História Férias - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Erza, Fairy Tail, Gajevy, Gray, Gruvia, Happy, Jerza, Juvia, Lucy, Nalu, Natsu
Visualizações 37
Palavras 1.170
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Lucy


Fanfic / Fanfiction Férias - Capítulo 2 - Lucy

         Eu sentei em uma mesa bem no centro do salão e logo Natsu e Happy vieram sentar comigo. Eu estava meio cansada da viagem, mas mesmo assim bem animada. Mira tinha dito que teríamos essa noite livre, que poderíamos fazer o que quiséssemos, eu tinha pensado em dar uma volta no hotel, mas Erza queria que eu a acompanhasse na sauna. Estava mergulhada nos meus pensamentos quando notei que Natsu falava comigo.

         - Você ainda vai comer isso, Luce? – Ele disse apontando para um pedaço de bife no canto esquerdo do meu prato.

         - Claro que eu ainda vou comer!

         - Você não estava... – Ele disse voltando os olhos para sua própria comida.

         - Você estava com uma cara muito assustadora encarando aquele cara ali. – Disse um Exceed sentado a minha frente com muitos peixes na boca. – Você às vezes é bem assustadora Lucy.

         - Lucy, a Mira já disse que me acompanha na sauna, se você quiser voltar para seu plano original. – Que bom que a Erza chegou, se não eu não responderia pelos meus atos em relação aquele bicho azul.

         - Não, tudo bem, eu quero mesmo relaxar, acho que vou deixar aquela minha ideia de dar uma volta no hotel para amanha.

         - É bom que voltamos juntas para o quarto, esperar tanto tempo naquele elevador sozinha me dá arrepios. – Não sabia que a Erza tinha medo de elevador.

- Eu também não gosto nada daquela coisa... – Isso já era esperado do Natsu. - Vocês estão no mesmo quarto não é?

- Sim! Fiquei feliz de ter caído em um quarto com a Lucy. Você está com quem Natsu?

- Com quem você acha? Aquele idiota de olhos caídos me persegue. – Ele disse rolando os olhos.

- Pensei que você estaria sozinho com o Happy...

- Não Lucy, ninguém nunca conta com o Gato.

Depois do jantar eu, Kana, Mirajane e Erza fomos à sauna, onde só havia nós quatro e mais duas clientes do hotel. Era uma daquelas cabaninhas, como eu suspeitei, era meio pequena, mas bem agradável.

- Isso é realmente relaxante. – Disse Mirajane.

- É ótimo depois de passar um dia viajando com o Natsu. – Exclamou Erza.

- Realmente viagens com Natsu são estressantes. – Reclamei entrando na onda das meninas.

- É... Não sei como você aguenta ele as vezes. – Disse Kana rindo.

- Nem eu. – Concordou Mirajane.

- C-como assim... Ah faz parte...  

Kana deu uma longa gargalhada percebendo que eu estava toda vermelha. - Não sabemos como você consegue aguentar horas no trem enquanto vai com ele em missões...

- B-bom Erza também vai.

- Por que você esta vermelha Lucy? – A ruiva indagou apontando para a minha cara.

- Você fica mesmo assim sempre que falam do Natsu? – Kana riu novamente.

- Ah vocês são tão bonitinhos. – Mira suspirou. – E se dão tão bem.

- O que tem isso?

- Você é engraçada Lucy. – A Erza suplicou.

- P-por quê?

- Por que ficou toda envergonhada só de falar no Natsu. – Kana disse rindo também.

- Dessa vez o mestre se superou não acham? – Mira disse mudando de assunto.

- Com certeza, lembram-se da ultima vez? – Kana disse rindo.

- Vocês sempre tiraram férias juntos? – Perguntei.

- Costumamos.

- A gente gosta, afinal somos uma família, e não é como se passássemos todo o tempo do mundo juntos... Claro que eu vejo a maioria de vocês sempre que voltam das missões, mas tem alguns que nunca se encontram.

- É! Já faz um bom tempo que eu não vejo o Bickslow e o Freed.

- Sorte a sua Erza...

Continuamos conversando por um bom tempo, depois eu e Erza voltamos para o quarto, ela bem que tentou puxar assunto, mas eu estava cansada de mais para conversar e queria muito dormir para que chegasse logo o dia seguinte.

- Ei Luce! Luce acorda! – Eu ouvi uma voz que penetrava de leve em meus sonhos. – Luce, já são quase dez e meia, daqui a pouco o café acaba.

- Me deixe em paz! – Disse rolando na cama e colocando o travesseiro sob meus ouvidos.

- Luce! Você precisa acordar! – Senti as mãos daquela pessoa pelo meu corpo e então elas foram descendo... E descendo até que começaram a me fazer cócegas.

- Para Erza. – Soltei umas risadas, mas continuava de olhos fechados. – Erza. ERZA, PARA! – Soltei um berro que ecoou por todo o quarto.

- Ela acha que você é a Erza? – Disse uma segunda voz que parecia estar um pouco mais longe.

- Estranho... Eu pareço muito com ela?

- Ela esta de olhos fechados Natsu!

- Natsu? Natsu... – Falei em um tom de voz suave. – NATSU! – Dei um berro que tenho certeza que todos do hotel escutaram. Natsu foi jogado para trás saindo da cama e batendo na parede.

- Ai Luce, podia ter falado um pouco mais baixo.

- O que você esta fazendo aqui?

- Do que vocês estão falando? Eu não escuto mais nada. - Happy disse cutucando as orelhas.

- Você vai perder o café da manhã.

- O que? – Disse olhando para o relógio. – Já são dez e quarenta?

- Acho melhor você se apressar!

Saímos do meu quarto e descemos direto para o segundo andar onde ficava a lanchonete, já não tinha mais ninguém da Fairy Tail lá. Natsu me acompanhou e pelo incrível que pareça ele não fez nada para me irritar.

- Aonde esta a Erza? – Disse ainda mastigando.

- Ela foi com o Gray em algum lugar, disse que ficou com pena de te acordar e pediu para eu fazer isso, se você demorasse muito. – Ele disse enquanto mexia no vidrinho de sal. – Mira disse que tínhamos a manha livre, mas íamos nos encontrar na hora do almoço para decidirmos o que fazer de tarde.

- Eu estou louca para visitar aquela Caverna que tem aqui perto! Será que ainda dá tempo de ir antes do almoço?

- Acho que não... – Disse uma voz doce e meiga que vinha de uma menina de cabelos azuis atrás de Natsu. – Fica meio longe daqui... Mas eu também queria ir... Fiquei a manhã inteira tentando convencer a Mira e nem me dei conta de que não fiz nada... Ela disse que talvez outro dia, mas que já tinham planos para hoje.

- Levy! – Eu falei empolgada. – Pensei que decidiríamos juntos...

- É parece que essa era a ideia inicial, mas ela disse que já tinham ideias então... Parece que não vai ser mesmo hoje.

- Bom, tudo bem, só não sei o que vou fazer enquanto espero o almoço então...

- Por que não damos uma volta no hotel? Você disse ontem que era o que queria fazer. – Sugeriu o Natsu.

- Acho uma boa ideia. – Disse Levy com um sorriso. – Eu vou junto!

- Ah! Então vamos.

Queria mesmo dar uma boa olhada no hotel. E acho que ir com o Natsu e o Happy não seria tão ruim assim, Levy estaria comigo então não teria problema caso eu tivesse vontade de mata-los. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...