História FÉRIAS INESQUECÍVEIS COM JAY PARK. - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias GRAY, Jay Park
Visualizações 130
Palavras 1.115
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


CAPITULO 34

Capítulo 34 - VAMOS POR EM PRÁTICA O FILME


Fanfic / Fanfiction FÉRIAS INESQUECÍVEIS COM JAY PARK. - Capítulo 34 - VAMOS POR EM PRÁTICA O FILME

[…]

Agora está quente. Sinto braços me apertando de leve, aquecendo o meu corpo, está me protegendo, me sinto segura. Relaxo.

Abro os meus olhos, estou sozinha na cama. Mas estou no seu quarto, ele me trouxe em seus braços, passo a mão onde o seu corpo esteve…está quente, tem o seu cheiro. Está de noite, levanto e vou até a janela, está chovendo…que frio. Percebo que não estou com a sua jaqueta, estou de pijama, ele trocou a minha roupa. Volto a minha atenção para fora, olho para a piscina se enchendo…eu queria estar lá, sorrio. Lembranças do primeiro dia, que eu coloquei os pés nesta casa me surgem em mente. Foi tão bom, divertido, dou risada. Escuto um barulho na sala…parece ser de TV Abro a porta, vejo ele no sofá, está dormindo? Desço devagar, para não fazer nenhum barulho, quero assustá-lo. Vai ser que nem o primeiro dia, ele está fingindo, me assusta, e fico por cima dele…Chego perto dele. Nada aconteceu. Ele está mesmo dormindo. Mas por que no sofá? Porque não junto comigo na cama?

Voce: Jay? – o chamo.

Jay: …

Voce: - balanço ele levemente – Jay?

Jay: …

Desisto. Ele realmente está dormindo. Não sei o que fazer agora. Acho que vou pedir uma pizza, pego o seu celular e digito o núnero. Faço o pedido, daqui a pouco chega. Subo para o seu quarto, para procurar a sua carteira. Foi facil, está em cima da estante. Pego ela, e desço de novo para a sala. Ainda ele está dormindo. Aish…sento quase em cima dele, pego o controle da sua mão, para tirar do filme, na hora que eu ia mudar, ele segura o meu punço de leve…

Jay: Estou assistindo…

Voce: Legal, o jeito que você assisti filme…com os olhos fechados – falo debochando.

Jay: Eu só tirei um cochilo… - bocejo, e me ageito no sofá.

Voce: Parecia uma pedra dormindo – dou risada, ele sorri.

Ele me puxa fazendo eu ficar por cima dele…

Voce: Ah – dou risada – Jay eu queria me desculpar… - sem eu terminar a minha frase, ele sela os nossos lábios. A campainha toca, ele para, mas eu puxo de leve o seu cabelo, e nos beijamos de novo, terminamos com selinhos no final. Saio de cima dele, e pego a carteira do chão.

Jay: Está esperando quem?

Voce: Pizza.

Jay: Ah.

Pego a caixa de pizza, pago o entregador, fecho a porta e tranco. Coloco a caixa de pizza em cima da mesa. Ele se levanta, e desçe para o chão.

Jay: Onde encontrou a minha carteira?!

Voce: Em cima da estante. – vou para a cozinha.

Jay: Achei que tinha a perdido.

Voce: Como se perde uma carteira!? – pego um suco da geladeira, e dois copos, e volto para a sala.

Jay: Perdendo.

Voce: Legal. – coloco em cima da mesa.

Jay: Dormiu bem?

Voce: Eu dormeria bem melhor, se eu acordase com o amor da minha vida ao lado.

Jay: Perdi o sono, e vim assistir algum filme.

Voce: O filme era interresante?

Jay: Era.

Voce: Percebi.

Terminamos de comer. E ficamos em silencio. Olho para ele, ele sorri, ele olha para mim, sorrio.

Voce: Quer me dizer alguma coisa?

Jay: Não sei, se é o momento certo.

Voce: O que é? Estou curiosa.

Jay: Não quero estragar o momento.

Voce: É assunto sério?

Jay: Uhm mais ou menos.

Voce: Não acha bom, já contar?

Jay: Não sei. Acho melhor não. Hoje não.

Voce: Tudo bem. O que vamos fazer agora?

Jay: O que você quiser.

Voce: Não tenho nada em mente.

Jay: Nada?

Voce: Uhm… - penso um pouco. – nada.

Jay: Então vamos assistir algum filme?

Voce: Pode ser. Eu escolho o filme. Você não tem bom gosto para filme.

Jay: Tudo bem – sorrio.

Voce: Me passa o controle.

Jay: - pego o controle do sofá – aqui está.

Voce: Vamos ver o que tem de bom. – vou passando os canais, até que paro em um… - filme pornô?

Jay: Troca de canal.

Voce: Está com vergonha?

Jay: Eu com vergonha disso, acho que você está dizendo isso para a pessoa errada.

Voce: Então vamos assistir.

Jay: Eu tenho uma ideia melhor.

Voce: Qual é a sua ideia?

Jay: Vamos por em prática o filme.

Voce: Agora? – me aproximo dele.

Jay: Agora.

Voce: No quarto? – mordo o lábio.

Jay: Aqui e no quarto. – Ela só me olhou com um sorriso no canto da boca.

JAY ONN

Joguei ela na cama para avançar lentamente sobre o seu corpo passo a mão ainda sobre a sua roupa e dando beijos. Tiro a sua roupa, ela mantém os olhos fechados e mordia a boca. Dou leves mordidas na sua barriga com as mãos em sua cintura. Vou para a altura do seu pescoço dando mordidas, desço até os seus seios dando mordidas em cada um deles, eu sentia o seu coração se acelerando.

Me coloquei entre as suas pernas.

Jay: Vai quere o que?

Voce: Quero…ah igual ao filme.

Abro a gaveta e pego um óleo, volto para ela coloco o óleo ao seu lado, dou atenção para a única peça que ainda estava em seu corpo. Tiro a sua calcinha com os dentes. Peguei o óleo colocando um poco em minha mão e passo na sua entimidade. Ela se contorce. Dou mordidas na sua coxa direita depois passo para a esquerda. Uso só as pontas dos meus dedos, massageando bem de leve, consegui sentir ela pulçando em minha mão. Ela já estava quente e molhada, e os seus gemidos…Percoro a minha língua por ela toda, com que ela puxasse os meus cabelos…

Voce: AH…Jay…Jay…

Jay: Quer mais?

Voce: Quero você dentro de mim…

Jay: - masturbo ela mais um pouco, não dando atenção ao seu pedido – eu não ouvi direito S/n, repete para mim.

Voce: Você…ah quero você.

Jay: Tem que me dizer o que realmente quer. – enfio dois dedos dentro dela.

Voce: Eu…vou gozar…

Jay: Então goza. Goze para mim S/n.

Voce: Ah Jay… - mordo os lábios.

Jay: Não faz isso, gosto de ouvir os seus gemidos.

Voce: Não vai transar comigo?

Jay: Já não estou?

Voce: Quero que me fode.

Jay: Que boquinha suja…

Apenas abaixo a calça junto com a cueca, subo em cima dela, abro as suas pernas, ficando entre elas. Penetro ela de uma vez. Começo a dar umas estocadas rápidas. Que não demorou muito para ela gozar…ah, me abaixo e procuro a sua boca, ela geme dentro da minha boca, e com a minha abafo os sons dos seus gemidos…quase lá, ela crava as unhas em minhas costas.

Jay: Ah S/n…S/n ah…

[…]

Voce: Estou cansada…

Jay: Também estou.

Voce: Fizemos um bom filme.

Jay: - sorrio – concordo.


Notas Finais


ESPERO QUE GOSTEM ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...