História Feel Something - Interativa - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~LadySweetieHot

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yuma Mukami
Tags Hentai, Hetero, Interativa, Romance, Vampiros
Exibições 71
Palavras 387
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Aqui é a Milky!
Desculpem!Sei que ficou curto!
Eu espero que gostem da minha personagem ^^ Par do Ruki Mukami.
Boa leitura!

Capítulo 3 - Snow white - Matsui Aya


Fanfic / Fanfiction Feel Something - Interativa - Capítulo 3 - Snow white - Matsui Aya

Desci a escada em passos rápidos, meu uniforme deve estar todo amassado, mas não importa agora. Não é nada bom pra mim chegar atrazada logo no início da semana. A grande casa estava unicamente iluminava pelos feixes de raios solares que escapavam das frestas da janela. Dei graças por minha família ainda estar dormindo.
       Me dirigi à mesa, e tomei uma maçã da cesta de frutas, virei as costas para chegar na porta.
      - Você ainda está aí? - ouvi a voz irritante da minha madrasta soar em um tom de repreensão, revirei os olhos, bufando.
       - Não, já cheguei na escola, esse aqui é o meu clone. - lhe respondi, a olhando com o máximo de sarcasmo na voz. Não é possível que ela vai implicar justo agora.
       - Modos, Aya! Haja como uma dama uma vez na vida! - e lá estava ela, mais uma vez, com seu peito estufado, como se fosse superior. É sério, ninguém merece isso em plena segunda-feira de manhã.
       - Me poupe de suas asneiras, Penelope! - fiquei realmente irritada com seu olhar, se tem algo que não suporto mais que tudo, é isso!
      - Não trate sua mãe assim, Aya! - ouvi a voz de meu pai e direcionei meu olhar ao topo da escada, onde o mesmo se encontrava. Seus cabelos loiros estavam bagunçados e os olhos verdes demonstrando cansaço.
      - Ela não é minha mãe. Ela nem sequer me trata como filha! - após dizer isso, abri a porta e saí, fechando-a com uma força desnecessária. Senti o vento gélido tocar meu rosto, fazendo-me encolher ainda mais no casaco.

     Posso parecer um cordão de 
             vidro transparente.
    Mas não irei romper facilmente.
  
    Adentrei a sala, recebendo acenos de algumas pessoas. Seus sorrisos superficiais brotaram mais uma vez em seus rostos. Falsos. Claro que a filha de um advogado famoso recebe mais privilégio nessa escola. Isso é ridículo. Mas eu sei das minhas escolhas.
      Infelizmente, eu e Louise não ficamos na mesma classe esse ano, e isso é entediante, já que ela é a única pessoa que me entende. Baixei a cabeça sobre a  banca, a fim de descansar um pouco antes que o professor chegue.

       Será que eu pareço fraca?
Você estava preocupado comigo?
        Assim como o orvalho
         cintilante sobre a lua.
      Pareceu como se eu fosse  
             desaparecer?


Notas Finais


A música em negrito é Glass Bead do Gfriend!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...