Não sei do que você está falando, Kim Taehyung - o Hoseok sorriu totalmente em falso para Tae, o mesmo revirou os olhos e desviou o olhar.

– Parabéns ao casal, são fofos - disse Mark sorrindo, ele já parecia mais familiarizado com as pessoas. E Jackson ao seu lado concordou, também sorrindo.

– Quando isso aconteceu? - perguntou Jungkook curioso e desconfiado, e eu olhei desesperadamente para o Jin, e ele parecia totalmente calmo.

– Depois que o Yoongi me beijou, saímos para conversar, e ele disse que poderia estar gostando de mim, então eu disse para nós dois nos darmos uma chance, e pedi ele em namoro - eu nunca havia visto alguém mentir tão na cara dura e parecer tão calmo e inocente. Eu deveria aprender um pouco com ele, já que meu coração parecia querer pular pra fora, só de estar mentindo tanto.

– Algumas pessoas deveriam tomar essa mesma coragem e se declarar, sabe, negar os sentimentos que sente por alguém é a pior coisa a se fazer. Isso machuca tanto a você mesmo, quanto a outra pessoa - se pronunciou o Byun, intercalando seu olhar para Chanyeol, que estava ao seu lado e Namjoon, que estava um pouco mais afastado e ouvia suas palavras atentamente. Ele não tinha falado nada sobre o meu "relacionamento" e do Jin. Byun parecia triste ao falar, ChanYeol o olhava cabisbaixo, parecia ter acontecido alguma coisa - Bom, acho melhor continuarmos a limpar, se não, não vamos acabar isso hoje - ele disse tentando quebrar o clima, já se levantando, pegando a vassoura e se dirigindo a cozinha - Felicidades ao casal.

Todos nós se levantamos e pegamos algo que nos ajudaria a limpar a casa, o dia seria longo, e eu já estava esgotado. Foi um dia um tanto estranho, depois de um tempo Baekhyun parecia querer falar com o ChanYeol, mas o maior parecia querer fugir, algo definitivamente aconteceu entre eles.

P.O.V *--BaekHyun--*

Dia seguinte, segunda-feira

Faculdade.

Depois daquele momento na casa do NamJoon, ChanYeol parecia me ignorar. Eu tentei falar diversas vezes com ele, mas ele nem se dava ao trabalho de me dizer uma desculpa esfarrapada, passei o resto do dia da limpeza sendo ignorado pelo Park. E quando cheguei em casa, liguei para ele várias vezes, mandei muitas mensagens e ele apenas as visualizava e não respondia. Eu precisava falar com ele, mas decidi dar um tempo pra ele pensar em como estava agindo de forma totalmente infantil e imatura. Mas ele obviamente não veio falar comigo, Park ChanYeol é um idiota cabeça dura.

E esse é o motivo que nesse momento estou rodando os corredores da faculdade a procura do garoto idiota de orelhas grandes e 1,85. Eu não vou permitir que ele me ignore assim, não sou uma de suas putas quaisquer. Depois de muito tempo rondando a faculdade eu finalmente achei ele, mas ele não estava sozinho, estava com a Minji, os dois estavam praticamente se comendo na porta do armário da garoto - onde praticamente tinha um corredor lotado de alunos que poderiam ver aquila cena - mas eu não iria me deixar demonstrar que fiquei abatido quando ele me viu.

– Channie, precisamos conversar sobre isso - tentei falar firme, mas assim que ele continuou a se beijar com a namorada dele, mesmo depois de me ver ali, me magoou profundamente, e eu senti meus olhos marejarem - ChanYeollie! - falei um pouco mais alto, alguns alunos já me observavam.

– Eu não sei do que você está falando, Byun, agora dá pra me deixar em paz, eu estou muito ocupado com a minha namoradA - ele disse com o tom de voz alto, fingiu não entender e deu ênfase no "A" de namorada. Os alunos já prestável atenção na gente.

– Channie… - sussurei, eu não era de me rebaixar facilmente, mas o tom de voz dele era ameaçador.

– Não me chame assim, Byun - ele respondeu frio, a namorada dele me olhava com uma cara de nojo, eu definitivamente não gosto dessa puta.

– NÃO PODE ME IGNORAR ASSIM - praticamente gritei, e no mesmo momento que eu disse, o barulho das conversas aleatórias dos outros estudantes havia parado. Senti como se toda a faculdade olhasse pra mim - Chanyeol… - tentei tocar e segurar em seu braço, mas ele tirou rapidamente.

– Eu não sei do que você está falando Byun, agora tire a mão do meu braço, e me deixe ir, estou ocupado - e então ele foi abrindo espaço na multidão de gente que olhava a cena, saiu com a mão na bunda de Minji, mas antes de sair definitivamente, olhou pra trás.

– Yeollie… - murmurei enquanto ele me olhava, as lágrimas já queriam cair dos meus olhos.

– Me esquece, Baekhyun - ele disse em alto e bom som, para todo mundo ouvir, e virou para sair, me deixando ali. Meu rosto já estava repleto de lágrimas que escorriam pelos meus olhos, borrando meu delineador que estava tão bem feito.


Notas Finais


ENTAO PESSOAL, TEVE P.O.V DO YOONGI E P.O.V DO BAEK, NAO ME MATEM, ERAM NECESSÁRIO, EU AMO VCS *desviando das facas*

OQ ACHARAM DO CAPÍTULO?? QUEREM ME MATAR MUITO??
Favoritem e comentem, amo vcs

Perguntinha de hj :
Tem algum Threesome (casal de três pessoas) que vcs shippam muito no BTS ou no EXO?

Minha resposta é: Taeyoonseok e ChanBaekSoo, meus 3somes favs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...