História Feelings of the heart - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Glee
Personagens Artie Abrams, Becky Jackson, Blaine Anderson, Brittany S. Pierce, Brody Weston, Cassandra July, Dave Karofsky, Elliott Gilbert, Emma Pillsbury, Finn Hudson, Hiram Berry, Hunter Clarington, Jake Puckerman, Jesse St. James, Kitty Wilde, Kurt Hummel, Leroy Berry, Madison McCarthy, Marley Rose, Mason McCarthy, Mercedes Jones, Noah "Puck" Puckerman, Personagens Originais, Quinn Fabray, Rachel Berry, Ryder Lynn, Sam Evans, Santana Lopez, Shelby Corcoran, Sue Sylvester, Sugar Motta, Whitney Pierce, Will Schuester
Tags Brittana, Faberry, Karley
Visualizações 95
Palavras 961
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Violência, Visual Novel, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Se alguém ler por favor comentem isso ajuda muito

Capítulo 6 - Isso não é justo


rach 

~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~

já avia se passado uma semana deis do ocorrido com a raspadinhas e pra piorar uma foto minha e da quinn nos beijando atrás de uma das arquibancadas estava circulando pela escola não sei se pode piorar essa situação 

estáva indo para a sala do coral quando cheguei todos olhavam pra mim e pra Quinn que avia chegado primeiro então tomei coragem e entrem dando um Olá pessoal como sempre eu faço mas todos nos olhava incessantemente sorte que o senhor Schu entrou na sala do coral quebrando aquele clima estranho 

Schu : eai pessoal peço silêncio de vocês pra poder falar algo sério 

dizia ele dando uma pausa como se tivesse tomado coragem pra falar 

Schu : bom a maioria sabe que andaram espalhando rumores pela escola....

Mercedes : não são rumores senhor Schu quando são verdades 

Kurt : é a Mercedes tem razão algumas pessoas aqui nesse coral não confia em nós pra falar certas coisas 

Kurt falava e olhava diretamente pra mim 

rach : algo a comentar sobre mim Kurt por que você não para de olhar pra mim 

dizia me levando e ficando encarando o garoto enquanto blane puxava o namorado pra cadeira 

Schu : olha pessoal eu não quero briga com vocês...

finn : a é então diz isso pra Quinn 

finn entrou pela porta com o olhar de choro e raiva 

finn : não foi ela que estava aos beijos com Rachel 

Schu : finn a culpa não é de ninguém...

finn : por que Quinn por que me trair  ainda por cima com a Rachel você sabe que eu tenho sentimentos por ela 

Quinn se mantinha quieta sem expressar nenhuma reação com tudo aquilo quando santana começou a falar 

sant : olha Hudson a gente não escolhe por quem gosta e nem vem falar nesse tom com a minha amiga você está sendo um grande babaca aqui sabia 

britt : é um grande pato 

tá esse último comentário da britt foi estranho mas o finn nem se importou com a presença do senhor Schu ali e veio  dando um murro fazendo eu me chocar contra o chão e dando um tapa na cara da quinn  

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Quinn 

aquele filho da puta nojento eu vou matar aquela orca humana mais conhecida como finn ele teve a audácia de dar um murro na Rachel 

quando ele fez isso o senhor Schu tentou segurar ele mas foi totalmente inútil pois finn o arremessou com facilidade mas o noah avia se levantado e dado um murro na cara dele em quanto eu me levantava pelo tapa que tomei fui correndo pra onde Rachel estava e tentando levanta lá kitty me ajudou a leva lá até a enfermaria da escola ela não estava mais sendo aquela garota que 3 semanas atrás que eu soquei no rosto Rachel falou que viu ela se cortando no banheiro por causa de uma garota mas eu entendo ela cortaria a mão pela Rachel só espero que isso nunca aconteça 

já na sala a enfermeira começou a ver e rachel estava acordando pelo soco que levou  

rach : ahhhh meu nariz está doendo 

dizia ela gritando de dor igual a uma criança então a enfermeira falou que ia chamar os pais dela pois ela precisaria ir ao médico por causas do nariz 

quando eu voltei pra sala do coral o silêncio reinava ali finn foi levado pra diretoria e os outros alunos me olhavam  

peguei minhas coisas e as da Rachel e sai dali o mais rápido possível os ssenhores berry vieram buscar ela mas não antes de eu fazer eles jurarem que ião me ligar quando a rach estivesse melhor ou precisando de mim então resolvi voltar pra casa e ver se consigo descansar um pouco 

algum tempo depois 

quando cheguei em casa estava vazia então os meus pais não aviam chegado ainda fui direto pro meu quarto me deitado e dormindo em seguida só acordei um o toque do meu telefone que atendi rapidamente e para minha surpresa era a minha morena 

rach : Quinn você está bem eu fiquei tão preocupada com você morri de medo daquele idiota ter machucado você 

Quinn : calma eu estou bem e além disso eu que devia estar preocupado com você rach você desmaiou 

rach : obrigada por se importar tanto comigo 

Quinn : é lógico que me importo você é a garota que eu amo 

quando falei isso meu pai entrou no meu quarto me falando várias coisas  e me  xingando de vários insultos 

sr fabray : sua vadia nojenta como pode fazer isso conosco eu e sua mãe demos tudo do bom e do melhor pra você e é assim que você nos retribui fazendo essa abominação com com aquela coisa e seus pais gays nojentos 

Quinn : não fale mal da Rachel seu na minha presença eu a amo muito e ser homossexual não é doença agora ser homofóbico a isso é doença 

ele me encarava até que disse 

sr fabray : saia da minha casa não quero uma abominação como você aqui dentro você não é minha filha é uma pecadora e amante de Satã vai morar com aquele ninho de abominação que deve ser a casa daquela Rachel 

Quinn : eu saio e com muito orgulho 

peguei uma mala coloquei todas as minhas roupas dentro e sai em direção ao meu carro dirigindo pro mais longe dali 

e agora o que eu faço espeto que a Rachel me ajude 

fui dirigindo a casa da rach quando cheguei liguei pra ela e pedi sua ajuda 

então tomei coragem sai do meu carro e bati na porta dos berry 

rach : Oi 

Quinn : 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...