História Fetiche - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Restart
Personagens Personagens Originais, Thomas
Tags Hot, Restart, Thomas
Exibições 9
Palavras 593
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Se o amor for mesmo assim eu não quero!

Capítulo 8 - Amizade colorida


Fanfic / Fanfiction Fetiche - Capítulo 8 - Amizade colorida

Acordei algumas horas depois em cima do seu peito, sua respiração era tranquila, o que significava que o mesmo ainda dormia... Sei que tenho que parar com essa mania de dormir na casa dele, daqui há pouco sou expulsa, imagina só o mico?

Se for servir de desculpa, temi me mexer a acordá-lo, sei como é chato ser acordada fora de hora, ele com certeza não gostaria; assim teria tempo de analisar a situação única em que me encontrava:

Estava cada dia mais me apegando a esse ser loiro e perfeito, sei que pra ele é só sexo e, fala sério, disso ele entende bem! Acho que posso contar nos dedos as vezes em que um homem fez de tudo pra me agradar e nem estou falando do jantar; suas carícias me levam a um estado de prazer absoluto.

-Babando de novo, Ka? Ele falou de repente me assustando um pouco.

-Ka? Respondi rindo.

-Apelido carinhoso... Ele falou simplesmente.

-Gostei mas já chegamos nesse nível?

-Chegamos, pode me chamar de Thoso.

-Bem apropriado...

-Sabia que você só queria meu corpo nu! 

-Besta... Olha, desculpa ter dormido de novo.

-Tudo bem, eu te dei uma canseira mesmo...

-Seu safado! Falei dando um tapa nele de leve.

-Sua gostosa! Ele falou trocando nossos lugares, ficando em cima de mim.

-Thomas, eu...

-Thoso... Ele disse tomando meus lábios.

-Thoso, é sério, eu tenho que ir agora. Falei ofegante enquanto ele alcançava uma parte sensível do meu corpo.

-São duas da manhã, fica aqui.

-Você só quer meu corpo nu! Falei o imitando e logo depois me abandonei em seus braços.

Depois de outra rodada de prazer intenso ele me deixou sair da cama, aleguei ter que ir ao banheiro e resolvi me analisar em frente ao espelho, pude notar um brilho diferente nos olhos que nunca tive antes, não depois de crescida.

-Demorou Ka, resolveu fugir de mim? Ele perguntou do quarto.

-Eu precisava muito de um banho mas estou sem roupa limpa, não sabia que seria a sobremesa!

-Ainda tem roupas da minha ex-mulher no armário, pode pegar se quiser.

Assim o fiz e tomei o banho, a roupa ficou meio grande para o que eu costumava usar mas era confortável. Voltando pro quarto vi que ele não estava mais lá, então o procurei na cozinha, onde ele preparava o café.

-Se tomar meu café eu te deixo ir.

-Até parece que estou presa aqui. Falei em tom de brincadeira.

-Estou pensando na sua integridade física, se continuar aqui eu te pego de novo!

-Safado... Falei e tomamos café conversando normalmente, quem visse de longe acharia que somos bons amigos.

-Thoso, posso fazer uma pergunta? 

-Claro, quantas quiser.

-Como é estar apaixonado?

-Que conversa estranha é essa?

-É que nunca aconteceu comigo, queria saber o que se sente e tal...

-Saiba que é uma bela porcaria! Ele falou parecendo irritado.

-Nossa, por que?

-A gente vive em função da outra pessoa, faz tudo por ela, dá o seu melhor e no fim o quê a gente ganha? Nada! Porque a outra pessoa nunca vai sentir o mesmo pela gente.

-Nossa, se o amor é assim então eu nunca vou me apaixonar! Falei sem saber como reagir.

-Por isso eu prefiro sexo, a gente dá e recebe... Todos ficam felizes pois não há ilusões!

-Que bom que não temos com quê nos preocupar, não é?

-A gente não se ama, ainda bem.

-Ainda bem que somos só amigos. Falei com o coração apertado.

-Amigos coloridos! Ele disse me abraçando enquanto eu escondia minha vontade de chorar.

 

 

 


Notas Finais


Oi amores voltei! Tadinha da Katrina, ele acabou com as ilusões dela! Beijinhos! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...