História Feita de sonhos - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Luan Santana, Mauricio Destri
Personagens Luan Santana, Personagens Originais
Tags Amizade, Atriz, Fama, Hot, Jornalista, Luan Santana, Musica, Novela, Paixão, Rede Social, Romance, Sonhos
Exibições 89
Palavras 965
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela, Saga
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Beeeem, último capítulo, uhuuuul. Esperem Feita de música, obd e dnd

Capítulo 33 - Capitulo final HOT


Olhei para Luan e em seu olhar consegui notar que ele ainda estava furioso comigo. Ele virou as costas por um tempo, e mexeu no cabelo um pouco nervoso e eu olhava cada movimento. Em questão de segundos eu estava no seu colo, e ele subia as escadas do hotel rapidamente. Ao entrar em um quarto, ele me jogou na cama e permitiu que seu olhar encontrasse com o meu.
_Se quer mesmo ir, primeiro eu quero te fazer minha. - ele disse e eu o puxei pela gravata o beijando e fazendo com que se deitasse comigo. Seus beijos começavam a tomar mais desejo, senti meu corpo esquentar enquanto as nossas peles se tocavam. Os beijos dele foram direcionados ao meu pescoço, e eu comecei a me arrepiar, ele descia os beijos pelo meu corpo e eu segurava sua cabeça. Ele parou um pouco abaixo do umbigo e me olhou.
_Amor, não quero fazer nada que você se arrependa. - eu o olhei sorrindo e assenti, permitindo assim que ele continuasse, seus beijos molhados percorriam por todo o meu corpo, Luan exercia um poder visceral sobre mim, e eu me perdia em seus braços. Ele se afastou um pouco e tirou seu terno o jogado em algum canto do quarto, se ajoelhou na cama e eu fiz o mesmo enquanto passava as minhas mãos pelo seu tórax e tirava a única camisa que lhe restava. Luan me virou de costas para ele e colocou meu cabelo de lado pressionando sua boca em meu pescoço, uma de suas mãos desceram para minha cintura, minha respiração começava a ficar ofegante. Seu corpo tão colado ao meu, eu podia sentir o quanto ele estava excitado. Ele moveu sua mão até a minha cintura, apertando meu corpo cada vez mais, suas mãos foram em direção ao zipper de meu vestido e em alguns segundos eu já o sentia descer pelos meus braços. Encarei um pouco constrangida.
_Porra, desse jeito não dá pra ser romântica. - ele disse enquanto voltava a tomar meus labios, sua mão parou em minha bunda enquanto a apertava e levantava meu corpo me fazendo sentar em seu colo, eu sentia sua intimidade contra a minha e rebolava na intenção de o provocar,  Luan gemeu baixo em meu ouvido, eu estava completamente colada a ele, minha pele fervia enquanto eu olhava.
_Você tem roupas demais aí, querido. - eu disse enquanto descia beijos do tórax dele até a barra da calça, parei o olhando e sorri enquanto o ajudava a tirar todo o restante de roupa que tinha ali. Meu sutiã também foi aberto com toda habilidade que as mãos de Luan tinha, e ele agarrava meus seios como se explorasse cada centímetro. Ele deu leves chupoes em um de meus seios, e eu senti um choque correr minha espinha, sua boca se movia devagar e eu as desejava cada vez mais entre as minhas pernas, soltei um gemido enquanto sua outra mão deslizava pelo corpo e ia em direção a minha intimidade, meu corpo estava completamente excitado então minhas pernas se abriram automaticamente sem nenhum pudor. Ele enfiou um de seus dedos cuidadosamente em mim, o dedo dele entrava e saia calmamente de mim, e eu me permite rebolar querendo mais, e ele pareceu entender e penetrou dois dedos rapidamente. Nao consegui segurar um gemido, e meu corpo começou a se contorcer enquanto eu buscava de alguma forma segurar na cama, girei meus quadris em seus dedos. Eu parecia prestes a explodir, estava a beira de meu orgasmo quando Luan parou. O olhei e vi um sorriso brincalhão em seu rosto.
_ Quero que goze em meu colo. - senti minha intimidade implorar para explodir e cogitei levar minhas mãos até lá, mas Luan foi mais rápido e as segurou acima de minha cabeça.
_ Amor... - eu disse gemendo, e ele fingiu não me ouvir. Luan tirou a cueca, e sem avisar me penetrou começando as estocadas calmamente e as aumentando em seguida, um tempo depois Luan me colocou em seu colo de frente a ele. E eu cavalgava enquanto ele beijava meus seios, meu cabelo já pregava em meu corpo e o suor tomava conta de nós dois.
_Vem pra mim. - ele disse sussurrando e logo eu cheguei ao ápice junto a ele. Ele me abraçou sorrindo, e depois me beijou calmamente.
_Eu amo você. -  eu disse. 
_Eu amo você, Marina. - ele me deitou e um tempo depois eu adormeci em seus braços.
Acordei com o sol em minha cara, e olhei para o lado. Luan estava completamente adormecido, sai devagar de seus braços para não o acordar e fui em direção ao banheiro. Tomei um banho e me troquei, estava quase na hora do vôo, e eu não aguentaria me despedir. Não depois da noite maravilhosa que tivemos, olhei para os lados e achei um papel no meio de uma pilha de roupas, inclusive algumas roupas femininas. Puxei o papel enquanto sentia o ciúmes crescer em mim, e caiu uma caixinha no chão. A olhei incrédula, era mesmo um teste de gravidez? Olhei para Luan deitado na cama, como ele pôde não me contar? Escrevi uma carta e deixei na cabeceira  da cama, eu não ia me despedir.
 

"Quando eu o conheci, eu era uma garota feita de medos, de ilusões, de promessas, de sonhos nunca concretizados. E você me mudou, me mostrou um lado da vida que eu nunca imaginei conhecer, e tudo o que eu queria era fazer parte de sua vida. Mas nem sempre podemos escrever uma história com um final feliz, talvez este não seja o final que tanto procuramos. Hoje já não sou aquela garota feita de medos, sou feita de sonhos. E eu vou atrás do meu.

Com amor,

Marina."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...