História Fenômenos Paranormais I Joyri - Capítulo 7


Escrita por: ~

Visualizações 358
Palavras 1.609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Orange, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente, eu voltei e aqui está mais um beautiful capítulo!

Sorry qualquer erro e boa leitura <3

Kisses de Mel e até quarta!

Capítulo 7 - Dia I - Quintal, Surto da Seulgi e Canetas


*Câmera da Seulgi on*

- Bom diaa - A garota parecia bem, ela estava andando enquanto falava com a câmera

- Eu to me preparando pra ir pro andar de baixo pegar as informações do primeiro dia com a Taeyeon, eu já sei que não preciso levar essa camerazinha, mas eu resolvi dar um oi e contar o que aconteceu hoje de noite - Seulgi explicou.

- Eu tava dormindo, e juro que senti uma falta de ar insuportável, aí eu acordei e a minha blusa tava enrolada em volta do meu pescoço - A garota contou.

- Meu sono nunca é exatamente tranquilo, devo ter enrolado enquanto dormia - Ela deu de ombros.

*Câmera da Seulgi desligada*

*Câmera principal ligada*

- Bom, agora que estão todos aqui - A câmera captou a imagem de Taeyeon brincando com seus óculos distraidamente enquanto se preparava para passar as informações pro grupo.

- Hoje nós vamos explorar os 2 primeiros andares do hospício, vai ser o seguinte: Eu e Jessica no primeiro, Yeri e Seulgi no segundo. - Ela explicou.

- De manhã? - Yeri perguntou

- Nah, façam o que vocês quiserem de manhã, nós queremos atividade paranormal, durante a noite é mais propício - Taeyeon respondeu.

-Ok, nos encontramos aqui ás 7:30 - Ela finalizou.

-Nos vemos em breve - A câmera se virou e captou o rosto de Jessica.

*Câmera principal desligada*

*Câmera da Yeri ligada*

- Eu e Seulgi estamos andando pelo quintal do hospício, é bem legal aqui - Yeri disse sorrindo para a câmera.

- É, e bizarro, a grama é alta pra caralho, parece que um gorila vai pular e me engolir a qualquer minuto - Seulgi bufou.

- Não existem gorilas nos Estados Unidos, Seulgi - Yeri revirou os olhos.

- Mas eu já vi um! - A maior protestou.

- Ah é? Onde? No seu quintal? - Yeri arqueou uma sobrancelha.

- No zoológico, meu amor - Seulgi jogou seus cabelos.

- Olha, sinceramente...- A menor enterrou a cabeça na mão direita.

Um barulho nas folhas soou e Yeri soltou um grito.

- Relaxa Yeri, deve ter sido um esquilo - Seulgi a tranquilizou.

- Um esquilo mutante você quis dizer, né? Esse barulho não foi de uma coisa pequena - Yeri disse.

- Talvez seja um gorila - A maior deu de ombros.

- Shh.. Veio dali, vai olhar - Yeri apontou pra um ponto isolado.

- Eu não! Sou muito nova e linda pra ser engolida pelo King Kong - Seulgi reclamou.

- E com esse vídeo, provamos que Seulgi Kang tem medo de alguma coisa no mundo - Yeri riu nervosamente.

- E com esse vídeo provamos que Yeri Kim tem medo até de um esquilo - Seulgi retrucou.

- Que seja, tchaau.

*Câmera da Yeri desligada*

- Aquilo não é um esquilo, Seulgi - Ela reclamou.

- Eu não vou olhar, eu não to brincando sobre o gorila - Seulgi avisou.

- Não tem gorila aqui, acéfala - Yeri grunhiu.

- Então que porra foi aquela? Parecia pesado e grande - A maior perguntou.

- Ahn, eu não vou olhar, você quer olhar? - A menor respondeu.

- Eu não, vamos sair daqui - Seulgi puxou a amiga pra dentro do hospício.

- Como se ficar aqui dentro fosse muito mais seguro do que lá fora com o gorila - Yeri grunhiu.

*Câmera do Jessica ligada*

- Taeyeon e eu estamos passando os vídeos pro computador fodão dela - A câmera captou a imagem da garota Jessica.

- Você ta animada, Sica? - Taeyeon perguntou distraidamente.

- Pra quê? - Jessica perguntou.

- Hoje a noite - Taeyeon clarificou.

- É, acho que um pouco - A menor riu.

- Anime-se, vai que a gente encontra a vlogger bonitona - Taeyeon riu.

- Ai, nem me fale - Ela se abanou.

- Esse quarto é bizarro, Taeyeon - Jessica comentou.

- Eu me sinto observada o tempo todo - A amiga concordou.

- Você já imaginou que pode ter alguém no teto nos observando agora? - A menor devaneou.

- Assim como pode ter alguém no teto observando quem ta vendo esse vídeo também, é relativo - Taeyeon riu.

- Não olhe pro teto - Jessica piscou para a câmera.

*Corte*

- Nós acabamos de editar bem na hora de ir explorar - Jessica estava mexendo em alguma coisa enquanto falava com a câmera.

- Eu e Taeyeon estamos pegando o equipamento pra ir explorar o primeiro andar - Jessica explicou.

- TAEYEONN, PEGOU AS LANTERNAS?- Gritou.

- Peguei, você pegou as pilhas? Eu to to seu lado, você sabe, não precisa gritar- Taeyeon respondeu.

- Yeah, peguei, vamos lá, nos vemos na exploração - Ela piscou para a câmera e esticou a mão para alcançar o botão de desligar.

*Câmera do Jessica desligada*

*Câmera da Yeri ligada*

- Nós acabamos de nos encontrar com Jessica e Taeyeon, nós combinamos umas coisas, e agora eu e Seulgi estamos no segundo andar explorando - Yeri explicou.

- Nós já exploramos alguns quartos, nada demais aconteceu além de alguns barulhos agora eu vou entrar no que falta e a Yeri vai filmar - Seulgi disse.

Então a câmera captou a Seulgi entrando, mas Yeri não conseguiu entrar.

A porta bateu antes disso.

- NOSSA YERI, QUE ENGRAÇADA VOCÊ - Seulgi riu sem humor.

- Seulgi, não fui eu - Yeri disse em um fio de voz.

- Aham, destranca a porta - A maior reclamou.

- Não tem como trancar essa porta Seulgi - A voz de Yeri diminuiu mais ainda.

- MAS TA TRANCADA PORRA - Seulgi reclamou.

Yeri não conseguiu falar nada, o silêncio reinou até Seulgi gritar do outro lado da porta.

- SEULGI, VOCÊ TA BEM? - Yeri bateu na porta, Seulgi não parou de gritar.

- PORRA SEULGI ABRE A PORTA - As mãos de Yeri começaram a esmurrar a porta.

Os gritos não paravam, e Yeri não conseguia abrir a porta.

Finalmente a porta se abriu, Seulgi correu pra fora do quarto.

- O que foi isso? - Yeri perguntou e Seulgi se sentou no chão, abraçou os joelhos e ficou assim por um bom tempo.

- Seulgi? - A menor chamou.

- Vamos sair daqui, eu quero distância desse quarto - Seulgi finalmente falou alguma coisa e se levantou, ela tremia violentamente.

- Seulgi o que foi? - Yeri perguntou de novo.

- Eu vi uma coisa, só isso - Seulgi respondeu enquanto elas andavam.

- Uma coisa? Você tava histérica - A garota retrucou.

- Yeri me deixa em paz - Seulgi ralhou e apressou o passo.

Elas chegaram na sala de registros e Seulgi se sentou na velha cadeira que tinha ali.

- Essa sala parece tranquila- Yeri comentou.

- É melhor que o corredor - Seulgi concordou.

- Você quer olhar os registros? - A menor perguntou.

- Suponho que a gente tenha que explorar - Deu de ombros e se levantou.

As amigas vasculharam as pastas empoeiradas até Yeri soltar um suspiro assustado.

- Que foi? - O microfone da câmera captou a voz de Seulgi.

- Segura a câmera - Yeri entregou o objeto para Seulgi e a câmera focou no rosto de Yeri.

-"Prezada Srta. Brooke, peço que mande os recursos que lhe pedi antecipadamente.

Algo está matando meus pacientes, esconder isso está se tornando difícil, Joy está começando a agir estranho, ontem ela atacou

uma enfermeira, ironicamente a pobre jovem morreu de ataque cardíaco ontem.

Espero notícias suas e recursos logo. Talvez em sua próxima visita possamos brincar com as agulhas que lhe falei.

Atenciosamente,

Sunny Choi, superiora do Hospital Psiquiátrico Choi"- A menina leu em voz alta.

- "Algo está matando meus pacientes"? Não seria "alguém"?- Seulgi observou.

- Talvez realmente fosse "algo"- Yeri respirou fundo enquanto encarrava Seulgi.

*Câmera da Yeri desligada*

*Câmera do Jessica ligada*

- Ta gravando, Jessica? - A imagem de Taeyeon foi captada.

- Yeah, pode ir, mate - A voz de Jessica respondeu.

- Bom, nós estamos no corredores do hospital, aqui é onde admitiam os pacientes e tal - A mais velha começo a explicar enquanto se movia pelos corredores.

- Aqui eles anotavam as fichas dos pacientes, essas canetas são mais velhas que eu, com certeza - Ela pegou uma velha caneta empoeirada e depois a colocou de volta no lugar.

- Eu não acho que vai ter algo sobrenatural aqui - Taeyeon se virou para a câmera novamente.

- Uh, Taeyeon...- Jessica começou, tinha uma caneta flutuando acima do ombro da garota.

- Oi - A mais velha respondeu.

- Olha pra trás - Pediu e Taeyeon se assustou ao ver a caneta flutuando, logo, junto com aquela caneta, todas as canetas centenárias estavam no ar.

- PUTA QUE PARIU, CORRE - Jessica gritou e elas correram.

- Ok, isso foi bizarro - A menor respirou.

- Bizarro? Foi assustador, as canetas estavam voando - A garota de óculos disse.

- Bom, aqui é a sala de decisões - Jessica apresentou, ainda ofegante e assustada com as canetas flutuantes.

- Esse quadro de giz é bem bonito, pra ser honesta - A câmera apontou para um quadro de giz.

- Olha, Jessica, ainda tem giz aqui - Taeyeon riu e apontou para o giz que descansava perto do quadro.

E no mesmo momento o giz se levantou no ar.

- Jessica, me diz que esse giz não acabou de flutuar - A voz de Taeyeon estava trêmula e assustada.

- O giz ta escrevendo, O GIZ TA ESCREVENDO SOZINHO - Jessica surtou.

O giz começou a escrever, formando letras lentamente.

G

O

A

W

A

Y

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...