História Felica — Hate love love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Malhação
Tags Felica, Felipe, Lica, Malhação, Vivaadiferença
Visualizações 101
Palavras 1.158
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Primeiro capítulo, espero que gostem.

Capítulo 1 - Amor Selvagem!!!!


Fanfic / Fanfiction Felica — Hate love love - Capítulo 1 - Amor Selvagem!!!!

        Lica on

Sabe aquele momento que nem Deus sabe explicar quando sua vida vira de cabeça pra baixo de uma tal maneira que você não sabe o que aconteceu. Pois bem, e Exatamente o que tá acontecendo com a minha vida, ou melhor, aconteceu. Meu inferno astral está a mil é só Deus sabe quando vai acabar, Meus país se separam, meu pai traia minha mãe deis de sempre com a melhor amiga dela, e pra acabar de acerta minha ex melhor amiga e minha meia irmã…..e pra piorar a situação, eu tô completamente apaixonada pelo namorado dela, o que era pra ser só uma vingança ta virando uma bola de neve gigante.

—Acorda Lica —Fala Tina batendo na mesa se sentando ah minha frente—Ta sonhando acordada louca?.

—Quem dera, tô tendo um pesadelo inacabável mesmo—Falo bufando.

—O lance da traição e da paternidade da chata da Clara né?!—Fala Tina mexendo no lápis.

—E do Felipe.…..

—O que que tem o Felipe?—Fala Tina me encarando e eu permaneço quieta—Você tá gostando dele?.

—Não, não, claro que não Tina, pirou…eu não tô gostando do Felipe—Falo tentando mentir pra mim mesma e Tina me encara.

—E o porquê do Felipe?

—Porque eu peguei ele, sendo namorado da minha ex melhor amiga que é irmã agora—Falo nervosa.

—É…

—É, que eu não deveria ter feito isso, não foi legal né—Falo pegando o caderno—E ainda por cima ter dado um murro na cara da garota.

—Olha, Heloísa tendo um momento de sensatez, raro isso.

—Ah para Tina, e sério—Fala Lica.

—Ue Lica, se você não gosta dele é só você da um fora nele, pronto—Fala Tina se virando e encaro o Felipe do outro lado da sala.

O sinal da escola toca todos estão saindo, já indo embora, quando eu e Tina saímos conversando e Felipe se aproxima de nós duas.

—Lica, espera—Fala me segurando

—O que foi Felipe?—Falo nervosa e Felipe encara Tina que entende a mensagem.

—Eu vou indo, a gente se encontra lá no galpão Lica—Fala Tina e eu concordo com Tina saindo em seguida.

—Fala aí Felipe, eu tô cheia de coisa pra fazer é marquei com as meninas lá no galpão—Falo olhando pro chão.

—Você tá fugindo de mim?.

—Fugindo?, Eu?, claro que não…..

—Não é o que parece!.

—Você tá viajando, eu não teria motivos pra fugir de você, teria?.

—Não sei, e você que tem que fala!.

—Olha Felipe se for pra ficar de mimi eu acho melhor a gente……—Felipe me beija no mesmo estante eu fico sem reação com a atitude dele que me puxa pra mais perto pela cintura nos fazendo embarca num beijo mais quente e cheio de tesão sem perceber envolvida com o beijo eu passo minhas mãos pelo pescoço de Felipe puxando seu cabelo de leve enquanto o próprio desce a mão chegando em minha bunda e se mutanemente me afasto ofegante—Porque você fez isso?.

—Porque eu quis?.

—Mais não era pra fazer—Falo me afastando de Felipe—Olha Felipe. O que rolou entre a gente foi só uma curtição tá, momento de festa, acabou—Falo tensa.

—Acabou mesmo?.

—Acabou!.

—Tudo bem, se é assim que você quer, ótimo—Fala Felipe me encarando e saindo em seguida quando meu coração manda, "Não" mas meu corpo não obedece e vou atrás.

—Espera—Falo entrando em sua frente e ele sorri pra mim com cara de safado—O que foi?.

—Nada…

—Ah gente precisa conversar, vamo pra um lugar melhor—Falo o encarando.

—Claro, vamo pra lanchonete.

—Não, vamo pra minha casa—E Felipe sorri me encarando novamente mordendo os lábios, ah se eu não me controlasse agarrava ele ali, na mesma hora, mais respirei e falei—Lá é mais calmo, e não tem ninguém pra atrapalhar.

—Claro, vamo—Fala tentando manter a aparência de sério.

—Ah gente vai de trem?.

—De baike né Lica—Fala Felipe me encarando e abrindo espaço e nos dois caminha até sua baike.

—Eu vou pilota né?.

—Hahaha você?.

—Porque não?—Falo o encarando.

—Tudo bem, mais se você me derrubar—Fala se sentando na garupa—Você vai pagar, muito bem pago—Fala no meu ouvido.

—Aqui e piloto, a não ser, que eu queira pagar—Falo o encarando e sorrindo em seguida saindo com a baike.

LICA OFF

Lica e Felipe caminham em direção ao prédio na baike, com a garota pilotando e sorrindo, Felipe tenta derrubar a garota que passa entre os carros rápido.

—Devagar Lica!.

—O que?, não tou te escutando—Grita acelerando mais.

—Você vai bater sua maluca.

—Não vou não—Fala desviando dos carros.

Alguns minutos depois Lica e Felipe chegam enfrente ao prédio sorrindo.

—Sua maluca, quase mata a gente.

—Ah para, tava dahora vai, viver radicalmente por algumas horas—Fala Lica tirando o capacete quando o celular toca.

—Não vai atender?.

—São as meninas, depois a gente conversa—Fala desligando—Então, o que você tinha pra me falar?.

—Não vai nem convida pra subir?—Fala Felipe com cara de cachorro sem dono.

—Não sei se é uma boa ideia, a Neide tá lá em cima i……

—Você me trouxe até aqui, pra gente fica aqui em baixo—Fala Felipe e Lica coça a cabeça.

—Ta, vamo subir—Fala Lica subindo com Felipe.

Lica entra na casa primeiro e Felipe em seguida encarando tudo em volta imprecionado quando Lica fecha a porta se encarando Felipe.

—Então, o que de tão importante pra falar comigo—Fala Lica seria.

—Sobre a gente!.

—Quantas vezes eu vou ter que te falar que não existe a gente—Fala passando pelo Felipe que a agarra pela cintura a próxima do de se.

—Quantas vezes você quiser, porque eu to assim de você Lica, eu gosto de você e eu quero você—Fala Felipe.

—Uma pena, porque querer não e poder—Fala Lica irônica—E ainda mais você namora a Clara Felipe, nada a ver.

—Quem disse que eu namoro a Clara?.

—Como?.

—Eu não namoro mais com a clara a gente terminou—Fala Felipe próximo a ela.

—Terminou, terminou?.

—Terminou, terminou, eu sou todo seu Lica—Fala Felipe a beijando em seguida e Lica corresponde o beijando também Caminhando até a o sofá caindo por cima.

—Não, mais mesmo assim, eu não gosto de você—Fala Lica se levantando e Felipe sorri.

—Não gosta?.

—Não!.

—Tem certeza?—Fala Felipe se aproximando de Lica a prendendo na parede—Não gosta?.

—Nem um pouco—Fala ofegante e Felipe destribui beijo pelo pescoço da garota—Golpe baixo, para com isso.

—Eu to louco por você Lica—Fala Felipe e Lica o beija em seguida pulando em seu colo e Felipe a carrega pro quarto abrindo a porta e caindo na cama ficando entre suas pernas e Lica tira sua camisa.

—Cachorro, So vai ser dessa vez—Fala Lica ofegante tirando sua própria camiseta

 —So dessa vez— fala Felipe beijando seu pescoço desabotoando o shorts e tirando o tênis ficando de cueca, beijando Lica em seguida tirando seu shorts também e os dois se beijam selvagem e cheio de tesão caindo na cama se amando como se não houvesse amanhã ou qualquer impecilio para os dois, mas não era isso que o destino aparentava reservar aos dois.


Notas Finais


....continua


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...