História Fetiche - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Restart
Personagens Personagens Originais, Thomas
Tags Hot, Restart, Thomas
Exibições 47
Palavras 486
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


A dor mal me deixava pensar, mas o que me deixou fora do ar mesmo foi aquele pedaço de mau caminho...

Capítulo 1 - Dentista


Fanfic / Fanfiction Fetiche - Capítulo 1 - Dentista

Dor, odeio sentir dor! Outra coisa que eu não suporto desde criança é ir ao dentista, aqueles aparelhos sempre equivaleram na minha mente à máquinas de tortura mas dessa vez não tinha jeito, era aguentar ou perder o dente e não me imagino desdentada, como vou caçar presas por aí sem minha beleza? 

Ah, que distração a minha, esqueci de me apresentar, meu nome é Katrina, igual o furacão, uma piada muito sem graça que meu pai fez comigo, aquele velho bêbado do cacete! Então, como eu dizia, tenho que ir ao dentista e estou mais nervosa do que o normal porque minha dentista de confiança, a única que eu pelo menos tolerava, se mandou e deixou um amigo no lugar, vadia!

Sabe o que eu faço quando estou nervosa? Me arrumo bem sexy pra não baixar minha auto-confiança, sabe como é, decotes, transparências, aquele perfume que deixa os homens loucos; há muito tempo descobri que pra me dar bem na vida só preciso dar a eles exatamente o que eles querem: Meu corpinho perfeito, e de quebra me divirto também, é claro, afinal nesse jogo dois jogam.

Cheguei no consultório com 10 minutos de antecedência, as paredes cor-de-rosa que sempre me aterrorizaram continuavam lá, queria que mudassem essa cor brega! A dor mal me deixava pensar mas o que me deixou fora do ar mesmo foi aquele pedaço de mau caminho, um ser loiro, ou com o cabelo pintado de loiro tanto faz, e um corpo sarado cuja roupa branca tentava esconder sem sucesso; e aquelas tatuagens caralho, que coisa gostosa!

-Então, Katrina, não é?

-Sim, claro...

-Pode entrar, deixe suas coisas na cadeira.

-Fiz como ele pediu, deixei na cadeira minhas coisas, inclusive minha blusa que escondia meu decote estratégico, explícito era a palavra certa.

-Então, vamos ver o que você andou aprontando...

-Ah, eu tenho sido uma menina muito malvada, falei o provocando.

-Então nesse caso eu vou ter que te torturar! Ele falou devolvendo a provocação.

Tortura era bem a palavra: Uma seringa com uma agulha gigante atravessou minha gengiva e em seguida a broca começou a trabalhar, claro que com a anestesia eu não sentia nada mas o desconforto persistia... Meia hora depois o trabalho finalmente terminou e a dor enfim me daria uma trégua!

-Só não morda nada por hoje, deve ficar sensível, a cárie estava bem funda.

-Que pena, estou com fome hoje... Sussurrei no seu ouvido.

-Então tente comer devagar, senhorita.

-Devagar, adoro fazer devagar...

-Como é? Ele fingiu não entender.

-Nada não, obrigada.

-Se cuide mocinha, a gente se vê daqui há 6 meses, eu te ligo ou você quer me ligar? 

-Me liga, é melhor.

-Tudo bem, até lá então.

-Até...

Falei apertando sua mão que ele tão gentilmente me estendeu, claro que queria apertar outra parte daquele corpo sensacional mas tudo tem seu tempo, encontrei minha presa no lugar mais inusitado, que os jogos comecem.

 


Notas Finais


Oi gente, voltei mais cedo! Uma história bem diferente, como puderam notar, não deixem de me dar dicas caso eu esteja muito sem noção, kkk, espero que gostem, beijinhos. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...