História Fantasy - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chen, Personagens Originais, Sehun, Xiumin
Tags Chen, Chenmin, Exo, Fluffy, Xiuchen, Xiumin, Yaoi
Visualizações 33
Palavras 1.430
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Obrigada pelos favoritos e comentários, amo vocês! :3
Boa Leitura!

Capítulo 7 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction Fantasy - Capítulo 7 - Capítulo 6

 

Após uns 5 minutos Chen bateu na porta e perguntou se eu já havia terminado e eu tive que falar que sim e abrir a porta para ver o que ele queria:

- Oi.. - Eu falei sem jeito

- Oi! - Ele falou animado

- Porque está animado?

- Ontem.

- Ontem?

- Sim, ontem você foi para a janela

- E daí?

- E daí que se você foi para a janela era porque não conseguia dormir e se não conseguia dormir era porque estava pensando, e pensaria em mais quem se não em mim? 

- E-eu não estava pensando em você..

- Ah então estava pensando em quem?

- Em ninguém, apenas estava sem sono..
Ele foi se aproximando e disse:

- Pode falar a verdade, eu sei que você estava pensando em mim..

- Como pode ter tanta certeza?

- Porque eu também não conseguia dormir pensando em você.. Fala a verdade eu mexo um pouquinho com você não é mesmo?

- U-um pouquinho..

Quêêê? Porque eu falei isso? Esse cara olha o que ele está fazendo, estou falando sem pensar

- Está vendo? Eu sabia! 

- Convencido...

Ele se aproximou mais e me beijou, leve e suave.. Uma de suas mãos foram passando por meus cabelos, minhas mãos foram para sua cintura, meu coração palpitava rapidamente e meu rosto estava com um leve tom vermelho. Eu sentia seus lábios macios tocando os meus, sua língua quente se movimentando em minha boca, eu já estava sem ar mas simplesmente não conseguia separar os meus lábios dos seus, eu o puxava para mais perto de mim até que em um movimento rápido eu me separo dele, o que eu estava fazendo? Isso não é certo.. Chen me olhava com um olhar confuso, mas que droga porque ele me olha com esses olhinhos? Aah quem eu estou tentando enganar? Eu quero tanto isso quanto ele. Eu me aproximo aos poucos dele e digo rente ao seu ouvido:

- Podemos ir para outro lugar?

- A minha casa serve?

- Serve sim.. - Eu sorri e agarrei sua mão o puxando para fora do quarto para que fossemos a sua casa

Sehun não estava na sala o que foi estranho, mas não me importei muito com isso, apenas queria mais que tudo naquele momento ir para sua casa e beijá-lo novamente. Ao chegarmos em sua casa subimos as escadas para irmos ao seu quarto. Ele me deitou na cama e ficou por cima de mim me beijando, sentir aquela sensação de novo foi satisfatório.. Ele foi descendo sua mão e a colocou embaixo de minha camiseta e eu estremeci com seu toque

- Se você não quiser podemos parar.. - Ele disse ao perceber o meu corpo trêmulo

- E-eu quero, seja gentil comigo.. - Eu disse ruborizado

Ele sorriu de forma fofa e tirou minha camiseta. Minhas mãos foram até seus ombros e dele foram até sua gravata desatando-a e abrindo os três primeiros botões de suas blusa social branca já deixando a mostra seu peitoral, eu o empurrei fazendo-o ficar deitado na cama e sentei em cima de seu colo abrindo o resto dos botões lentamente, até que sou interrompido com um barulho, era seu celular.. Poxa, justo agora? Eu fui até o bolso de sua calça e peguei o celular, era Sehun.. Será que aconteceu algo?

- É o Sehun.. É melhor atender - Eu falei e ele assentiu, então eu mesmo atendi:

- Chen? O que aconteceu cadê o Xiumin?

- Oi Sehun..

- Xiumin? Você está bem? Onde você está?

- Na casa do Chen

- Fazendo o quê?

- B-bom, assinar uns papéis..

- Papéis?

- S-sim..

- Porque está gaguejando?

- E-eu N-não estou G-g-gaguejando..

- Claro que está! Tem algo acontecendo, estou indo para aí!

- NÃO! - Eu gritei 

- Porque ficou tão nervoso?

- N-nada, só não precisa vir Sehun, só estou assinando uns papéis para o emprego entende?

- Hum, certo... - Desliguei o celular

Me levantei e o coloquei em uma cômoda 

- O que ele queria? - Chen perguntou

- Saber onde eu estava..

- Oh sim, ele se preocupa muito com você né?

- O que quer dizer com isso?

- Nada..

Fui até ele e sentei ao seu lado e disse:

- C-chen?

- Huh? - Ele sorriu, provavelmente já sabia o que eu queria, só queria ouvir eu falar.

- A gente pode C-continuar?

Ele sorriu e me deitou na cama e tirou minha bermuda juntamente com minha box e logo depois tirou sua calça e sua box deixando seu membro já ereto a mostra, ele me deu sua mão e eu a segurei e falei:

- C-chen, por favor... Vai...

Ele assentiu e começou devagar e foi aumentando os movimentos eu gemia a cada estocada, até que ele deu uma estocada forte e funda me fazendo gemer alto seu nome e apertar mais sua mão 

- C-chen, lá, denovo.. - Eu falei fazendo pequenas pausas, ele sorriu malicioso e ao mesmo tempo fofo e fez novamente me fazendo enlouquecer, resolvemos mudar de posição, dessa vez ele ficou por baixo e eu por cima ao olhar de relance para a janela eu vejo Sehun lá embaixo quando vê que eu o vi o mesmo sai correndo e eu logo saio de cima de Chen 

- P-pequeno? Eu te machuquei muito não foi? D-desculpa, não foi de propósito, eu não devia ter ido forte.. - Ele disse e me abraçou eu o afastei e disse

- Você não fez nada.. S-sehun, ele estava nos vendo pela janela, eu esqueci de fechar é tudo culpa minha, como vou olhar para a cara dele novamente? Sem contar que ele olhava com uma cara triste..

- Ele gosta de você.

- Quê? Não. Claro que não.

- Claro que sim, só você não percebe..

 Fiquei quieto, não sabia o que dizer

- Se não conseguir mais vê-lo pode morar comigo

- N-não, eu devo explicações para ele..

- Eu vou com você falar com ele..

- Sério?

- Sim.

Eu estava um pouco mais aliviado agora que eu não teria mais que ir falar com ele sozinho, mas ainda assim estava um pouco nervoso 

- Vamos nos vestir, é melhor irmos agora.. - Eu falei

- Certo..

Começamos a nos vestir e eu comecei a olhar para ele

- Que foi? - ele perguntou

- E-eu nem consegui fazer você chegar ao ápice..

Ele me abraçou e disse:

- Não se preocupe com isso agora, você vai me recompensar de noite né? - Ele disse fazendo uma cara fofa

- S-sim irei..

- Estou brincando.. Não precisa, eu já estou bastante satisfeito.

- Mas eu quero! - Eu disse inibido

- Bom, então ai já é outra história! - Ele sorriu

Então terminamos de nos vestir e fomos até a casa de Sehun e tocamos a campainha.. Esperamos e nada.. Até que Sehun aparece na janela e diz

- Xiumin pode entrar... Você não...

Chen olhou para mim e eu assenti, todo o nevorsismo voltou já que agora Chen não poderia me acompanhar, mas eu me mantive calmo e destemido a ir sozinho e falar com ele

- Eu vou te esperar aqui tá? - Ele disse

Sehun abriu a porta para mim entrar e assim eu fiz, quando entrei ele fechou a porta, sentou-se e ficou quieto e quebrando o silêncio entre nós dois eu disse:

- O-o que você viu?

- Você sabe o que eu vi

- Olha eu amo ele, não há nada que eu possa fazer, quando o assunto é ele eu não penso direito, só acontece..

- Só acontece? Porque você não poderia ao menos se perguntar como eu me sentiria em relação a isso? Xiumin.. Eu te... Odeio!

- Entendo que você esteja me odiando agora, desculpa Sehun, por não poder aceitar seus sentimentos..

- Xiumin.. Por favor.. Sai.. Me deixa sozinho..

- Certo... 

Me virei e fui em direção a porta e sai, Chen estava lá com uma cara de "o que aconteceu", mas não me perguntou nada então eu resolvi não falar, ele pegou em minha mão e fomos em direção a sua casa.

Chegando lá Chen me puxou em direção ao sofá, se sentou e fez eu me sentar em seu colo me abraçou e disse:

- Ele pode estar magoado no momento mas vai passar...

Não havia nada que eu pudesse falar, eu queria ouvir as palavras de Chen e me reconfortar, mas ao lembrar do rosto de Sehun eu ficava triste e me sentia culpado..
 


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Beijinhos :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...