História Férias - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Erza, Fairy Tail, Gajevy, Gray, Gruvia, Happy, Jerza, Juvia, Lucy, Nalu, Natsu
Visualizações 32
Palavras 1.884
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Festa


Fanfic / Fanfiction Férias - Capítulo 9 - Festa

Mira entrou na festa toda feliz, era a primeira das festas que teriam nessa viagem, e ela estava super animada, mas parecia que todos estavam com problemas. Erza parecia avoada, Kana estressada, Lucy tinha sumido, assim como Lisanna, Gray estava com uma cara péssima e Juvia mais ainda. Natsu tinha acabado de entrar no salão e ele parecia meio confuso. Elfman também estava bem estranho, assim como o mestre que conversava com Laxus, Bickslow e Ever. “O que será que está acontecendo com todo mundo?” pensou. Viu Lucy entrando no salão com uma cara também não muito boa, Natsu foi até ela. “Será que aconteceu alguma coisa entre os dois?”

 

- O que deu em você, ein? - Disse o rosado que tentava entender a garota.

- Nós tínhamos que voltar Natsu.

- A festa não podia esperar? Eu te levei-

- Me levou para encontrar a Lisanna?

- Ela apareceu lá por acaso, e por que isso te incomoda tanto?

- Você é mesmo muito tonto, Natsu. – Ela disse deixando o menino sozinho e indo em direção a Wendy e Levy. Ela não queria ser grossa com ele, muito menos por algo que ele não tinha culpa, algo que ele não entendia e nem ela mesma conseguia entender.

 

- Juvia, vou ali pegar uma bebida, quer alguma coisa? – Perguntava a morena à maga de cabelos azuis.

             - Não...

- Por que você não para de ficar ai se torturando? Se divirta! Eu to indo lá. – Logo que a amiga saiu deu espaço para outro mago que só estava esperando o momento em que a menina ficaria sozinha.

- Juvia posso falar com você?

- Juvia sabe que não devia ter escutado, desculpa...

Juvia... Tudo bem. Mas será que a gente po-

Juvia... Tem que ir ali com Kana. Desculpa Gray-sama – Dito isso a maga se juntou a amiga que ficou feliz em vê-la.

- Foi rejeitado? Pela Juvia?

- Cala a boca olhos puxados! Eu vi quando a Lucy te deixou falando sozinho!

- Eu também não entendi muito bem, por que a Lucy ficou tão chateada por causa da Lisanna?

Ele deu um sorriso. – Você não tem nem ideia?  

- Não...

Vocês dois não entendem nada de garotas, né? – Disse uma ruiva que vinha em direção à mesa. – Vocês estão fazendo tudo errado. - Os dois se olharam e depois voltaram a encarar a Maga.

- E o que a gente ta fazendo? – Disse o mago de gelo, mais confuso que o seu amigo.

- Gray, por que não foi atrás dela?

- Ela não queria falar comigo...

- Claro que queria! E você Natsu, não tem nenhuma ideia do por que a Lucy se incomoda tanto com a Lisanna?

- Não...

- É pelo o que ela sente por você. Não tem que ser tão inteligente para perceber, nem você Gray, não tem que ser um gênio para notar que a Juvia quer que você insista mais um pouco... Vejo vocês dois mais tarde. – Saiu deixando os dois meninos com os olhos arregalados, quando perceberam, saíram cada um para um lado.

 

- Luce! – Natsu puxou a menina para um canto mais calmo.

- O que foi Natsu?

- O que você sente por mim?

- O-oque? Q-que pergunta é essa?

- Você–

- O que a Erza te falou? – Ela disse se soltando dos braços dele e indo atrás da amiga. – Ela vai...

- Lucy... – Ele disse fazendo a dar meia volta.

- Natsu. – Ela disse gritando. - Por que você esta me perguntando isso agora?

- Por que eu... - O menino disse olhando para o chão, suas bochechas ficando vermelhas. – Quer dizer, eu... Luce... Eu... – Ela o interrompeu com um beijo.

 

- Juvia... Preciso mesmo falar com você.

- Com licença, eu vou ali... Fazer aquela coisa... – Kana disse se levantando.

- Gray-sama... Juvia já disse que não quer conv– Ela não pode nem terminar a frase, e quando viu já estavam se beijando e ela o empurrou. – Juvia não quer Gray! Por que não entende isso?

- Juvia...

 

- Luce... – O menino falou, quando a menina se afastou.

- Talvez eu sinta algo por você... – Ela disse ficando corada. E logo ele a beijou de novo.

 

- Erza! – O menino disse tirando a Titânia da pista de dança. – Por que foi me dizer aquilo?

- O que foi que aconteceu?

- Ela me deu um fora! Eu acho...

- Acho que você até merece Gray.

- O que?

- Ela correu atrás de você o tempo todo... E você sabia o que sentia por ela e sem motivo deixou você a ignorou, agora ela está fazendo o mesmo... Só que ela tem um motivo.

- Não ela não tem.

- Depois nós conversamos sobre isso, Gray. Vá curtir a festa. - Titânia se virou e voltou para a pista de dança.

 

- Ei! Levy!

- Oi, Gajeel! – Disse a azulada com um grande sorriso no rosto.

- Você quer dançar?

- Claro!

 

Todos já estavam com uma cara melhor e com isso Mira já estava feliz, ao lado de Erza e Lisanna na pista de dança a menina estava mesmo se divertindo, até aquele homem dos cabelos loiros e cicatriz em forma de raio a tirar da pista.

- Será que pode me soltar?

- Pode pelo menos me ouvir?

- Me solta! – Ele a soltou e ela ficou parada na frente dele. – O que foi?

- Mira... O que eu fiz pra você?

- Vai mesmo querer falar sobre isso no meio de uma festa? – Ela disse saindo.

- Mira! – Ele segurou o braço dela novamente.

- Me solta, Laxus! – Ela disse se soltando e o deixando sozinho.

- Ela não quer falar com você... Parece até que você não me escuta. – Disse a morena que se aproximava.

- Não me enche, Kana.

- Ué. Ontem você que estava me enchendo, realmente o mundo dá voltas.

- Eu não quero mais nada com você. – Disse virando-se para ela.

- E quem disse que eu quero alguma coisa com você?

- Ninguém precisa me dizer Kana... – Ele voltou a dar aquele sorrisinho de deboche.

- Você fica tentando conseguir o coração de uma garota que não ta nem ai pra você.

- E você que fica se jogando em cima de mim?

- Eu? Nunca me jogaria em cima de você!

Eles foram chegando cada vez mais perto um do outro e sem perceber se agarraram.

 

- Como é ridículo. – Disse Mira, olhava aquela cena.

- Nossa Mira! O que foi? – Disse Lisanna.

- Ele estava a dois segundos, tentando falar comigo e agora já está ali, se agarrando com a Kana.

- Você está com ciúmes?

- O que? Ficou louca Lisanna?

 

- Quer sair daqui? – Laxus falou, no meio de um beijo e outro.

- Vamos. – Ela disse. Então pegou na mão dele e desapareceu pela porta.

 

A festa já estava chegando ao fim, sobravam poucos no salão. Foi ai que a Ruiva notou aquele menino sentado no sofá, com a cabeça abaixada.

- Gray o que esta fazendo?

- Oi Erza. – Disse esfregando os olhos.

- Você estava dormindo?

- Eu estava pensando...

- Gray passou a festa inteira aqui sentado?

- Eu não sabia que isso ia me afetar tanto.

 - Gray, pra isso tem solução e você sabe muito bem qual é. Por que não sobe? Toma um banho... Dorme?

- Erza eu– Ele se deitou no sofá.

- Se não vai pro seu quarto vai pro meu.- Pegou o menino pela mão e o arrastou pelo salão. – Vem.

 

- Foi muito legal hoje... – Dizia uma menina de cabelo azul parada na frente de seu quarto.

- Eu fico feliz que você se divertiu. – Disse o Dragon Slayer que se continha para não sair agarrando a menina. “Vai com calma Gajeel, a Levy é diferente, você vai fazer isso direito”, pensou.

- Boa noite. – A garota disse sorrindo e olhando pro chão.

- Boa noite. – Ele levantou a cabeça dela com a mão e a deu um celinho. Depois foi embora, antes que ela pudesse fazer qualquer coisa.

 

- Com licença, com licença, vocês precisam se retirar. – Disse o segurança que se dirigia ao casal que permanecia no salão de festas.

- A gente já esta indo. – Falou o menino.

- Senhor, estamos fechando, vocês precisam ir agora.

- Tudo bem. – Disse a loira quase sem ar que afastava o menino de perto dela.

 

- Lisanna? Você esta bem?

- O que? Claro que estou...

- Você parece meio avoada, vai acabar acabando com a agua do mundo desse jeito. – Disse a maga que escovava os dentes para a que tomava banho.

- Mira... Você acha que o Natsu e a Lucy estão... Namorando?

- Eu não sei Lis... Por que? Você me disse que dava maior força pra eles, não vai me dizer que você-

- Não! Eu quero que eles fiquem juntos, que eles sejam felizes... Mas de vez em quando eu sinto uma saudades do Natsu.

- Lis... Não pensa mais nisso não...

- E você?

- Eu o que?

- Percebi bem a cara que você fez para o Laxus e para a Kana.

- Eu não estava com ciúmes!

- Não falei nada...

- Lisanna! Não começa, sei bem aonde quer chegar, eu não gosto daquele homem, e nem nunca vou gostar.

- Sei...

 

- Vocês dois poderiam ter um pouco de respeito? Tem crianças no elevador. – Dizia uma hospede do hotel.

- Mãe! Não sou mais criança!

- Desculpe senhora. – Disse Lucy, tentando recuperar o folego. O elevador parou no 15º andar e os dois saíram.

- Lucy... Não quer ir um pouco no meu quarto? – Disse a encostando na parede.

- Mas lá tem o Gray.

- Eu vi quando a Erza puxou ele... Deve estar no seu quarto.

- Que estranho...

- Isso não importa.

- Não...

Os dois então foram direto para o quarto, mas não deu muito tempo e os dois acabaram adormecendo.

 

- Toma aqui, bebe essa agua, você precisa se hidratar.

- O que eu faço, Erza? Como eu faço ela-

- Já se perguntou o que quer com ela? Por que até ontem você estava todo confuso, foi só ela te dar um fora e você ficou todo decidido.

- Erza, eu preciso dormir, vou pro meu quarto.

- Não você vai ficar aqui. – Ela disse desabotoando a camisa dele.

- Erza o que esta fazendo?

- Gray, o Natsu e a Lucy devem ter ido pro seu quarto, você esta mal e vai dormir aqui! Onde eu possa te ver e relaxa, eu tenho outra pessoa na cabeça. – Dito isso se dirigiu para o banheiro. – Eu vou tomar um banho. E quando eu voltar, é melhor estar dormindo.

 

A porta se abriu revelando uma morena que tentava entrar sem ser percebida.

- Kana? – A azulada disse com os olhos cerrados.

- Juvia! Volte a dormir.

- Que horas são?

- Ainda não é de manhã!

- Kana você só esta chegando agora? Kana! São seis horas da manhã.

- Relaxa Juvia, volte a dormir.

- Kana, você acha mesmo que Juvia é boba? Acha que Juvia não reparou que Kana não tem dormido no quarto?

- Juvia, volte a dormir.

- Kana, se estiver-

Juvia! Depois a gente conversa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...