História Feitiços e consequências - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 7
Palavras 1.291
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou postando essa história em versão BTS pois achei que ficaria interessante. Aqui é tudo um faz de conta, e eu não gosto muito de escrever com S/N então fiz o nome mesmo da pessoa, então ela não terá muitos detalhes.
Plágio é crime.

Capítulo 1 - Capítulo um - Dia de fracasso


Mariana 

 

Como sempre, eu estava nas carreira para tentar chegar na escola a tempo, mas parece que o destino não queria isso.

 

Passei pela sala arrombando a porta e tropeçando no meu próprio pé, acabando novamente de cara no chão e arrancando risadas da turma.

 

Essa sou eu, Mariana Kutsberg. Tenho 17 anos, estudo no colégio Jeongsin Goldeu e estou no terceiro ano do ensino médio, sou um pouco mais baixa do que o normal para minha idade, tipo...1,67.

 

Me levantei e pude ver que aquela cobra da Manoela estava fofocando algo no ouvido de sua "amiga" Sofia. Provavelmente fazendo algum tipo de piadinha, pois estavam rindo silenciosamente.

 

— Mariana minha querida, se continuar a chegar atrasada assim vou ter que mandá-la para a sala do diretor.

 

— Me desculpe professora, vou tentar fazer melhor da próxima vez.

 

Se fosse outro professor já teria gritado comigo e me mandado para a sala do diretor, mas a senhorita Madeleine é boazinha. Ela chegou na escola à apenas dois meses e é professora de inglês, mas isso não significa que eu deva me aproveitar dela.

 

— Amiga, o que realmente está acontecendo com você hein? E não adianta negar, eu quero somente a verdade.

 

Assim que me sentei em meu lugar habitual, Taehuyng, que era meu melhor amigo, fez a mesma pergunta de sempre quando eu chego atrasada, e eu sempre falo a mesma resposta.

 

— Eu só perdi o horário, nada demais.

 

O que era a verdade mas ele não acreditava. Não importa a hora que eu durma , eu sempre conseguia me atrasar. Me ajeitei na carteira e pude ver aqueles lindos fios negros a minha frente. Ahhh, Min Yoongi, cabelos pretos, olhos castanhos escuros e a pele em um perfeito tom igual a de um floquinho de neve, e pra completar, ele é quem eu amo em segredo. Resumindo, ele é simplesmente perfeito.

Não entendi o motivo mas ele estava virado na minha direção com um sorriso. 

- Acho que o chão tem uma atração por você Mariana. 

- P-por que você diz isso? 

- Porque quando você chega, ele te puxa. 

Senti meu rosto avermelhar, Yoongi tinha acabado de fazer uma piadinha. 

- Tô brincando viu? 

Ele fechou os olhos com força e fez um de seus aegyos. O do olho fechado cm o sorrisinho. Depois disso, Yoongi voltou atenção para a aula. 

 

Não sei porque, mas hoje acordei com certa determinação de que eu iria falar para ele o que sentia. Taehuyng estava ficando já com raiva dessa minha paixão secreta pelo Yoongi, ele sempre dizia pra eu parar de ficar admirando o garoto de longe e ir falar pessoalmente o que sentia por ele. E hoje esse dia chegou.

 

As aulas foram até que divertidas, os professores aparentavam estar de bom humor. Até o professor Faraize, que dá aula de história, estava brincando com a gente. Fomos para o intervalo e eu estava indo para cantina quando senti uma mão gelada tocar meu braço, e claro, não deixei de dar um pequeno pulo de susto.

 

— Aí Tae! Que susto! Não faz isso não menino.

 

— Desculpa amiga, mas pelo que eu estava vendo, você iria fugir do que havíamos combinado hoje.

 

— O que!? Claro que não, eu só estava indo na cantina comprar um suco pra mim.

 

— Seiii...Vai rápido então, porque ele não vai esperar muito tempo no mesmo lugar.

 

Eu havia contado pro Taehuyng sobre a minha determinação e ele quis me ajudar. Depois que assenti com cabeça, sai correndo em direção a cantina, comprei um suco de maracujá e voltei na mesma velocidade que fui.

 

— Bateu seu recorde. Trinta e dois segundos mais rápido que o habitual.

 

Tae falava com um sorriso brincalhão no rosto.

 

— Desde...Desde quando você...conta o tempo que eu corro?

 

Falei entre ofegos tentando recuperar o folego.

 

— Desde sempre senhorita Ladybug.

 

Taehuyng piscou para mim e eu sorri lembrando do dia em que ele me deu esse apelido.

 

  Flash back on:

 

— Mariana.

 

— Sim Tae?

 

—Sabia que eu tenho sorte de ter você como minha amiga?

 

— Serio? Eu também acho isso. E agora estou me sentindo uma joaninha.

 

—É, dizem que joaninhas dão sorte. E eu tenho uma bem do meu lado.

 

Taehuyng me olha com um sorriso amigável.

 

— Ah Tae, só você mesmo né?

 

— Sim, só eu mesmo minha pequena Ladybug.

 

Rimos e voltamos a brincar.

 

Flash back off

 

Eramos apenas duas crianças de sete anos cada uma, e desde então nunca mais nos separamos.

 

— Vamos Taehuyng! Eu vou falar agora, e não vou voltar atrás...eu espero.

 

Essa última parte eu sussurrei somente para eu ouvir. 

 

Procurei Min Yoongi com o olhar até avistá-lo conversando com o seu melhor amigo Jimin em frente a biblioteca.

 

Respirei o mais fundo que consegui e fui caminhando em direção à eles. Eu estava à apenas dois metros do meu objetivo quando senti uma dose de incertezas cai sob mim. Passavam-se milhares de coisa na minha cabeça do tipo “E se ele me rejeitar?” ou “E se ele rir de mim?” não aguentei, voltei correndo e abracei Tae. 

 

— O que foi que aconteceu Mariana? Você estava tão perto.

 

—E-eu não consigo. Taehyung e-eu não v-vou.

 

Ele me abraçou de volta, mas duvido que deixou de lado.

 

— T-tae...Eu to com medo, e se ele me rejeitar? Se ele me achar uma boba?

 

— Ai ai Mariana, tira isso da cabeça. Você não é boba e vai conseguir, é só você tentar, agora vai lá e mostra que você é capaz.

 

Taehyung ia me tirar de seus braços, mas eu me apertei mais e neguei desesperadamente com a cabeça e só pude ouvir o mesmo suspirar e provavelmente reprovar minha ação.

 

Voltamos para a sala e eu não havia conseguido falar pro Yoongi o que eu sentia e Taehyung ficou me olhando com reprovação enquanto eu fazia cara de quem não tinha culpa.

 

Fui para casa pensando no meu fracasso quando do nada se passou algo pela minha cabeça:

 

“E se eu fizesse o Yoongi se apaixonar por mim?”

 

Fiquei pensando na possibilidade. Bateu a maior ideia, eu não podia, mas sabia de alguém que sim e seu nome era Nicole.

 

Cheguei em casa às pressas, cumprimentei meus pais e logo depois subi para meu quarto. Peguei meu celular desesperada e liguei para a Nicole dizendo que ia passar mais tarde na casa dela e que eu precisava de um pequeno favor.

 

Depois do almoço falei para meus pais que iria visitar uma amiga e só voltava de tardezinha. Eles concordaram e eu fui pegar a minha bolsinha com algumas coisas que provavelmente iria precisar, tipo o meu celular, um pouco de dinheiro, liguinhas extras pro meu cabelo pois nunca se sabe, e outras coisas mais.

 

Fui correndo para casa da loira que ficava a um quilometro da minha. Antes de bater na porta, eu esperei recuperar o folego pois eu não ia falar com as pessoas com a voz toda afoita.

 

TOC TOC

 

Bati na porta que foi logo aberta pela Nicole. 

 

— Mari, quanto tempo.

 

— Dois meses para ser exata. Hehe

 

Eu falei e nós nos abraçamos

 

Eu conheci a Nicole a dois anos atrás quando meus pais resolveram fazer uma viagem de férias para a Itália. Ela estava em um restaurante e acabamos por esbarrar com a família dela que depois de pedir desculpas pelo acidente, nos convidou para almoçar com eles, e foi ai que eu virei um pouco amiga dela. Mas ninguém substituiria o Taehyung.

 

Mas foi um ano perfeito quando estive com a Nicole, e dois dias antes de eu voltar para a Coreia, ela me contou seu segredo, que era uma pequena aprendiz de poções. E depois ela veio morar na Coreia pois disse que estava com saudades.

 

Espero que ela possa me ajudar com o meu problema.

 


Notas Finais


Qualquer erro avisem. Obrigada por ler.

Bjs adocicados


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...