História Feliz Aniversário Naruto-kun! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Exibições 50
Palavras 1.916
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que você^s riam e se divirtam muito <3
Boa leitura

OBS:. Essa fic era pra ser postada no dia 10\10\16, mas infelizmente nao foi possível.

Capítulo 1 - Feliz Aniversário Naruto-kun!


Fanfic / Fanfiction Feliz Aniversário Naruto-kun! - Capítulo 1 - Feliz Aniversário Naruto-kun!

09\10\16

No escritório do Hokage

Certo loiro estava quase à exaustão terminando de assinar dúzias e dúzias de papéis e ver que tem mais uma pilha delas perto de sua mesa quando vai pegá-la se sente meio mal e escorrega contra a mesa, nesse momento Shikamaru abre a porta e o vê transpirando sentado no chão.

- Hey, tudo bem? – perguntou Shikamaru – Pode deixar, eu termino tudo aqui vá para casa e descanse – disse o mesmo ajudando o loiro a se levantar.

- Obrigado, Shikamaru – disse o loiro que atualmente estava muito cansado.

- Não há de que – disse Shikamaru vendo Naruto sair pela porta.

Andando pelas ruas de Konoha nem ele próprio às vezes reconhecia o lugar onde viveu a vida inteira e diversas de suas batalhas, Agora Konoha vivia com prédios e diversos telões por toda parte com propagandas e diversas lojas pela rua, bom isso quando estão abertas, finalmente o tão sonhado descanso havia chego porque estava parado em frente a sua casa.

Quem diria que um dia ia ter alguém o esperando se alguém uns anos antes dissesse a ele que agora teria uma família completa, provavelmente, iria dizer que aquele ser era um louco de marca maior.

- Tadaima – disse ao passar pela porta sendo recebido por um abraço de Hinata.

- Okaeri, Naruto-kun – disse Hinata sorrindo timidamente, tivera sorte por ter Hinata uma mulher admirável, linda, forte. Ela estava com os cabelos longos tinha deixado os crescer, vê-la assim, que nostálgico.

- PAPAI! – gritou Himawari que agora estava uma garota linda, veio correndo me abraçar.

- Oi, chegou agora? – perguntou Naruto vendo a filha – Deveria estar na cama –

- Es-estava com Ino-kun – disse vermelha como a mãe ficava e com o mesmo gesto dos dedos.

- Há essa hora Himawari?! – gritou Naruto espantado e vendo a filha abrir a boca – Falamos disso amanha mocinha, estou muito cansado – disse Naruto beijando a testa da esposa e depois a da filha carinhosamente.

- Oyasuminasai, querido, daqui a pouco também já vou – disse Hinata com um sorriso tímido o vendo subir as escadas e se virando para a filha.

- Eu disse pra senhorita que iria levar bronca, por estar até altas horas da noite com esse garoto – disse Hinata firme.

- Mas okaa-san... – ia dizer quando é interrompida.

- Sem mas, agora suba e vá dormir, boa noite – disse Hinata, a mesma odiava falar assim com seus filhos, mas era preciso.

No dia seguinte...

Todos estavam na sala de jantar menos o primogênito Uzumaki, Boruto, Naruto foi o ultimo a descer e sentar a mesa quando viu Himawari e Hinata que estava voltando da cozinha reparou que estava faltando o filho mais velho.

- Hinata, onde está Boruto? – perguntou o loiro meio sonolento.

- Bom... Eu passei no quarto dele e ele não estava lá – disse a ex Hyuuga meio hesitante.

- Será que ele não está com a Sarada-chan? Afinal eles estão namorando agora e tal – disse Himawari dando uma garfada em seus ovos mexidos.

- TADAIMA FAMILIA! – gritou Boruto abrindo a porta assustando a todos.

- VOCÊ É MALUCO BORUTO?! DATTEBAYO! – gritou Naruto assustados

- Tanjoubi Omedetou otou-san – disse Boruto sentando-se à mesa.

- Omedetou otou-san – disse Himawari beijando a bochecha do loiro.

- Omedetou, querido – disse Hinata selando os lábios de seu marido e ficando vermelha.

- Obrigado minna, eu queria muito passar o dia com vocês mais eu tenho algumas pendências na torre de Hokage – diz Naruto beijando Himawari na bochecha e logo depois beijando a esposa e bagunçando o cabelo do filho.

- Qual é velho? Tira uma folga – disse Boruto fitando o pai.

- Boruto, ainda tem amanha – disse Naruto saindo pela porta.

- Porcaria de pai... – sussurrou o loiro vendo o pai sair.

- O que vocês acham de uma festa surpresa? – perguntou Himawari fitando a mãe e o irmão.

- Agora? Em cima da hora? – disse Hinata.

- Eu combinei tudo com o tio Shikamaru, okaa-san – disse Himawari sorrindo vitoriosa.

- Como?! Quando?! – disse Hinata espantada.

- Ontem à noite, era pra eu ter chego mais cedo só que eu fui com o Ino-kun por que ele disse que estava tarde pra andar sozinha a noite ai já viu... – disse Himawari rindo levemente toda vermelha.

- Humm, depois conversamos mocinha – disse Hinata – E você Boruto? Onde estava? Não dormiu em casa... – continuou a matriarca Uzumaki.

- Eu dormi na casa da Sarada, quase que o tio Sasuke me pega – disse Boruto rindo com a ultima parte.

- Se o Sasuke-kun pega o senhor na cama da Sarada você é considerado morto – disse Hinata tirando os pratos da mesa.

- Que nada meu sogrinho do coração nunca faria isso – disse Boruto bem humorado.

- Você é que sabe ma-ni-nho... – disse Himawari.

- Como vai ser essa festa? – perguntou Hinata terminando de lavar a louça.

- Vai ser assim... – começa Himawari explicando.

...

Toc toc

- Entre – disse Naruto assinando alguns papéis.

- Naruto – disse o moreno entrando com um pergaminho nas mãos.

- Sasuke, logo cedo espero que a Sakura-chan não venha bater no meu escritório dizendo que estou tirando você cedo da cama – disse Naruto rindo como um idiota.

- Eu estaria feliz vendo ela bater em você – disse Sasuke com um meio sorriso.

- Duvido muito – disse Naruto – Não estamos mais na época em que eu era um frangote – disse Naruto cheio de si rindo.

- Então fico feliz em dizer isso a ela – disse Sasuke sério.

- NÃO,NÃO, NÃO! – gritou o loiro saindo de sua mesa as pressas.

- Cadê sua coragem agora Naruto – disse Sasuke rindo um pouco.

- O que você quer aqui? Afinal tão cedo – disse o loiro bocejando.

- Entregar esse pergaminho que terminei de revisar ontem à noite – disse Sasuke sério.

- Hum, agora mudando de assunto... O que acha do nosso casal favorito? – perguntou Naruto cutucando a bochecha do amigo como um idiota.

- Se está se referindo a minha filha e esse seu filhote de dobe, calma isso vai passar é só uma paixonite de adolescente E PARE COM ISSO BAKA! NEM PARECE QUE É HOKAGE! – gritou Sasuke a ultima parte vermelho.

- REPITA O QUE DISSE! – gritou Naruto.

- Além de baka é surdo, já ne,BAKA – disse Sasuke enfatizando a ultima parte – Quase ia esquecendo, Omedetou Naruto – disse o moreno fechando a porta e dando um meio sorriso.

Bons tempos eram aqueles de missões com o time 7 pena que tudo acabou, só resta agora algumas fotos pensou o loiro sentando em sua mesa olhando duas fotos do antigo time 7 reunido.

...

Horas Depois

- Sarada! – gritou a rosada ao pé da escada vendo a filha descer as escadas.

- Hai, okaa-san – disse Sarada descendo as escadas.

- Quem esteve aqui? – perguntou Sakura com os braços cruzados e séria.

- Co-como assim okaa-san? – perguntou a primogênita Uchiha nervosa, pois tinha muito medo da mãe.

- Eu senti um chakra diferente na casa um pouco cedo e vinha do seu quarto, querida – disse Sakura séria.

- Não tinha ninguém aqui, a se-senhora deve estar imaginando coisas – disse Sarada meio hesitante com as palavras.

- Me diga, quem estava aqui? – disse Sakura chegando mais perto da filha.

- Mamãe, a senhora está me assustando – disse Sarada que deu um passo para trás.

- Sarada Uchiha QUEM ESTAVA AQUI?! – gritou Sakura dando um soco na mesa com flores que estava ao lado mais logo se espatifou – Seu pai é pior que eu Sarada, pode acreditar – disse Sakura andando em direção à filha que a cada passo que dava a mesma se distanciava com passos para trás.

- O Boruto, mamãe – disse Sarada com medo.

- Ah o Boruto-kun, por que não disse logo – disse Sakura voltando ao normal e indo até o armário enquanto Sarada olhava a mesa espatifada com as flores – Só não deixe seu pai descobrir se não seu namorado é considerado morto – continuou a rosada.

- Nós só dormimos, estou deixando bem claro – disse Sarada séria.

- Eu não disse nada, querida – disse a rosada rindo.

- O Tio Shikamaru comentou com a senhora sobre a festa surpresa do Tio Naruto? – perguntou Sarada sentada na bancada.

- É verdade hoje é aniversário do Naruto, Sim ele deve ter comentado algo – disse Sakura cortando alguns pedaços de tomates.

- Himawari que planejou – disse Sarada distraída.

- Nesse caso, é melhor irmos logo já está anoitecendo – disse Sakura colocando os pedaços de tomate num pote e depois na geladeira.

- Ok! – gritou Sarada feliz e subindo as escadas sendo observada pela Uchiha mais velha.

- Você está feliz hoje, hum, Sarada – sussurrou Sakura ouvindo a porta da casa sendo aberta.

- Sasuke-kun? – chamou à rosada.

- Hai – disse o moreno.

- Okaeri – disse Sakura sorrindo.

- Hum – disse Sasuke com seu meio sorriso

Horas depois a família Uchiha já tinha ido para o local de encontro da festa surpresa e quase todos já tinham chego quando ouviram a Yamanaka gritando que ele estava chegando.

- Tanjoubi Omedeto – gritou todo mundo quando o loiro baka apareceu.

- MINNA! – gritou o loiro chorando ao lado de Shikamaru vendo todos os amigos ali, por ele.

Era inacreditável que aquele garotinho que não tinha ninguém e arrumou forças das pessoas ao seu redor vivesse pra ver todas as pessoas que amou e ama durante todos esses anos ali... Sorrindo por ele por que o amavam a se Minato, Kushina e Neji estivessem vendo aquilo fisicamente.

Ele amava aquelas pessoas e aquelas pessoas o amavam também do fundo do coração.

-  PAPAI! – gritou Himawari que estava abraçada com Inojin e foi correndo abraça-lo, nossa como ele se sentiu amado mais amado do que qualquer coisa, fitando aquela família linda que construiu com a mulher que amava.

- Vamos beber! – gritou Ino e todos riram, Naruto riu como o baka que ainda era.

Com todos bebendo e sorrindo viu sua filha com Inojin filho da loira mais loca que já existiu e de seu ex companheiro de time Sai.

- Ainda bem que me lembrei – disse Naruto parando na frente dos dois e Inojin ficando nervoso instantaneamente – Queria saber o que você garoto faz com a minha filha até altas horas da noite – disse Naruto encarando o loiro e vendo a reação de descrença da filha.

- Papai – repreendeu Himawari fitando o loiro mais velho.

...

- Quase que seu pai senti meu chackra hoje de manha – disse Boruto rindo com Sarada sentada em seu colo no encosto de uma árvore vendo todos beberem e se divertir.

- Não foi meu pai que ouvimos pelo corredor Boruto – disse Sarada beijando a bochecha do loiro.

- E quem foi? – perguntou Boruto nervoso.

- Minha mãe, ela sabe ser bem persuasiva – disse Sarada com medo em sua voz.

- Então na próxima vez que eu dormi na sua casa tenho que ocultar meu chackra com mais eficácia – disse Boruto beijando a namorada.

- Próxima vez? Que história é essa de dormir com a minha filha ô filhote de dobe – disse Sasuke que estava atrás dos jovens num segundo.

- Pa-pa-papai – gaguejou Sarada com medo se levantando do colo de Boruto vendo seu pai pegar pelo colarinho da blusa do seu namorado com o Mangekyou Sharingan ativado.

- E-E-Eu posso explicar sogrão, eu juro – disse Boruto nervoso e com medo.

- NÃO TEM NADA O QUE EXPLICAR! Você vai morrer – disse Sasuke com o olhar que qualquer um do mundo ninja tinha medo nos tempos de Nukenin.

- AHHHHHHHH! – gritou Boruto com medo.

 

FIM.

 


Notas Finais


Comentem o que acharam pfvor
Kissus de Cereja <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...