História Feelings and pain - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Novos Titãs (Teen Titans)
Personagens Asa Noturna, Ciborgue, Estelar, Mutano, Personagens Originais, Ravena
Tags Ação, Aventura, Família, Romance, Sentimentos
Exibições 76
Palavras 1.320
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Outro cap, espero que gostem! Agora o Damian vai entrar na parada kkk,então...bora?^O^

Capítulo 35 - A típica 'primeira má impressão'!


Fanfic / Fanfiction Feelings and pain - Capítulo 35 - A típica 'primeira má impressão'!

---Mar'i---

Chegamos todos na frente da grande escadaria da mansão, e começamos a subi-la,no meio dela pude ver que alguém nos esperava. Ele tinha cabelos grisalhos e um terno sofisticado,e um olhar que não demonstrava nenhuma emoção,se parecia com um mordomo

Dick: Alfred...-então esse era seu nome

Alfred:Mestre Richard...-espera,MESTRE?!

Dick:Ele está aqui?-perguntou e o mordomo assentiu

Alfred:Acompanhem-me...-pediu e todos começamos a terminar de subir a escadaria, indo até a porta da gloriosa mansão. Deviam ser umas três da tarde,porém o céu estava nublado e ameaçava chuva. 

Terminamos de subir e ele abriu a porta da mansão, revelando o grande salão que havia,pisos brilhantes, e colunas de cerâmica. 

Alfred:Vou levá-los a seus quartos...-ele disse e nos conduziu até um elevador bem grande, apertando um botão e começamos a subir,parado em um andar qualquer. Saímos do elevador e começamos a andar pelo longo corredor que tinha um carpete vermelho 

O clima estava um tanto desconfortável, pois ninguém falava nada,então ousei tentar puxar uma conversa 

Eu:Anh...pai,o senhor já veio aqui?-perguntei e o mordomo o olhou tentando não demonstrar a surpresa

Alfred:Pai...?-perguntou se virando para trás, e meu pai abaixou a cabeça, não me respondendo(pra variar ︶︿︶ )

Continuamos andando até chegar onde haviam três quartos

Alfred:Vocês dois ficaram aqui-apontou pra mim e Azarath-O quarto de vocês é mais pra frente...-disse e nossos pais continuaram o seguindo, simplesmente deixando eu e o garoto pálido pra trás,sem reação, apenas olhando para o local sem entender nada

Eu:OK...-falei e ele me encarou-Vamos ver o meu primeiro!-o puxei pelo braço, e entramos no meu novo quarto. Ele tinha móveis antigos e uma enorme cama de casal,com colchas trabalhadas a mão e uma janela com vista pra cidade, era um cômodo enorme,com uma escrivaninha e um abajur antigo,e um guarda-roupas de madeira-Posso me acostumar a ficar aqui...-falei sorrindo pondo a mala em cima da cama-Vamos ver o seu...-falei saindo do meu quarto e abrindo a porta do quarto do garoto pálido, que olhou desinteressado para o quarto,que era quase igual ao meu

Azar:Vou sentir falta fo meu quarto escuro...e sem janela...-falou envolvendo as cortinas de sua janela com os poderes,as fechando

Eu:Gostei daqui...-falei pulando em sua cama, que era super macia-Vai ser legal ficar aqui,você não acha Azara....-fui interrompida por um menino que aparentava ter minha idade,cabelos pretos rebeldes e olhos azuis, com uma calça jeans e uma camisa branca,que apareceu na porta do quarto

???:Quem são vocês?-perguntou mantendo o semblante sério. Eu e Azarath nos encaramos

Eu:Anh..Meu nome é Mar'i,e esse é Azarath...qual é o seu nome?-perguntei sorrindo indo até ele

???:Meu nome é Damian...-ele disse me olhando de cima a baixo-Mas a pergunta foi quem são vocês?,e não  qual são seus nomes...-disse e senti uma pontada de raiva dele, mas me segurei,afinal não podia simplesmente soltar uma rajada de lasers nele,nem conseguia

Azar:Prazer em conhecer você também-disse irônico, vindo ao meu lado

Damian:Olha, vou perguntar uma ultima vez,quem são vocês e o que fazem aqui? 

Eu:Nós viemos com os Titãs pra...

Damian:Com os Titãs? Pra que?

Azar: Na verdade nós ainda não sabemos, só...

Damian:Vocês são bem estranhos,não?-riu e eu novamente encarei Azar

Eu:Desculpe-me...como?!

Damian:Como?-ele riu-Você é laranja e...você tem uma pedra no meio da testa....-apontou pra Azarath,que retirou seu capuz,mostrando também as mechas lilazes que tinha no cabelo branco,com uma cara nada feliz

Azar:Olha,você não sabe minha origem,portanto não sabe nada sobre mim...-pela primeira vez ouvi ele falar algo em tom ameaçador. Eu sabia o que ele podia fazer se ficasse com raiva, e não era nada legal de se ver

Damian: E pra completar tem mechas roxas no cabelo...-sorriu,enquanto o garoto pálido do meu lado fachou os punhos de raivas 

Eu:Vamos Azarath...-falei saindo do cômodo,sendo seguida por ele e o tal de Damian,e assim que vi me parei bruscamente-Olha,se não se importa temos de encontrar os Titãs...

Damian:E se não se importa, essa é a minha casa!-falou no mesmo tom que eu

Continuei andando até encontrar o meu pai e os outros

Dick:Filha, nós vá...-ele viu Damian atrás de mim-Damian...que bom te ver novamente

Damian:FILHA?!-perguntou incrédulo olhando pra ele e depois pra mim incrédulo

Dick:Sim,esta é minha filha Mar'i e...

Eu:Não pai,já tivemos o "prazer" de nos conhecer-disse irônica

Damian:Eu diria o "desprazer"...-o encarei com raiva

Dick:Viemos ver o seu pai!-ele disse e Damian riu

Damian:Acha mesmo que ele gostaria de te ver?-perguntou arqueando uma sombrancelhas

Azar:Foi ele que nos chamou,ô gênio!-falou irônico e Damian quis o  matar com o olhar 

Kory:Pelo visto vocês não se deram muito bem né?

Damian: O que você acha?

???:Já chega Damian!-ouvi uma voz forte atrás dele,e quando me virei vi um homem alto,de cabelos quase brancos falar

Damian:Você chamou ele?!Jura?! Pensei que iam se odiar tipo " até que a morte os separe" .

???:Eu disse" já chega Damian"!-disse alterando o tom de voz e o garoto finalmente calou a boca

Dick:Bruce...-falou e olhei pra ambos sem entender

Eu:Alguém vai me dizer o que está acontecendo ou vou ficar a viagem toda sem entender nada?!-falei por fim,vendo o tal 'Bruce' me encarar

Bruce:Ela é...-perguntou me olhando confuso

Dick:Minha filha,sim-pois a mão em meu ombro,me puxando pra perto de si

Bruce:Umm...-falou apenas e se virou-Vou pedir pra vocês me acompanharem...-pediu mas meu pai me segurou

Dick:Querida, fique aqui com Azar e Damian,é uma conversa de adultos

Eu:Quantos anos você acha que eu tenho?!-perguntei indignada

Dick:Alfred!-chamou o mordomo, que veio rapidamente até nós-Você toma conta deles?

Alfred:Sim mestre Richard...-e meu pai seguiu os outros,deixando eu,Azar,Damian e o mordomo PRS trás-Me acompanhem...-pediu e começou a andar-Vou mostrar a vocês a mansão...

---Dick---

Fomos atrás dr Bruce até sua sala,e todos nos sentamos em uma longa mesa,e ele sentou na ponta

Bruce:Chamei vocês aqui por causa do que aconteceu na noite passada...-todos continuamos a ouvi-lo-Estrelas...creio eu...bem estranhas,umas três pelo que consegui identificar pelo meu  computador...-Kory que estava do meu lado pareceu desconfortável,abaixando a cabeça- Pois bem,quando fui atrás de uns assaltantes de banco ontem...eles estavam mortos...e as sacolas de dinheiro?Intactas,ao lado deles

Cib:E quem mataria assaltantes sem levar nada?Estava muito facil,qualquer um iria aproveitar essa oportunidade...

Mut:Até mesmo eu iria..-ele riu,sendo repreendido por todos 

Bruce: Mas não foi só, achei algumas palavras,escritas nos corpos,mas nunca as vi antes,e não se parece com nenhuma língua que eu já vi...-ele olhou friamente Kory,que desviou o olhar-E as palavras são...-a imagem de umas palavras estranhas apareceram em um computador atrás dele, e todos olhamos-Alguém sabe o que significa HORTUS  GLOBUS YOKS ?

Ninguém respondeu, mas a tamsraneana se levantou

Kory:Por favor,desculpem me...-ela se retirou do local e todos se entreolharam. 

Bruce:Pois bem...-todos voltaram sua atenção para ele-Gostaria que vocês ficassem aqui até conseguir resolver esse caso, e confirmar minhas suspeitas de que isso...-ele me encarou friamente-...não é daqui, e por isso é perigoso!-falou e se levantou,nos deixando a sós na sala

Mut:É por isso que falama que ele 'é o Batman'?

Rae:Provavelmente sim...

Eu:Bom,acho que vou procurar a Kory... -falei me levantando e indo procura-la. Fui para o nosso quarto, e ela estava lá, observando a chuva que agora caía

Eu:Kory?-chamei mas ela continuou olhando fixamente pra janela-Tudo bem?-perguntei mas sabia a resposta:concerteza não estava nada bem

Kory: Você sabe que ele me odeia...-disse apenas,e me aproximei dela,a abraçando por trás

Eu:Ele não te odeia,só...

Kory:Ele deixou isso bem claro quando falou dessa 'ameaça' e depois olhou pra mim!-disse,deixando uma lágrima escorrer

Eu:Não ele só...-tentei pensar em alguma coisa pra dizer-Você ficou triste só por isso?-ela me olhou incrédula

Kory:Você nem desconfia?-perguntou deixando mais algumas lágrimas caírem e neguei com a cabeça

Eu:Não estou te entendendo...-falei e mais lágrimas desceram por seu rosto,e ela suspirou,tentando contê-las

Kory:'Hortus Globus Yoks'...-ela estremeceu ao pronunciar as palavras- Traduzindo seria "Queremos nossa recompensa"...-ela desatou a chorar, caindo ajoelhada no chão, o que partiu meu coração. Me ajorlhei perto dela,a abraçando, e ela retribuiu. Quando se acalmou um pouco perguntei

Eu:Mas não entendo! Quem fez isso? O que eles querem?O que tem essa recompensa?

Kory: Essa recompensa sou eu! 

 

 


Notas Finais


Saiu mais um cap kkk,espero que esteja bom!Perdo-em os erros de ortografia,tô um pouco corrida kkk,bom critiquem comentem,deixem sugestões... Vocês me motivam!*^▁^* Bjs e até amanhã


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...