História Fantasy - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Kristao, Sulay, Xiuchen
Visualizações 147
Palavras 2.158
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo 01


Fanfic / Fanfiction Fantasy - Capítulo 1 - Capítulo 01

KyungSoo

Era uma fantasia, ter dias bons e ver o sol brilhar para mim, como se ele tivesse ali só por mim. Flores coloridas pelo jardim, sem maldade, sem raiva, sem faltar pessoas que te façam bem, que façam você ter certeza que vale a pena, que te faça sentir vivo. Mas no momento, eu estou preso em um reino chato e ruim, e aí me dou conta que as coisas não são bem como imaginamos. Acho que não sou muito bem vindo aqui, com essa família que nem é minha de verdade, ou nunca me fizeram sentir parte, resumindo, sou o único filho adotado. Eu e meus irmãos moramos todos juntos, já que nossos pais assim que fizemos a maior idade nos mandou embora, como um cachorro molhado cheio de lama.. péssimo exemplo, mas foi mais ou menos isso. Como desconfiava, eles descartaram essa ideia de morarmos sozinhos quando viu que eu me sentia mais livre. Eu e Luhan somos os mais unidos dos irmãos, mesmo ele sendo um híbrido e eu um ômega, ele cuida muito de mim, Xiumin é um belo ômega, menos o JungKook, o irmão alfa metido, que apesar de ser bem mandão, ele também nos protege. O reino do nossos pais Zitao e Yifan é bem diferente dos outros, aqui todos são quietos na sua, mas se um mexer com o que não lhe pertence, não há limitação, não há punição sobre o que será feito, apenas, boa sorte.

Flashback

- Pare de correr tanto, Xiumin. - pedi ofegante, tentando o acompanhar.

- Anda, KyungSoo, não seja mole. - continuou ainda mais rápido. - Duvido você correr tanto quanto eu, seu lobo bobinho.

- Por que você corre tão rápido se é um ômega como eu? - deitei no chão de barriga para cima.

- Porque eu sou um ômega diferente de vocês. - veio até mim andando devagar. - Se Yifan nos ver em forma de lobo ele nos mata.

- O Soo não quer levar bronca dele de novo, Min.

- Então melhor entrarmos, vamos nos limpar.

- Minnie, eu acho que me machuquei. - murmurei. - Está doendo, não consigo andar direito.

- Saia de sua forma e suba nas minhas costas. - se colocou na minha frente.

- Mas o Soo vai ficar sem roupa? - perguntei assustado e ele riu.

- Não tem problema, não tenha vergonha de mim, Soo. - me balançou. - Agora suba.

- Tudo bem..

Subi nas costas de Minseok, eu adorava seu pelo macio, Minseok era o ômega mais belo do reino. Deitei minha cabeça perto de seu pescoço, e mesmo pequeno, eu ficava perfeitamente em cima dele.

- Xiumin, quando vamos embora daqui?

- Fique quietinho, Soo. - continuou andando pela floresta, já dava pra ver a enorme mansão de longe.

- Mas eu quero saber, não quero mais servir aos alfas daqui. - o abracei mais forte, sentindo um vento frio e pequenas gotas de chuva caindo em meu corpo.

- Eu sinto muito, pequeno Soo. - abaixou sua cabeça. - Odeio quando isso acontece, queria fazer algo para impedir, mas ainda sou apenas um ômega.

- Você não é apenas um ômega, é o mais lindo e forte de todos. Um dia quero viver só com você e o Luhannie.

- E o JungKook?

-Ele não liga tanto pra gente, né? Mas eu ainda o amo.

- Talvez. Yixing é o nosso amigo daqui, ele também poderia viver comigo, com você, Xiumin e até JungKook.

- Posso te contar uma coisa, Min? - perguntei rindo baixinho, com certeza ele estranhou.

- Hmm.. pode, mas não vá falar besteiras.

- A Naomi é tão chata quanto nossos appas, ela tirou o joguinho do Yixing só porque ele a xingou.

- Yixing a xingou? - perguntou divertido. - Ah, ninguém segura aquele menino. Nunca repita isso, KyungSoo, é muito feio.

- Mas bem que o Soo queria. - suspirei e fechei meus olhos. - Naomi chata...

- Pare.

- Naomi chata...

- KyungSoo! - parou de andar.

- Ok, desculpe. - pedi baixo.

.

.

2 ano depois...

- Ei, ômega, acorde. - ouvi a voz grossa de JungKook me chamar.

- Não pode me chamar pelo nome, Kookie? - levantei coçando os olhos.

- Pare de me chamar de Kookie. - mandou me puxando de cima da cama. - Nossos pais mandou você para os alfas.

- De novo? - me soltei dele rapidamente. - Eles querem me usar para satisfazer outros? Fazia tempo que isso não acontecia.

- É surdo? - revirou os olhos encostado na parede.

- Kookie! - o chamei com os olhos marejados. - Você vai deixar?

- Não há nada que eu possa fazer, KyungSoo. - suspirou aparentemente chateado. - Lembra da última vez que eu os enfrentei para defender você?

- Lembro. Não há nada que possa fazer, desculpe. - enxuguei as finas lágrimas que haviam descido.

JungKook veio até mim e me ajudou a secar-las, do seu jeito nada delicado, mas eu sei que ele não queria aquilo, já tentou muitas coisas para nos proteger e acabou literalmente destruído.

- Por que eles odeiam o Soo, Kookie? - abaixei minha cabeça e JungKook fez um carinho.

- Tudo que é belo, as pessoas querem quebrar. Me escute, você quer viver uma vida feliz? - assenti repetidamente. - Então devemos ser pacientes.

- Os alfas são malvados, eles machucam.

- Eu sou malvado? - perguntou levantando minha cabeça.

- Às vezes.

- Entendo. - riu soprado. - Fique pronto, sabe que se você se atrasar Yifan vai ficar irritado.

- O KyungSoo não vai fazer isso. - Luhan disse nos encarando de sua cama. - Zitao e Yifan enlouqueceram de vez! - falou alto fazendo Minseok se aconchegar mais nos travesseiros.

- Você não tem que querer nada. Eles falaram que é assim e vai ser assim.

- Não quero imaginar meu irmão transando com qualquer alfa, só por pura vingança daqueles que se dizem os pais de KyungSoo.

- Não é vingança, é realidade, acorda, Luhan. - falou bagunçando seus cabelos de um jeito nervoso.

- Você é um alfa, JungKook, pode para-los, principalmente aquele ômega que se faz de durão.

- Está falando de Zitao? Perdeu a noção mesmo. - negou com a cabeça. - Sinceramente, eu não ligo. Na verdade, eu cansei de dizer para vocês que não tenho poder algum aqui. - saiu batendo a porta.

- Tudo bem, Soo. - Luhan engatinhou até a mim na cama e me abraçou. - Um dia vamos ir embora daqui. JungKook é um covarde.

- Luhannie, JungKook já sofreu muito para nos proteger.

- Ele nem gosta da gente.

- Claro que gosta, por que fala isso?

- Porque eu sou um híbrido, e se ele mal aceita irmãos ômegas, imagina um híbrido. - deitou sua cabeça em meu peito e eu acariciei suas orelhinhas.

- JungKook é mais velho que a gente, apesar de ser alfa, o nosso pai é mais forte que ele.

- Pare de falar "nosso pai"! Já cansei de dizer que eles não são nossos pais, KyungSoo. - falou alto acordando Minseok.

Luhan não tem paciência mesmo quando se trata das escolhas de nossos appas.

- Ele não é meu pai biológico, mas ainda é de vocês.

A história que sempre me contaram, foi que eu fui largado próximo ao rio do reino, Zitao me achou e trouxe para cuidar de mim, mas na verdade quem cuidou de mim foi meus irmãos mais velhos, sou muito grato por terem me dado amor, pelo menos Minseok e Luhan, JungKook sempre foi muito quieto e afastado.

- O que houve? - Minseok perguntou confuso.

- Não é nada, Xiumin. - Luhan foi até ele e o cobriu novamente. - Pode dormir de novo, ainda está cedo.

- Vem, Soo. - Minseok esticou os braços, mas eu precisava ir, precisava fazer o que foi ordenado por Yifan.

- Eu vou ajudar o nosso appa... vou ajudar o Yifan com algumas coisas.

- Mas ele não dá trabalho pra nenhum ômega, não para nós. - franziu o cenho.

- Hoje ele resolveu fazer isso. - falei com um bico nos lábios. - Não precisam esperar por mim.

- O que vai fazer?

- Nada demais. - saí do quarto deixando Xiumin sem entender muita coisa.

Sei que se eu contasse, provavelmente ele ia querer ir no meu lugar só para me proteger, Yifan nunca deixaria porque seus filhos biológicos sempre foram bem tratados por ele, pelo menos eles não precisam passar por coisas ruins. Mesmo eu sendo o irmão mais novo, também quero deixar meus hyungs bem.

.

.

- Por que tanta demora? - Yifan me encarou sério.

- Desculpe, não sabia que eu teria que ficar no lugar de seus outros ômegas. - falei desviando o olhar, Yifan era intimidador.

- Eu nunca imaginei que fosse tão desejado. - riu sem humor. - Mas estou adorando a ideia, afinal, você não é pouca coisa. - me olhou de cima a baixo.

- Yifan, eu não acho que o Soo seria a pessoa certa para fazer isso. - brinquei com minhas mãos. - Das últimas vezes foram terríveis.

- Aish! Pare de falar assim, é irritante. - usou sua voz de alfa fazendo me encolher na cadeira.

- Desculpe. - pedi baixo. - E-Eu só..

Vi Zitao entrar na sala de seu escritório com um sorriso fechado nos lábios, então achei melhor me calar.

- Eles chegaram.

- Eles quem? - arqueou uma de suas sobrancelhas.

- Kwan e Jianyu.

No mesmo instante, Yifan mudou seu semblante de sério a contente, como se a solução de seus problemas tivessem chegado.

- Que ótimo. - disse se levantando. - Venha comigo, KyungSoo.

Companhei Yifan até a sala onde estavam sentados dois alfas, só de olhar dava pra ver o quão sério eles eram.

- Kwan, Jianyu, esses são Zitao e KyungSoo. - me puxou para seu lado. - Meu precioso filhinho.

- Ow, o famoso KyungSoo. - parou em minha frente. - Você é tão bonito. - fitou meu rosto e passou a mão levemente por ele.

- Eu sei que ele é, mas por enquanto, ainda é meu. - me afastou de Kwan.

- Relaxa, Kris. - riu baixo. - Quantos anos você tem?

- E-Eu? Eu..

- Ele tem dezenove. - Zitao respondeu dando tapinhas em minhas costas.

- Mas sabe, Kris.. Acho que só o KyungSoo é muito pouco. - Kwan disse pensativo.

- Se pedir demais vai ficar sem nenhum.

- Do que estão falando? - perguntei assustado, mas fui ignorado como de costume.

- Não estou pedindo eles, estou comprando.

- Zitao, você não vai deixar ele fazer isso, vai? - agarrei em seu braço.

Meus olhos já estavam ardendo, meu coração mais acelerado que nunca, só de imaginar ter que ir com aqueles dois. Pude ver JungKook que tinha toda libertade de andar pela mansão, nos observando de longe com um olhar triste, e quando viu que eu o percebi, simplesmente virou as costas e foi embora.

- Tem o Luhan, que apesar de ser um híbrido ele é lindo demais, como nunca vi antes, igual o KyungSoo. - apertou minhas bochechas.

- Yifan, o Luhan? - Zitao perguntou um pouco receoso. - Não acho que nossos filhos.. - Yifan o interrompeu.

- KyungSoo também é nosso filho. - apertou a mão de Zitao discretamente. - Pense no que vamos ganhar.

- Acho que está ótimo então. - Kwan falou aparentemente feliz.

- Não tem volta. 

- Digo o mesmo, Kris. - sorriu fechado.

- Eu não vou deixar meus irmãos, o S-Soo não quer isso. - pedi já derramando grossas lágrimas, enquanto os da sala me olhavam sem expressão, nem de arrependimento, muito menos de culpa.

- É melhor calar a boca e arrumar suas coisas. Fale com Luhan também, não estou com vontade de dar a tão maravilhosa notícia.

- Ô-Omegas não podem ser vendidos.

- Aqui pode. Agora vá, vá logo.

Corri para o quarto mesmo aos prantos, os que trabalhavam na casa me olhavam assustados, e não era pra menos.

- Soo, o que você tem? - Yixing tentou me acalmar, algo que não deu muito certo. - Respira, seja lá o que for, vamos dar um jeito.

- N-Não, Yixing.. o Zitao nos vendeu para um alfa, o Soo e o Luhannie.

- Vendeu vocês? Nunca vi isso acontecer aqui - arregalou os olhos.

- Ele o que? - Luhan e Minseok perguntaram boquiabertos. - O JungKook sabe disso?

- Acho que sim. Luhan, o que vamos fazer? Eu não quero ir. - falei entre soluços.

- Eu vou falar com Yifan! - disse saindo do quarto mas Yixing o puxou de volta.

- Está pedindo pra morrer?

- O que eu posso fazer? Não quero ser vendido, está louco?

- Espero que já tenham arrumado suas coisas. - Zitao disse encostado na porta. - Minseok, querido, faça as suas também. Será o trio da sorte. - riu sarcástico.

Minseok o tempo todo estava encolhido no canto da cama, desacreditando em tudo que era feito pelos dois.

- Vamos, se animem, vai ser muito bom. -bateu palma nos puxando da cama. - Temos presa, então agilizem, até amanhã deve estar tudo pronto.

. . .


Notas Finais


Acho que já leram algum ABO da vida, devem entender um pouco sobre isso, não vou mentir, amo fanfics assim *-* espero que gostem também ❤ se não, sai do meu churrasco ahsuajsuh
Não liguem se por acaso eu mudar algumas coisas, querendo ou não sempre mudo alguma coisa :/
É isso bbs, fiquem bem 💖💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...