História Fera - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Abo, Alfa, Beta, Jimin, Namjin, Ômega, Taekook, Vkook, Yoonseok
Exibições 446
Palavras 1.851
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, nem era pra eu estar postanto mas ok. Não é minha primeira ABO e nem será a ultima. shuashushuua (vou deixar o link da outra nas notas finais)

Quanto a alguns termos e coisas diferentes do universo ABO, eu vou explicando aos poucos. Ok? Não se desesperem. A fic tem temática clichê porém não tanto porque eu mudei várias coisas e tem aquele lado mais cientifico e selvagem da coisa.

Boa leitura <3

Capítulo 1 - 1. DNA de Lobo


Fanfic / Fanfiction Fera - Capítulo 1 - 1. DNA de Lobo

Por volta de cinco séculos atrás, um jovem cientista japonês, Matsumoto Takanori, descobriu uma pequena falha no DNA humano, uma “molécula em branco”, como denominou. Segundo o Matsumoto, aquela falha tornava a espécie humana mais fraca que as demais, sendo assim, o cientista resolveu que iria revolucionar a ciência. Deu início a sua pesquisa aprofundada sobre todas os DNA’s de espécies animais mais fortes, desde animais silvestres á selvagens. Após dez anos de pesquisa Takanori encontrou nos lobos compatibilidade com o DNA humano. Depois de meses comprovando aos seus superiores que estava correto em sua pesquisa, o Matsumoto deu início à experimentos com animais, unindo seus genes e anotando todas suas reações. Takanori teve 90% de êxito com as cobaias animais, sendo que apenas as espécies mais inferiores não suportaram o gene lupino.  Mais alguns meses e o cientista recebeu a aprovação para iniciar experimentos com cobaias humanas.

 

Um casal se apresentou após uma semana de busca, eram Jung Chul e Jung Hee Min, recém-casados e sem muitos recursos financeiros viram naquele laboratório a saída para todos os seus problemas. Depois de uma conversa que durou horas, o casal se apresentou como as primeiras cobaias humanas a unir seu DNA aos genes lupo. O processo demorado de compatibilidade de genes não obteve nenhuma falha, dando ao jovem cientista o sucesso de sua pesquisa de anos. O Matsumoto queria saltitar e gritar em comemoração pelo laboratório, suas olheiras e noites mal dormidas valeram a pena. Seu nome estaria no topo de todos os cientistas mais famosos e aclamados.

 

Matsumoto Takanori havia criado a primeira raça de transmorfos. O pequeno se assustou quando o casal começou a gritar e se contorcer pelo chão limpo do laboratório. Aquela era a primeira metamorfose do casal Jung, em instantes eles eram dois belos lobos. Chul eram totalmente negro de olhos vermelhos sangue, era duas vezes maior que um lobo normal. Hee Min era dona de olhos lilases e pelagem branca mesclada de um caramelo quase dourado, um pouco menor que o alpha ao seu lado. O que os diferenciava de lobos comuns era a racionalidade e a capacidade de controlar suas transformações a partir da primeira.  Takanori havia previsto o descontrole do casal e os prendeu - com ajuda de sedativos - dentro de quartos separados revertidos em metal.

 

O que o cientista não esperava era que,a partir dos Jung, novos lobos seriam criados. Em uma noite de lua cheia - seguindo o belo clichê - o casal perambulava pelas ruas de Tokyo, antes de finalmente voltarem para Busan, quando foram iluminados pela luz do luar, o que causou uma transformação instantânea. O casal não saberia dizer como, pois não têm memórias daquela noite, mas o que ocorreu foi a transformação de um humano pela mordida do alpha lupus descontrolados entre os dois. A omega não tinha força suficiente ou controle para impedir que Chul atacasse o humano, gerando assim, o primeiro de muitos híbridos. Esse processo de novo povoamento seguiu por toda a estação da lua, tendo seus últimos dias na Coréia. À partir dos betas e ômegas criados por Chul, novos foram sendo criados, e o mundo era 40% híbrido. Estava tudo de acordo com os planos de Matsumoto Takanori. Lobos, híbridos e humanos habitavam o mundo. A terceira raça - híbrida -  não era tão forte quanto os lobos puros, não possuiam metamorfose lupina, mas ainda sim tinham características da mesma. E essa raça seria dividida entre três sub-raças: Alfa, beta e ômega, assim como os seus antecedentes, aqueles que caminhavam sobre quatro patas, 365 dias por ano, por toda sua vida.

E então, cinco séculos após a primeira transformação dos Jung e o sucesso quase sem fim de Matsumoto Takanori, o primeiro filho do casal Jung nascera, era um pequeno garotinho de olhos brilhantes e gênio forte, seu nome era Jung Hoseok e seu legado salvaria uma nação.

 

           

 

                                                          ����


 

O primeiro dia de aula nunca é fácil, mas para Hoseok era água com açúcar, o pequeno era um doce de criança, comunicativo, gostava de fazer amizades e cuidar dos desprotegidos, era fácil para si estar em um lugar sem sua mãe. Mais um ano estava iniciando, a zona neutra - habitada por humanos e lobos - estava agitada pela volta das aulas, crianças corriam por todos os lados, fazendo a maior bagunça e deixando seus pais de cabelos brancos. A escola estava totalmente enfeitada com balões coloridos e faixas de boas vindas. O moreninho soltou a mão de sua mãe e correu até um outro garoto um pouco maior que si, seu nome era Kim Seokjin, seu melhor amigo e vizinho extremamente pontual, apenas com oito anos de idade. Hoseok achava engraçado o jeito do outro sempre querer tudo com perfeição, mas não se importava, era legal. E ajudaria muito em um futuro não tão distante.

 

- Jin! - Gritou fazendo o outro se assustar, mas abraça-lo quando notou sua presença. - Será que vamos ser da mesma sala? A minha omma disse que seria bom, você me ajuda com as matérias estranhas.

 

- Eu ajudo, mas só quando você presta atenção e não fica conversando com as outras pessoas. Esse ano não quero moleza Seok. - O Kim respondeu segurando uma expressão dura para o moreno entender que não estava brincando. - Nossas ommas conversam muito, do que será que tanto falam?

 

Hoseok até responderia se um garotinho menor que si não tivesse esbarrado em si e caído no chão, logo chorando. O homem que o acompanhava tentava o acalmar, mas não adiantava muito. Os olhos do Jung estavam levemente arregalados e seus lábios entreabertos. Hoseok não percebeu quando seus pés deslizaram rapidamente pelo chão, apenas viu quando estava ao lado do outro menino que chorava sendo acalentado pelo pai.

 

- Ei neném, por que está chorando? Se machucou? - Hoseok indagou. O pequeno e acalmou um pouco, limpando as lágrimas nas costas das mãos pequenas, sem erguer o rosto, envergonhado por chorar na frente de tanta gente. Do outro lado Hee Min e Kim Sook observavam atentas a cena. Não aguentando-se de curiosidade, Hoseok levou o dedo indicador ao queixo do outro que apenas respirava fundo contendo o choro de poucos instantes atrás. - Neném?

 

Yoongi ergueu finalmente o rosto, olhando diretamente nos olhos do moreninho. Hee Min quase caiu para trás, assim como o pai de Yoongi, ao verem os olhos dos dois garotinhos brilharem prateados em conexão. Ninguém sabia o que significava, mas uma coisa era certa: Muitos alfas saíram machucados por ousarem tocar em Yoongi tendo Hoseok por perto.

A atenção de todos ali foi tomada quando o diretor da escola, um alfa de aparência ranzinza e provavelmente muito mal humorado, começou a falar e dar boas vinda em um tom de voz entediado. Todas as crianças foram deixadas em suas devidas salas de aula, Seokjin e Hoseok conseguiram ficar na mesma sala, depois que suas mães fizeram um pequeno escarcéu na secretaria, Min Yoongi tinha seis anos de idade, dois a menos que Seokjin e Hoseok. Por tanto, ficaria em uma sala diferente, junto de um outro garotinho bochechudo de nome Park Jimin, filho de um casal amigo de seus pais.

 

Após deixar os filhos em suas classes, os pais dos dois pequenos se encontraram na porta da escola. Hee Min ainda nervosa com a ruiva da secretaria e Chanyeol segurando a risada, o moreno gostava de ver o circo pegar fogo, algo que Yoongi herdaria de si. Kim Sook tentava acalmar a amiga, o que logo aconteceu.

 

- Olá, o senhor é pai do garotinho que estava chorando mais cedo não é? - Como sempre Hee Min começou a falar animada. Chanyeol assentiu. - Você também viu o que aconteceu com os olhos deles? Ou foi somente eu?

 

- Eu vi. Aquilo era o que eu estou pensando? - Indagou quase aflito o mais alto. - Era não é?

 

- Sim. O que faremos? Não precisamos contar para eles agora, que tal esperamos até o primeiro cio? Podemos explicar um pouco antes, com uns dezessete anos. Um pouco antes de completarem dezoito. Hoseok é mais velho, então já saberemos o que ele é, apesar de que meu marido já tem alguma noção. Depois você fala ao seu filho.

 

- Calma Min! Respira amiga - Sook brincou. - Deixaremos que tudo flua normalmente, e depois, quando estiverem no início da puberdade juntamos todos eles e explicamos. Para todos, aos quinze anos. Assim, durante o primeiro cio já terão escolhido seus alfas e ômegas.

 

E seria assim. Em uma reunião, todos saberiam como era ser um lobo e teriam seus instintos sendo explicados. O que nos leva diretamente para quatro anos após o ocorrido no primeiro dia de aula do pequeno Yoongi.

 

                     

                                                         ����


 

- Me devolve, por favor. - Pediu pela terceira vez - Por que você é tão chato Hoseok?

 

- É legal te ver pulando tentando pegar as coisas, você é tão baixinho neném. - Hoseok sabia que Yoongi odiava ser chamado daquela forma, não era mais um bebê e não precisava do amigo o chamando assim. - Só vou devolver porque daqui a pouco tem educação física e hoje é dia de jogar basquete e se o professor me ver fazendo isso com você vai me punir e não me deixar jogar.

 

Yoongi pegou o caderno colorido da mão de Hoseok e se sentou na cadeira cruzando as pernas e fazendo um bico fofo nos lábios. Ser menor que o Jung o deixava irritado, mas nunca era capaz de fazer muito se não chorar pedindo que o outro parasse de o zoar. Sentiu os lábios alheios em sua bochecha e deu um pulo na cadeira, Jimin era tão silencioso que não o viu entrar na sala de aula e sentar-se ao seu lado. Min Yoongi era o que chamavam de gênio: Era tão inteligente que a dois anos seguia na mesma série que Hoseok e Jin o que o separava de Jimin.

 

- Fica inteligente e esquece os amigos, não é Yoonnie? - Jimin reclamou com o semblante sério, fazendo Yoongi engolir em seco. Às vezes o Park gostava de ser mau e o beliscar.

 

- D-Desculpa, eu… Estava com o H-Hoseok. - Respondeu encarando suas mãos unidas em seu colo. Jimin se inclinou sobre a mesa, chegando perto do outro que se encolheu ainda mais. O Jung, percebendo que Jimin intimidava seu Yoongi, se levantou de onde estava, fazendo barulho ao derrubar a cadeira.

 

- Park Jimin. Eu já te dei uns socos antes e não me importo de dar outros. Se afaste dele. Agora. - O moreno deu alguns passos rápidos demais para uma criança de doze anos, parando ao lado do Park, que recuou revirando os olhos e saindo da sala. - Não sei por que você insiste em ser amigo dele.

 

- Eu não tenho muita escolha Seok. Mas você sempre tá perto e me protege dele, então eu fico bem, obrigado Hyung!

 

- Você vai é me deixar doido, Yoongi.

 

E definitivamente, ele iria. Min Yoongi era um docinho, mas todo doce azeda com o tempo, não é mesmo?

 


Notas Finais


Matsumoto Takanori: Ruki (The GazettE) sim, a fic tem crossover com J-Rock e com o EXO. Mais para frente o resto do povo aparece. Queria eu ser Yoongi filha de ChanBaek hasuhsu
Até o próximo e comentem o que acharam <3

Outra ABO: https://spiritfanfics.com/historia/ele-e-meu-6692257


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...