História Feliz páscoa! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Exibições 1
Palavras 705
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Festa, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo único


 A páscoa estava chegando e Adam e Tommy queriam comemorar da melhor forma possível. Eles estavam juntos a um bom tempo e tinham adotado dois irmãos, Luíza e Jonas, e queria dar uma bela páscoa para eles então preparou tudo nos conformes.
 - Será que eles vão gostar? O importante mesmo é que terão uma páscoa como nunca tiveram enquanto moravam no orfanato porque agora eles tem um lar e uma famíia. Disse Adam.
 - Com certeza eles vão gostar. Eles estão tão felizes aqui conosco. Nem se compara com o que era antes a vida deles lá no orfanato.
 Eles queriam fazer uma bela surpresa para os dois irmãos. Iam fazer uma caça aos ovos pela casa e jardim. Eles espalharam ovinhos pela 
casa toda e no fim eles acharão um ovo enorme para cada um.
 - Eles tem que aproveitar porque logo eles deixarão de ser criança e essas brincadeiras acabarão. Disse Tommy.
 - E essa será a primeira vez que eles terão isso.
 O dia finalmente chegou e todos estavam anciosos.
 - Crianças, venham aqui. Nós dois preparamos uma surpresinha para vocês. Espalhamos doces pela casa e vocês vão procurar. No fim, 
acharão algo muito bem escondido. Disse Adam.
 - Vão e sigam as pistas. Vocês tem que correr se quiserem achar e comer os doces. Tem 1 hora para procurar a partir de agora. Vão!
 As crianças procuraram por todo canto e vibravam a cada doce encontrado e nova pista achada e a cada instante ficavam mais perto de 
botar as mãos nos ovos de chocolate. Adam e Tommy também estavam felizes de vê - los tão alegres como nunca. 
 Depois de acharem todos os doces e os ovos, eles se sentaram para contar quantos doces acharam e começaram a comer um a um.
 - Calma, crianças. Não precisa devorar tudo de uma vez. Comam devagar porque vocês tem todo o tempo do mundo para isso. Disse Tommy.
 - Guardem um pouco para mais tarde porque daqui á pouco nos vamos almoçar. Disse Adam
 - É tão bonito ver a felicidade no rosto deles. Disse Tommy.
 Depois de almoçarem muito bem, Adam e Tommy fizeram um comunicado para os 2.
 - Estamos muito contentes de tê - los aqui com a gente e acho que vocês também, porque vocês agora tem uma casa para morar, comida, 
roupa, brinquedos, escola, tudo do melhor. Disse Tommy.
 - Nós queremos saber se vocês topam fazer uma coisa com a gente: ir até o orfanato onde vocês moravam e ajudar a distribuir chocolates 
para as outras crianças que ainda moram lá. Que tal?
 As crianças adoraram a idéia e toparam sim em ir com eles. 
 Lá, eles entregaram chocolates para todas as outras crianças que ficaram muito felizes em receber tudo aquilo. Eles distribuíram um - a - um
e foram abraçando os velhos amigos que fizeram enquanto moravam alí. No fim todos saíram ganhando: Adam, Tommy, os irmãos e o orfanato.
 Ao chegarem em casa, estavam todos cansados mas felizes de terem dado o melhor para aquele dia.
 Á noite, depois que os irmãos desabaram na cama de tanto sono no quarto deles, Adam e Tommy correram para aproveitar o final do dia e comemorar a páscoa do jeito deles.
 - Adam, feche os olhos porque eu tenho uma surpresinha para você.
 - Surpresa? O que mais poderia ser?
 Tommy tinha umas orelhas e rabinho de coelho guardados para aquela ocasião.
 - Pronto! Pode abrir os olhos.
 - Coelhinho... Adorei!
 - Eu serei seu coelhinho da páscoa por hoje. Use e abuse de mim.
 - Então vou querer provar do seu sabor. Será que você também tem gosto de chocolate? kkk
 - Não sei. Venha descobrir...
 Adam o puxou e começou a beijá - lo sentindo o gosto do corpo de Tommy até que não aguentou mais e resolveu provar o rabinho de coelho com aquele pombom rebolando na cara dele.
 - Coelho quer cenoura.
 - Quer é? Então toma. 
 - Hum... delícia.
 Depois da brincadeira, suados, eles foram tomar banho e se vestir para dormir, pois com duas crianças em casa eles não podiam ser 
surpreendidos juntos e naquele traje. Tommy tratou de esconder a fantasia para que não encontrássem e foram dormir. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...