História Férias de Verão - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ian Somerhalder, Selena Gomez
Personagens Ian Somerhalder, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Férias De Verão
Exibições 12
Palavras 2.749
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 8 - Quero sentir você e o nosso filho


Fanfic / Fanfiction Férias de Verão - Capítulo 8 - Quero sentir você e o nosso filho

POV. Selena

[ Actual momento ]

Limpei rapidamente minhas lágrimas assim que vi o Ian parar a frente do edificio onde ficava o meu apartamento. Agarrei a minha bolsinha e endereitei meu vestido que estava meio torto. Quando agarrei na porta prestes a sair o Ian me pegou pelo braço.

_ Ian... O que foi agora?_ perguntei sem paciência.

_ Não vai se despedir de mim?_ ele perguntou e eu o olhei seriamente_ Tá eu já entendi... Posso pegar você mais tarde, sei lá, dar um passeio ou..._ o cortei rude.

_ Não obrigada...eu estou muito cansada e com uma dor de cabeça horrível...eu preciso descansar!_ falei puxando meu braço e abrindo a porta do carro.

Desci do mesmo e fechei a porta e sem dizer uma palavra sequer, me pus a andar entrando. Dei uma olhada para trás antes de pegar o elevador e vi o Ian ainda aí parado de cabeça baixa, apoiada no volante e parecia estar frustrado, porém, eu não liguei e subi no elevador.

Peguei as chaves na bolsinha e abri a porta do AP e juro que estava rezando para que a Briana estivesse dormindo, e acho que as minhas presses foram atendidas, pois assim que entrei, o silêncio chegava a ser inquietante. Caminhei pelo corredor e parei de frente a porta do quarto da Briana, como a porta estava encostada, decidi entrar.

_ Ai meu Deus!_ falei assim que a vi dormir com um homem e os dois estavam pelados e descobertos.

Recuei sorrateiramente e fechei a porta. Caminhei até o meu quarto e fui tirando a roupa, jogando em qualquer lugar, pois estava precisando de um banho.

Assim que terminei o banho longo e relaxante, sequei meu corpo e passei alguns cremes e perfume, depois optei por trajar uma camisola normal que me chegou até as coxas, e que tinha o desenho de uma banda. Fiz um coque em meu cabelo e sai do quarto descalça mesmo, adoro andar assim.

Andei até a cozinha e fiz um café pra mim e o coloquei numa chavena mesmo, como estava sem fome, apenas fiz, me sentar no sofá e liguei a TV. Passava um programa qualquer, mas a parte em que um casal se beijava, fez com que as imagens da noite anterior surgissem.

Eu ainda sentia seus toques, seus beijos e o pior de tudo, é que meu corpo começou a vibrar de desejo e saudades loucas. Suspirei ao pensar nisso. Como fui deixar isso se repetir entre a gente. Era tudo o que eu pensava.

_ Adorei a nossa noite gata!_ ouvi uma voz masculina vir do corredor seguido de risadas.

_ Eu também... Você acabou comigo sabia?_ ouvi Briana falar.

Eu apenas fiquei calada, me entupindo de café pra não estragar o clima. Logo avistei os dois se beijando, ou melhor, se comendo, enquanto se dirigiam até a porta.

_ Oi...será que vocês podiam ser mais discretos?_ falei chamando a atenção deles e parece que os assustei.

_ Selena?... Achei que ainda não tivesse chegado!_ Briana falou se separando do rapaz que agora me olhava timído_ Ah! Selena esse é o Diego...Diego essa é a Selena minha melhor amiga!_ ela falou quebrando o gelo.

_ Prazer Selena!_ Ele falou sorrindo e eu retribui.

_ Prazer!... Er...vai rolar segunda vez ou foi só essa noite mesmo?_ perguntei ao rapaz e ele ficou baralhado e olhou pra Briana... Eu adoro fazer as pessoas ficarem confusas.

_ Selena! Dá pra parar?_ Briana me repreendeu e eu soltei uma risada baixa_ Ela só estava brincando... Não é... Sel? _ ela perguntou e eu fiz um sinal da paz_ Óptimo... Eu te levo a porta!

Enquanto a Briana o levou até a porta e se despediu, eu me perdi novamente e fiquei olhando para o nada, com a chavena nas mãos. Eu podia estar sorrindo, feliz, normal, por fora, mas por dentro eu estou sentindo uma dor profunda, raiva, tristeza, uma mistura de emoções para lá de negativas.

_ Selena... Eu estou falando contigo!_ Briana gritou me fazendo assustar e eu bufei irritada_ Você está bem?_ ela perguntou se sentando do meu lado.

_ Estou sim... É só distracção mesmo_ falei tentando esconder  minhas expressões.

_ Não parece, mas mudando de assunto... Onde e com quem a senhorita passou a noite ontem?_ ela perguntou rindo e eu quase me engasguei.

_ Aqui mesmo...onde mais seria?_ falei atropelando em minha fala!

_ Você não sabe mentir, pelo menos não pra mim! Conta vai?

_ Bom...eu conheci um rapaz lindo e...passei a noite com ele!_ falei gaguejando e ela me olhou com dúvida.

Eu não podia dizer que passei a noite, com o meu Ex, não mesmo.

_ E...?

_ E... O quê?_ perguntei de volta.

_ Selena...Você está me escondendo alguma coisa?_ ela falou me olhando profundamente.

_ Eu? Não... Olha Bri... Eu estou esgotada, cansadérrima e morta de sono... Então eu vou descansar um pouco!_ falei pousando a chavena na mesinha e me levantei do sofá.

_ Você está fugindo do assunto, então está me escondendo algo, fala logo o que é!_ ela falou me olhando.

_ Eu vou dormir!_ falei andando e ignorei sua fala.

[•••]

POV. Ian

É justo você não tirar da cabeça, uma mulher da qual Você já teve um lançe e deixou escapar, assim num piscar de olhos e quando voltam a se ver, têm a melhor noite das suas vidas?

Respondendo, é! Pois é assim que eu estou, com ela na minha cabeça, a noite passada ronda na minha cabeça e o pior de tudo é que eu estou com raiva, por ela nem sequer ter achado um significado na nossa noite, tudo pelo seu maldito ódio por mim. Eu estou prestes a explodir de raiva, saudades e tudo por ela.

E por causa dela, eu estava nesse exacto momento em um bar na cidade, pertinho do seu apartamento, bebendo todas, para tentar esquecer da burrice que eu cometi, mas não adianta, ela está me dominando de novo. Como quando erámos adolescentes e eu fui um estúpido com ela.

_ Mais um copo de whisky amigo, dessa vez sem gelo!_ falei pedindo o meu décimo quinto copo.

_ O senhor já bebeu demais, já está todo bebâdo, porquê não vai pra casa?_ ele falou me encarando.

_ Vem cá... A boca é minha, o dinheiro também, pena que o bar não é, mas bem que podia, ao menos você seria demitido por não satisfazer o cliente... Traz logo a merda do whisky!_ falei meio embolado e alterado.

O homem deu sinal de rendimento e abriu mais uma garrafa, despejando aquele líquido em meu copo. Eu logo peguei o copo e ingeri o líquido de uma só vez sentindo aquilo me queimar por dentro.

_ Como ela pode fazer isso comigo cara? Ela sabe que eu sou o homem da vida dela, ela sabe!_ falei com o homem do bar que me olhava atentamente e peguei um cigarro em meu bolso colocando na boca_ Acende aí pra mim!_ falei e ele passou o esqueiro.

Travei a fumaça e libertei pelas narinas, sentindo o prazer e deleite ao fazer isso. Eu sempre fui de usar cigarro e algumas droguinhas, mas nada forte ou de forma constante, eu usava em momentos como esse, de stress e carência.

_ Eu sei que ela ainda me ama, sei disso... A gente até tem um filho juntos, que eu nunca vi, mas a gente tem!_ falei e soltei um sorriso e o homem do bar só me olhava sem saber o que dizer_ Ela é minha mulher...ela não sabe, mas é minha... Ah... Acabei de ter uma ideia brilhante_ falei me levantando da cadeira todo bebâdo e bambeando_ Vou ver ela... _ Falei e joguei o dinheiro na mesa junto com o cigarro.

E saí bambeando pelas ruas, rumo ao seu apartamento...

[•••]

POV. Selena

Após uma tarde de sono, eu acordei e o dia já tinha ido embora. Me sentei na cama e me espreguiçei coçando os meus olhos. Olhei para o meu celular no criado mudo e o peguei vendo as horas que marcava, 8:12hrs da noite.

_ Nossa, dormi demais!_ comentei me levantando da cama.

Caminhei até ao banheiro e lavei meu rosto. Após ter feito isso enxuguei meu rosto e saí do quarto. Andei de forma preguiçosa até a sala e encontrei a Briana, sentada no sofá mexendo no celular com um sorriso enorme no rosto e toda produzida.

_ Vai sair Bri?_ perguntei me jogando no sofá.

_ Vou sim... O Diego, aquele de mais cedo, ficou tão encantado e me convidou pra sair!_ ela falou toda animada.

_ É só uma saída mesmo ou algo mais?_ perguntei fingindo inocência.

_ Não seja perversa Selena... O cara é legal, íntegro e..._ Ela parou pensando.

_ E tem boa pegada... Bem que eu vi, o fogo entre vocês... Eu pegava viu!_ falei brincando e ela me jogou uma almofada.

_ Que tal estou... Linda?_ ela perguntou rodando e mostrando seu look.

Ela trajava um vestido de alças vermelho, aberto nas costas e que delineava bem suas curvas e calçou uns saltos pretos, deixando seus lindos cabelos soltos. Ela estava linda.

_ Horrível..._ Falei fazendo uma expressão séria e ela me olhou assustada.

_ Mas eu passei horas procurando algo legal pra vestir, e não dá tempo de escolher outra roupa, Sel..._ Ela falou desesperada e eu soltei uma gargalhada_ Tá rindo do quê, ó palhaça?_ perguntou furiosa.

_ Eu menti, você está linda, poderosa e atraente..._ Falei controlando minha risada_ Você tinha que ver a sua cara de desespero Bri..._ Falei voltando a rir.

Briana bufou irritada e me jogou mais duas almofadas. Em seguida seu celular apitou, indicando uma mensagem e ela logo abriu.

_ Ele já está lá embaixo..._ Ela falou pegando sua jaqueta e a bolsa_ Não precisa me esperar, talvez eu não volte!_ Ela falou com um sorriso malicioso indo em direcção a porta.

_ Aproveita bastante, depois eu quero saber de tudo_ falei a olhando e ela assentiu dando beijinho no ar e saiu.

Eu me levantei do sofá e começei a recolher as almofadas jogadas no chão. Depois que as coloquei no lugar, fiquei parada, me dando conta que estava sozinha, já estava com saudades daquela louca.

_ Solução é ver um filme... Sozinha!_ falei e saí em direcção a cozinha para fazer pipocas.

Assim que cheguei na cozinha, peguei um daqueles pacotes que era só colocar no microondas. Liguei o microondas e coloquei o pacote dentro, acionei os minutos e deixei alí mesmo.

Enquanto esperava, me enconstei no balcão olhando para o nada, novamente as imagens do Ian e eu juntos, voltaram a acometer minha memória, dessa vez não eram só imagens da noite anterior, mas de todos os momentos bons que tivemos quando éramos adolescentes, pelo menos até ele mostrar que todo esse amor entre a gente era falso.

Fechei meus olhos, tentando tirar aqueles pensamentos de mim e acabei levando um susto enorme quando o interfone começou a tocar. Corri até ele e o atendi.

* Interfone on:

_ Alô?

_ Senhorita Selena?

_ Sim, sou eu, o que foi?

_ É que tem um senhor aqui que insiste em subir no seu apartamento e ele não se encontra sóbrio senhorita.

_ Quem é essa pessoa?

_ Seu nome é.... Ian...isso...Ian.

_ Diz a ele que eu não estou!

_ Senhorita ele diz que sabe que você está e ele está fazendo escândalo por causa de você... Não sai de geito nenhum.

_ Argh... deixa ele subir!

_ Ok...

* Interfone off.

Praticamente bati o interfone na parede, pois a irritação me subia ao extremo. O que ele quer dessa vez? Eu já pedi para ele desaparecer da minha vista. " Mas ele vai me ouvir" pensei.

Logo ouvi a campainha tocar de forma insistente, e eu fui logo abrir. Assim que o fiz, vi o Ian alí parado, mas não por muito tempo.

_ Escuta aqui seu idiota eu..._ Ele me interrompeu vindo me agarrar e tentar me beijar.

_Eu amo você sabia? Você é minha e eu não gosto de ver você por aí com outros homens!_ ele falou todo embolado e logo percebi seu estado pelo cheiro forte de alcoól.

_ Droga Ian... Você bebeu?_ Quase gritei tentando me soltar dele e ele soltou uma risada.

_ Só um pouquinho assim!_ ele falou como uma criança fazendo gestos_ Eu quero você...

Eu revirei meus olhos e bufei frustrada. Eu não podia manda-lo embora nesse estado e ainda mais no meio da noite, mas também eu não queria ter que olhar para a cara dele de pau. " Acho melhor a primeira opção" pensei.

_ Ian você não está em sua sã consciência... Acho melhor dar um banho em você, pra ver se passa esse alcoól em excesso!_ falei me soltando dele e com muito custo o carreguei pra dentro e fechei a porta.

_ A gente vai tomar banho? Como quando éramos novos e fazer aquelas brincadeirinhas?_ ele perguntou malicioso e eu revirei os olhos tentando me focar em alcansar o corredor com ele pois estava dificíl.

_ Ian cala a boca e me ajuda a te ajudar vai?_ falei o ajudando se equilibrar.

Caminhamos até ao corredor com ele falando besteiras e quando estavámos prestes a entrar no meu quarto ele me jogou na parede me encurralando e agarrou minha cintura   querendo me beijar.

_ Sinto tanta falta dos seus beijos, da suavidade de seus lábios... De sentir você... _ Ele falou próximo ao meu rosto e passou a me dar selinhos.

_ Ian pára tá! Saí não dificulta as coisas_ falei mas ele nem ligou e me puxou mais contra ele_ Ian pára... Caralho!_ gritei brava e dei um tapa nele que logo me arrependi por ele estar bebaâdo_ Ai... Desculpa_ falei o agarrando pelo rosto.

_ Tapa de amor não doi bebé!_ ele falou rindo e eu o olhei ainda mais raivosa.

O agarrei novamente o dando sustento e entramos em meu quarto, sem muita força o joguei na cama, o mesmo acabou sorrindo. " idiota" .

Logo o tirei os sapatos, em seguida a camisa e depois começei a tirar sua calça.

_ Vai me dar um alivio aqui?_ Ele perguntou apontando para o seu membro evidente por baixo da cueca e eu simplesmente ignorei.

Mais uma vez tive uma luta com ele de o carregar até ao banheiro, e o colocar debaixo do chuveiro. Tirei sua cueca, pois se molhasse, ele ficaria nú, então previni. Quando liguei o chuveiro na água gelada ele deu um pulo resmungando, mas passou a se acostumar. Eu tive que o segurar para não sair do eixo e me molhar toda.

_ Sabe? Eu quero transar com você aqui debaixo da água amor, a gente nunca fez!_ ele falou tentando me puxar mas eu travei.

_ Primeiro pára de me chamar de amor e segundo...ninguém aqui vai transar, larga de ser safado_ Repliquei e ele riu.

Sem qualquer aviso ele me puxou pra ele, debaixo do chuveiro me molhando toda e me encurralou no vidro do box.

_ Porra Ian... Você me molhou toda!_ gritei furiosa o olhando.

_ É só uma rapidinha!_ ele falou tentando subir minha camisola já molhada, mas eu o travei.

Inverti nossas posições, desliguei o chuveiro e o arranquei daí. Peguei uma toalha e o sequei, o levando até a cama. Corri até o closet e me sequei trocando de roupa. Quando saí do closet, vi o Ian, já cochilando, porém se revirando na cama. Peguei sua cueca e o vesti.

Lutei bastante para endereita-lo na cama e o cubri com a coberta, devido ao frio. Ele pareceu ter dormido pois fechou seus olhos.
Sem querer eu me sentei ao seu lado e passei a admirá-lo, e passei minhas mãos em seu cabelo húmido.

_ Sempre um sem noção... Só faz bobagem!_ sussurrei o olhando.

Quando eu ia me levantar, ele me prendeu na cama e colocou sua cabeça em meu colo, me abraçando.

_ Fica comigo..._ Ele falou baixinho e eu fiquei confusa.

_ Ian você não estava dormindo?_ perguntei no mesmo tom e ele negou com a cabeça como uma criança e de repente ele se aconchegou mais em mim e levou sua mão sobre a minha barriga acariciando.

_ Eu quero sentir você e o nosso filho!_ ele falou e eu automáticamente travei_ Ele ainda está aí? Você está aí filhão?_ ele começou a falar com a minha barriga.


Notas Finais


Até depois...bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...