História Feitos um para outro - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Alex, Pedro Paulo
Exibições 2
Palavras 1.985
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Desculpem pela demora em postar um novo capítulo!

Capítulo 5 - Seguirei minha vida


Fanfic / Fanfiction Feitos um para outro - Capítulo 5 - Seguirei minha vida

VIRGÍNIA: Ah, fala menos e me beija mais!(o agarra)

VC: ALEX!!!

ALEX: Mel! Não é nada do que você está pensando!

VC: AH NÃO É! Você está beijando outra mulher e não é nada do que eu estou pensando!

ALEX: NÃO! Ela me agarrou!

VC: Quando um não quer, dois não se beijam ‘pegador’! (começa a chorar)

ALEX: Mel!!!
Você sai chorando e Alex vai atrás de você, mas PP o para e diz que vai conversar com você.

PP: Mel!

VC: Para de me chamar assim!(chora)

PP: Desculpa!

VC: Por quê?! Por que ele fez isso?! (chora em desespero)

PP: Calma! Vem cá! ( te puxa pra um abraço)

Você é baixinha e ao abraçar Pedro, seu ouvido fica próximo ao coração do mesmo... E o barulho que o coração dele faz, te acalma, além do abraço ser aconchegante...

PP: Tá melhor?

VC: Sim... Obrigada.

Alex vem na direção de vocês

ALEX: Mel! Por favor! Me escuta! (Grita de longe)

VC: Por favor, me tira daqui!

PP: Conversa com ele! Vai ser melhor!

VC: Depois me tira daqui?

PP: Como quiser!

ALEX: Mel! Eu te amo!!!

VC: Se amasse mesmo não teria beijado outra mulher!

ALEX: Me perdoa!

No fundo, Henrique e Juliano começam a cantar ‘Mudando de Assunto’.

VC: Não Alex! A partir de hoje eu não quero te ver mais, não quero saber nada de você!

ALEX: Meel!! (chora)

VC: Não me procure mais! Vou pegar minhas coisas na sua casa ainda hoje!        

ALEX: Mel, por favor!

VC: Não Alex! Adeus...

Você sai caminhando e PP te segura

PP: Espera um pouco!

VC: Oque?

PP: Vou pegar minhas coisas.

VC: Mas você vai voltar!

PP: Só se você quiser!

VC: Vou para um hotel...

PP: Mas não vai mesmo!

VC: Vou pra onde então?!

PP: Pra minha casa! Vem, vamos lá pra dentro!

Alex estava dentro do carro dele e saiu.

VC: Ok

PP: Você é tão fofa!

VC: Mentir é feio!

Vocês vão pra dentro e ficam um bom tempo lá... No tempo em que ficaram Mário e Borges conversam muito com você, pois te acharam uma garota fantástica e que, apesar da pouca idade, sabe lidar com ambientes totalmente diferentes. Ao olhar o relógio, você se assusta, pois já eram 3h.

VC: Pedro vamos, tenho que acordar cedo amanhã!

PP: Hoje né?!

VC: Hoje!

PP: Vamos sim!

Vocês se despedem das pessoas que estavam no local e seguem pro AP do Pedro, que era no mesmo prédio do Alex.

PP: Vou lá pegar suas coisas... Fique a vontade!

VC: Obrigada Pedro! Você é um anjo!

Enquanto você fica no sofá assistindo TV, Pedro vai até a casa do Alex que o recebe com a cara inchada de tanto chorar.

ALEX: Que foi?

PP: As coisas da Mel

ALEX: Ela tá no seu AP?

PP: Está! Mas está muito magoada pelo que houve hoje... Posso entrar?

ALEX: Ata... Entra aí

Pedro entra e senta no sofá contando tudo que houve depois que o Alex saiu.

PP: O Mário e o Borgin estão querendo contratar ela, acharam que ela soube distinguir os ambientes com muita facilidade e se a caso vocês voltassem não teria nenhum ‘barraco’.

ALEX: Ela é mesmo espetacular!

PP: É cara, mas para de choramingar e pega as coisas dela pra mim logo! Ela deve estar cansada!

ALEX: Estão aqui... (Diz apontando pra duas malas no chão e com os olhos marejados)

PP: Fica bem cara! Valeu!

ALEX: Vou tentar Gariba...

Depois disso Pedro vai pro AP e te encontra dormindo no sofá... Com dó de te acordar ele arruma a sua cama e quando vai te pegar no colo você acorda assustada.

VC: Pedro!?

PP: Oi... Você estava dormindo no sofá! (te coloca na cama)

VC: Você pegou minhas malas?

PP: Sim... Estão ali no cantinho!

VC: Obrigada! (dá um abraço nele)

PP: De nada!

Você vai tomar banho e depois dorme umas 5h da manhã. No dia seguinte, acorda com o celular despertando 11h... Você levanta, toma outro banho e se arruma pra ir fazer a prova. Ao sair do quarto, dá de cara com uma mesa repleta de coisas, mas como está atrasada pega uma maçã apenas.

PP: Come direito!

VC: Estou sem fome... E atrasada!

PP: Eu te levo!

VC: Não precisa, vou sozinha!

PP: Anda logo! (diz pegando a chave do carro)

VC: Só porque eu estou atrasada!

Ao saírem do AP, vocês seguem rumo a garagem do prédio e acabam encontrando Alex, o que mexe com você, mas você ignora isso e faz a prova tranquilamente... Na volta, você segue sozinha e ao chegar ao AP, você compra a sua passagem de volta pro outro dia 9h da manhã...

PP: Vamos jantar?

VC: Não, obrigada Pedro, estou sem fome!

PP: Você tem certeza?

VC: Sim!

PP: Ok...

VC: Ei! Obrigada por tudo!

PP: Que isso linda!

VC: Estou voltando pra minha cidade amanhã...

PP: Já?!

VC: Sim...

PP: Que horas?

VC: Nove

PP: Nem vai almoçar comigo?!

VC: Não... (dá um sorriso pálido)

PP: Quero seu número! Mande-me notícias senhorita!!!

VC: Ok... Anota aí! 015xxXXXXX-XXXX

PP: Anotado!!

VC: Boa Noite! (dá um abraço nele)

PP: Boa Noite morena! (retribui o abraço)

Após a despedida você vai dormir e PP sai pra jantar com alguns amigos. No outro dia, você levanta 7h, se arruma e ao sair, tromba com o Alex que te segura ao ver que você se desequilibrou...

ALEX: Tá tudo bem?!

VC: Sim Alex, obrigada...

ALEX: Vai embora?

VC: Sim... Tchau!

ALEX: Tchau?!

Você vira as costas pro mesmo e sai... Ele te segura e te dá um abraço que te faz repensar sua ida, mas ao relembrar da cena do churrasco você o empurra e diz pra ele ficar longe por um tempo. Ele fica sem reação e só observa você se afastar...

Você está esperando um táxi quando o galã do Rodrigo Marim aparece...

RODRIGO: Olá linda!

VC: Oi

RODRIGO: Esperando alguém?

VC: Um táxi.

RODRIGO: Posso te dar uma carona?

VC: Não precisa!

RODRIGO: Quero te conhecer melhor!

VC: Depois conversamos!

RODRIGO: Mas como?

VC: Me passa seu número!

RODRIGO: Faz o seguinte, me passa o seu, pois não posso falar meu número em voz alta! As paredes têm ouvido! (ri)

VC: Ok! É 015xxXXXXX-XXXX

RODRIGO: Obrigado linda!

Quando ele diz isso seu táxi chega e você se despede dele com um beijo no rosto. No aeroporto seu voo atrasa e você tem que esperar. Seu voo que estava marcado pras 9h sai 11h. Você chega a Brasília às 13h10min e tem que esperar o ônibus que sai às 13h30min. Nesse tempo, você reflete tudo que houve com você e o Alex e relê as mensagens trocadas por vocês... Você chega em casa às 17h30min, super cansada, toma um banho e dorme.

Os meses passam e você vive trocando mensagens com Rodrigo e Pedro. Em Janeiro, sai o resultado do vestibular que você fez e você acaba conseguindo o curso de direito na faculdade de Maringá! Ao avisar Pedro que na próxima semana estaria em Maringá novamente, o mesmo quase implora pra você ficar na casa dele, mas como você vai com seu pai, prefere ficar num hotel ou procurar um AP pra alugar e pede pro PP que se ele ficar sabendo, pra te avisar!

VC: Pedro, se você ficar sabendo de algum AP pra alugar,

me avisa por favor?!

PEDRO: Tem um aqui no prédio! Inclusive ao lado do meu! Seria ótimo!

VC: Sério?!

PEDRO: Sim!

VC: Na semana que vem estou aí, e vejo isso! Quem sabe

 não seremos vizinhos?!

PEDRO: Você moraria entre meu AP e o do Rodrigo Marim... Kkkkk

VC: Isso não iria dar certo! Kkkkkk

PEDRO: Ia sim! Kkkkkk Te espero aqui viu?! Quero uma visita!

VC: Ok! Apareço ai mesmo! Preciso de um lugar pra morar!

PEDRO: Kkkkkk Se quiser tem meu AP... ;)

VC: Éh né... Sem vergonha! Kkkkk

 

No seu Snap, o Alex te manda um ‘áudio’ com a música ‘Antônimos’ de Jorge e Mateus e você fica meio pensativa... Porém isso não te afeta, pois se passaram alguns meses desde sua última conversa com ele...

Na segunda-feira da outra semana, você e seu pai seguem rumo a Maringá, e ao chegarem lá, vão direto fazer sua matrícula.

Procurando um lugar pra ficar, você se lembra do AP que o Pedro disse.

VC: Pai, tem um AP logo ali, que meu amigo disse estar desocupado, vamos lá?!

RONALDO: Vamos...

Vocês seguem rumo ao prédio, e na entrada do mesmo, dá de cara com o expresso pegador. Pedro ao te ver vem correndo te dar um ‘oi’...

PP: Oiii morena linda!!!

VC: Oi Pedrinho! (dá um abraço nele)

Alex de longe observa o que está acontecendo e é possuído pelo ciúme... E logo sai.

VC: Esse é meu pai, Ronaldo! Pai, esse é o meu amigo, Pedro!

Ronaldo e Pedro se cumprimentam e você logo pergunta se o AP ainda está vazio, e PP diz que sim. Ao comprarem o AP, você e seu pai vão comprar a mobília e fazer a compra de mantimentos.

O tempo passa e a cada dia você sente mais ciúme do Alex, que chega em casa com uma  mulher diferente todo dia e bêbado. Apesar de morarem no mesmo prédio, vocês se encontram raramente, e a cada encontro, há uma chama q insiste em queimar dentro de vocês, porém ambos reprimem, com medo do outro não aceitar.

 Em suas redes sociais, você demonstra essa ‘carência’ e várias vezes cita a vontade de ter um animalzinho de estimação...

Um belo dia, Rodrigo te liga:

RODRIGO: Oi linda! Tudo bem?

VC: Oi Rod... Tudo e você?

RODRIGO: Bem... Vamos num show meu hoje?

VC: Ah Rod, desculpa, mas eu já marquei se sair com alguns colegas da faculdade... Fica pra próxima!

RODRIGO: Ah sim, entendo! Fica pra próxima sim! Você já está me devendo essa viu gata?!(ri)

VC: Sim senhor Sequestrador! (ri)

RODRIGO: Cuidado! Não ande sozinha por ai na rua... Posso te sequestrar (voz sedutora) (ri)

VC: Ui, obrigada por avisar! (ri)

RODRIGO: Ok gata, beijos!

VC: Beijos sequestrador! (ri)

Depois disso, você vai à padaria, porém, no meio do caminho, você encontra PP:

PP: Oi morena!

VC: Oi Pedro! (beijo no rosto)

PP: Que cara de cansada, o que houve?

VC: Ah, nada... É que tenho passado noites sem dormir... (carinha triste)

PP: Por quê?!

VC: Por nada... Estou sem sono e fico estudando, colocando as ‘fofocas’ em dia...

PP: Você conseguiu um emprego?

VC: Não... Continuo desempregada e dependente do meu pai...

PP: O Borges tá precisando de uma pessoa pra trabalhar conosco...

VC: Ah Pedro... Queria um emprego que me colocasse o mais longe do Alex possível!

PP: Você ainda ama aquele cara né?!

VC: Infelizmente não mando no meu coração...

PP: Quer que eu fale com o Borges?

VC: Não precisa! Obrigada...

PP: Você quem sabe!

VC: Vou procurar mais um pouco!

PP: Você estava indo aonde?

VC: À padaria! Vamos?!

PP: Ah não... Estou bem! (ri) Vai lá linda! Depois conversamos!

VC: Ok! Beijos!

PP: Beijos!

Ao sair, você segue direto pra padaria e compra o que precisava... Ao voltar, você se sente tonta e desequilibra mas por sorte, Alex vinha atrás de você e te ajuda a chegar no seu AP...

VC: Obrigada Alex!

ALEX: De nada Mel... Tem certeza de que está bem?

VC: Sim... Qualquer coisa eu chamo...

ALEX: Ok então... Mas chama mesmo, por favor!

VC: Tudo bem...

Quando Alex sai, você simplesmente começa a chorar desesperadamente, porém, Pedro chama na porta e você enxuga o rosto para atendê-lo.

VC: Oi! Entra...

PP: O que aconteceu?! Você está chorando? (diz entrando)

VC: Alex...

PP: Mas o que aquele filho da mãe fez dessa vez? (se irrita) (diz sentando no sofá)

VC: Ele me ajudou... Passei mal, e ele estava lá... Me ajudou a subir... Ai Pedro... Quero ele de volta pra mim! (começa a chorar)


Notas Finais


CONTINUA!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...