História Férias na Espanha - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Exibições 1
Palavras 1.089
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Festa, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo único


 Adam e Tommy estavam em um viagem de férias pela Espanha e em uma saída deles pela noite em um barzinho eles conheceram algumas pessoas, dentre elas, Paula. Eles ficaram amigos dela durante essa viagem e acabaram conhecendo também virgínia, uma amiga de Paula.
 - Olá. Eu me chamo Adam e este é meu amigo Tommy.
 - Eu me chamo Paula e esta é minha amiga Virgínia. Vocês são famosos, não são?
 - Sim. Eu canto e ele toca guitarra comigo.
 - Legal. Acho que já ouvi falar de você. Estão aqui á passeio ou á trabalho?
 - Estamos de férias. E vocês?
 - Moramos aqui. Vocês vão adorar a cidade.
 - Queremos mesmo muito conhecê - la.
 - Nós podemos levá - los á vários lugares bem legais. Seríamos as suas guias enquanto permanecem na cidade.
 - Oh, legal. O que acha Tommy?
 - Seria bom mesmo. Ótimo.
 Depois de visitarem vários lugares famosos e históricos, um dia elas os convidaram para ir na casa delas porque fariam uma festa na piscina e eles toparam.
 - Obrigado por nos convidar. Iremos mesmo, né Tommy?
 - Sim. Pode contar com a gente.
 - Então até lá na minha casa. Disse Paula.
 - Foi tão legal termos conhecido essas duas garotas.
 - Foi mesmo. Elas nos ajudaram bastante. Não sei o que seria da gente sem elas. Disse Tommy.
 - Pena que as nossas férias estão no fim porque adorei a Espanha.
 - Eu também. Deveríamos agendar um show para voltarmos aqui em breve.
 - Boa idéia, Tommy. Vou ver com o pessoal que organiza nossas agendas e ver se eles não podem conseguir isso para nós. Agora vamos dormir para amanhã irmos na casa de Paula. Boa noite.
 - Boa noite.
 No outro dia, eles prepararam uma sacola com algums coisas que iam levar, incluindo protetores solar, pois são muito brancos e não podem abusar ao sol, também levaram chapéus, óculos escuros e mais outras coisinhas. Chegando lá, viram que já haviam algumas pessoas.
 - Oh. Vocês vieram. Gente, eu quero que vocês conheçam Adam e Tommy: os famosos. 
 Todos se viraram para cumprimentá - los.
 - Que bacana, cara! A gente conhecendo vocês. Nem acreditamos nisso. Disse um dos amigos de Paula.
 Adam ficou meio sem jeito e cumprimentou á todos e Tommy também cumprimentou mas falou pouco.
 Eles se sentaram embaixo de um guarda - sol e começaram a passar protetor. Depois de um tempo, eles aceitaram bebidas que lhes foram oferecidas.
 - Ei. Por que não vêem na piscina? A água está uma delícia. Alguém os chamou.
 Adam foi até a piscina e Tommy foi procurar um banheiro. Enquanto Tommy Andava pelo corredor da casa, ele olhou em um quarto que estava com a porta entre aberta e viu um casal se beijando e tratou de passar de fininho até que achou o banheiro em uma das portas.
 - Eita. A coisa está quente por aqui. Melhor eu voltar logo lá para baixo.
 Enquanto isso, na piscina, uma das amigas de Paula tentava passar a mão em Adam e outra tentava o beijar.
 - Não. Párem com isso. Eu vou sair da piscina se insistirem.
 - Por que não nos quer? Disse Uma das garotas passando a mão por fora do calção de Adam, que o deixou muito sem jeito e nervoso.
 Nesse momento ele avistou Tommy voltando e saiu da piscina aliviado.
 - Garotas, me dão licença mas vou voltar á minha mesa. Elas ficaram meio chateadas mas se entreolharam com cara de malícia.
 - Ainda bem que você voltou, Tommy. Aquelas duas alí queriam me abusar mas eu não deixei.
 - Hum... Te abusar? Sei...
 - Deixa de ser irônico, Tommy.
 - Olha. Eu estava lá em cima procurando o banheiro e ví que havia gente se pegando e saí fininho. Não queria que me vissem xeretando os quartos.
 - Disfarça que Paula e Virgínia estão vindo.
 - Olá, rapazes. Estão gostando da festa?
 - Sim. As pessoas daqui são bastante calorosas. Disse Adam olhando para Tommy.
 - Que bom que estão curtindo. Fiquem á vontade.
 - A gente reparou que as pessoas por aqui são muito animadas e...
 - Pode falar. Não tem problema algum. Disse Paula.
 - ...Meio atiradas. 
 - Ah, isso? Não ligue. Nós estamos acostumadas com isso faz tempo, né Virgínia?
 - Sim. Somos mais do que amigas. E deram um selinho.
 - Vocês são... um casal? Disse Adam admirado olhando para Tommy.
 - Somos lésbicas e estamos juntas há uns dois anos. Pensa que não reparamos em vocês dois também? Sempre fazendo tudo untos. Disse Virgínia.
 - Nòs?! Não existe nada entre nós. Disse Tommy.
 - Não precisa esconder. Nós sabemos identificar um casal como vocês. Acho que foi por isso que nos demos tão bem.
 - Verdade. Estamos juntos sim mas não é nada oficial. Dsse Adam.
 - Por que não?! Se vocês se gostam deveriam seguir em frente. Olha para nós duas: acha que nos importamos com o que os outros pensam de nós? Não. Nem um pouco. Vocês têm que se soltar e serem felizes juntos.
 - Obrigado pelo conselho.
 Elas foram embora para o outro lado do jardim rindo bastante deles e eles ficaram meio embaraçados com tudo aquilo mas ao olharem ao redor eles viram que algumas pessoas conversavam entre si sem os notarem alí e outros estavam namorando. Havia até um ou outro casal na piscina e alguns estava espalhados pela casa.
 - Adam... Melhor a gente ir embora antes que sobre para o nosso lado. 
 - Também acho. Por mais que para eles seja natural se pegarem assim na frente dos outros, eu também estou pouco á vontade aqui. Vamos. 
 Eles saíram para procurar as duas para se despedirem e ás encontraram no sofá da sala se beijando.
 - Hãn, hãn. Fez Adam para chamá - las.
 - Oh, Vocês estão aí. O que querem? Disse Paula.
 - Nós queremos nos despedir. Já vamos. 
 - Mas já? Disse Virgínia puxando - os pela mão. Ainda é cedo.
 - Sim. Temos que ir. Amanhã é nosso último dia aqui e temos que arrumar as nossas malas.
 - Que pena... Mas não vão pelo o que dissemos, né? Nos desculpe por ter dito aquilo. 
 - Não foi nada. Disse Tommy.
 - Nós Torcemos pela felicidade de vocês. Boa viagem de volta aos Estados Unidos.
 - Obrigado, garotas. Adoramos a companhia de vocês neste mês que passamos aqui e adoramos tudo.
 Logo os dois estavam de volta no hotel e comentando sobre aquele dia maluco.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...