História Férias e descobertas a bordo do Jolly Roger - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Emma Swan, Milah, Regina Mills (Rainha Malvada)
Tags Capitainswanqueen, Captain Killian Jones, Captainswan, Emma Swan, Jolly Roger, Milah, Regina Mills
Exibições 232
Palavras 1.324
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Orange, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente,

esse capítulo é mais focado na relação e diálogo sobre os acontecimentos.

Espero que gostem, é com amor pra vocês. :)

Capítulo 3 - 'A Sua Luxúria'


Fanfic / Fanfiction Férias e descobertas a bordo do Jolly Roger - Capítulo 3 - 'A Sua Luxúria'

Emma acorda suavemente com o barulho de água e ranger de madeira do navio ancorado, abre os olhos com preguiça e se depara com Killian deitado ao seu lado, sorrindo para ela:

- Bom dia amor!

Ela sorri, quase não acreditando que realmente estão de férias de toda a confusão de Storybrooke e o beija várias vezes por toda a face e pescoço:

- Bom dia! Que cheiro bom é esse?

Killian aponta com os olhos para a mesa, que está posta com um apetitoso café da manhã. Emma pula da cama já vestindo um robe de seda branco e começa a devorar um waffle.

- Como eu não vi você acordar para fazer o café e trazer tudo isso para cá?

- Você dormia feito um anjo Emma... Bom, na verdade estava roncando...

- O quê?

Ela aperta os olhos e também a torrada em sua mão, lambuzando os dedos com geleia. Killian levanta da cama, vai até ela, limpa a geleia de seus dedos e diz:

- Tá bom... Digamos que... Você estava com a respiração pesada.

Ele sorri e pisca para ela, que ainda tenta fingir um pouco de brabeza, mas logo abre um sorriso também. Os dois sentam-se à mesa e atacam impiedosamente a comida, numa tentativa de recuperar as energias da noite anterior.

O silêncio se fazia presente, os dois queriam falar sobre a noite passada, dava pra sentir a tensão, mas nenhum deles sabia como começar o assunto e parecia que só conseguiam encher a boca de comida...

- Emma... – Killian...

Os dois falaram ao mesmo tempo, sorriram e balançaram a cabeça. Eles realmente se sentiam conectados.

- Sobre ontem...

- Você gostou Emma? Eu fiz algo que não devia ter feito?

- Não, calma, não é isso, ao contrário, eu nunca senti tanto prazer como ontem...

Um sorriso vitorioso aparece no rosto de Killian enquanto Emma continua:

- O fato é que eu nunca havia me entregado pra alguém assim, você sabe, eu meio que sempre fiquei na defensiva, cheia de barreiras à minha volta. E essa pressão de ser a Salvadora, de ter que estar sempre alerta pelos finais felizes de todo mundo... Mas quando estou com você Killian sinto que posso baixar todas as guardas, todos os escudos, sem comprometer a integridade da Salvadora. Com você consigo curar minhas feridas de batalha, renovar minhas energias, encher meu coração de esperança novamente...

- Emma, eu estou aqui pra ser o seu porto seguro. Eu sempre estarei ao seu lado. Eu amo você e sou capaz de qualquer coisa para vê-la feliz. O seu sorriso ilumina meu mundo e me faz querer ser sempre um homem melhor pra você.

Os dois inclinam seus corpos sobre a mesa para se beijarem e então Emma continua:

- Mas Killian, eu tive que criar coragem e beber algum rum para pedir que você deixasse o ‘Capitão’ assumir o controle ontem. O que por sinal amor...

Emma o olhou sorrindo maliciosamente de canto de boca e perguntou:

- Você andou lendo ou assistindo filmes?

-O que? Não...

Killian sacudiu a cabeça e deu de ombros sem entender direito do que Emma estava falando. Swan percebeu que ele havia ficado envolto em pensamentos e com o olhar perdido em seu braço onde estava tatuado o nome de Milah.

- Ei amor, está tudo bem.

Emma disse segurando sua mão e o trazendo de volta.

- Eu sei que não sou a primeira mulher que você amou, assim como você não é o primeiro homem que eu amei. Somos pessoas adultas e é assim que é... O que importa somos eu e você neste momento e aqui. Eu te amo Killian.

- Eu também te amo Swan. Eu viveria de novo cada um dos dias dos meus séculos de vida se tivesse a certeza que no final encontraria você.

Hook convidou Emma a se sentar no seu colo e lhe deu um beijo calmo.

- Sobre ontem Swan, eu aprendi tudo com a Milah.

Emma olhou surpresa para ele, mas ao mesmo tempo curiosa, o incentivando a contar como aconteceu.

 

Flashback on

 

- Deixe a Lady em paz!

- Ou o quê?

- Bem... Ou...

Killian deu um soco de esquerda no grandalhão que importunava aquela bela mulher sentada ao balcão da taberna. O homem caiu desmaiado à sua frente. Milah observava atenta e Killian pegou um copo de rum e entregou para ela, sentando-se à sua frente, quando ela disse:

- Obrigada, senhor...

- Capitão Killian Jones.

Ele pegou a mão dela e a beijou, sem tirar os olhos dos dela, fazendo o coração de Milah acelerar.

- Ao seu dispor, milady.

- Capitão? Mas o que você está vestindo não parece um uniforme da marinha real.

Killian sorri maliciosamente até Milah entender.

- Oh, você é um pirata!

Depois da surpresa, o olhar de Milah é tomado por certa melancolia, mas seguida de curiosidade:

- Você já conheceu muitos lugares? Muitas Pessoas? Você gosta de viver viajando assim?

Killian se aproxima:

- Sim, já viajei por muitos mares, conheci muitas especiarias, aromas e gostos... Você gostaria de provar isso também?

O sangue de Milah fervia em suas veias... Por que esse homem foi aparecer justo agora na sua vida? Ela precisava sair dali. Levantou-se em direção à porta, mas tropeçou no grandalhão ainda desmaiado no chão e deixou cair um pequeno livro do seu bolso, que foi parar nos pés do Capitão.

Ela tentou chegar até o livro antes que ele o pegasse, mas foi tarde, quando olhou para ele, estava com o livro nas mãos e a olhando com uma mistura de malícia e curiosidade. A capa do livro era em couro preto e o título, escrito em púrpura: A Sua Luxúria.

- Me dê isso!

Killian afastou a mão que segurava o livro para trás fazendo com que Milah se desequilibrasse e se apoiasse em seu peito, a envolvendo com o outro braço.

- Claro que sim milady, afinal, é seu. Mas pode ser após uma outra rodada de rum?

 

Flashback off

 

Emma estava grudada no pescoço de Killian enquanto ele contava a história, ávida de curiosidade:

- Que livro é esse amor?

- Milah o encontrou no fundo de um baú que pertencia à sua família por gerações. Ela contou que reconheceu escrito em algumas páginas o nome de sua mãe, avó e bisavó. Ela acredita que outros nomes são de gerações mais antigas ainda de sua família.

- Mas o que tem esse livro de tão misterioso?

- Ele é mágico Swan.

- Mágico? Como assim?

- Ele revela a sua luxúria do momento, os seus desejos mais íntimos, mais profundos, em detalhes. E ainda ensina como executá-los, com um manual de instruções! Tinha até desenho Swan!

- Oi?

- Isso mesmo. E depois de algumas rodadas de rum, Milah me mostrou o livro, revelando o desejo dela que era de se entregar para mim, e ainda por cima, como eu estava lendo o livro também, tinha o capítulo Killian Jones!

- Não!! E qual era a sua luxúria??

Swan perguntou ansiosa.

- Bom, como eu já estava completamente caído por aquela mulher linda e sedutora, eu queria satisfazê-la plenamente, afinal esse sempre foi meu ponto alto com as damas. Sempre adorei vê-las chegando ao ápice, então a minha luxúria era aprender com a Milah a ser o ‘Capitão’ que ela desejava. Milah era muito sedutora e misteriosa, isso me deixava louco.

- Que lindo amor... Você vai me contar mais, não vai?

- Vou sim Swan.

Emma beija seus lábios e se levanta, o puxando para um banho:

- ‘Capitão’ na Floresta Encantada, ‘Dominador’ ou ‘Mestre’ neste mundo, sei lá, talvez o capítulo Emma Swan desse livro seja bem parecido com o de Milah. Só sei que eu quero muito mais do Capitão Killian Jones...

Killian sorri aquele sorriso safado que Swan adora e diz:

- Sempre tem mais do Capitão pra você, minha bela Swan.


Notas Finais


Quais seriam suas luxúrias? ;p


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...