História Ficaremos Juntos? - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cúmplices de um Resgate, João Guilherme Ávila, Larissa Manoela
Personagens André Alencar, Chloé, Flora Cruz, Isabela Junqueira, Joaquim Vaz, Manuela Agnes, Marina Lopes, Mateus Jardim, Omar Ferraz, Otávio Neto, Priscila Meneses, Rebeca Agnes, Sabrina, Téo Cavichioli
Tags Comedia, Drama, Romance
Exibições 300
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que vocês estejam gostando

Capítulo 18 - Briga e Teobela


Fanfic / Fanfiction Ficaremos Juntos? - Capítulo 18 - Briga e Teobela

Povs Manu 

Assim que eu e Joaquim saímos da enfermaria fui pro meu quarto me trocar e nos voltamos Pra sala de aula recebendo muitos olhares de todos. Fizemos com que o professor não fizesse ocorrência pra gente,ele apenas disse que eu e Joaquim teríamos que fazer o trabalho com Bernardo e Mirela,eu bufei,sério que vou ter que aguentar esses dois?

Não falei com ninguém na sala,depois que as aulas acabaram,a sala foi esvaziando e apenas eu Joaquim e nossos amigos foram ficando, eles estavam do outro lado da sala, me sentei em cima da mesa e Joaquim veio em minha direção.

Joaquim: Bora fazer alguma coisa do nos dois hoje? -ele sussurou no meu ouvido e eu assenti,então ele começou a beijar meu pescoço, como eu estava com saudade disso.

Até que fomos atrapalhados por Isabela

Isa : E voltou a pegação -ela disse nos olhando,nos soltamos rindo- Como você ta mana?

Manu : Eu to..-olhei pro Joaquim- Melhor! -eu disse e sorri.

Pri : Manu,a gente pode conversar? -ela disse eu e eu assenti,me distanciando dos outros com ela- O que foi aquilo comigo? Sério fiquei sem entender.

Manu : Foi besteira minha -eu disse abaixando a cabeça e fitando o chão- 

Pri : Não Manu,você não faz as coisas sem uma razão, o que eu fiz em?

Manu : É que eu fiquei chateada -ela me olhou confusa- Quando o Joaquim foi se afastando de mim,todos vocês foram..E eu sei que a companhia dele é melhor e..

Pri : Nossa cala a boca Manu -ela me olhou- Vem cá -ela disse e me abraçou- A gente só não ficou por perto pelo o que você disse pra Isa,que não tinha problema.

Manu : E agora,que eu e o Joaquim estamos bem,todos estão se reaproximando -eu disse indo até porta,seguida de Joaquim e nossos amigos- 

Pri : Desculpa amiga,sério.. Por ter te deixado sozinha!

Manu : Tá tudo bem Pri -eu sorri e saímos da sala.

Povs Isa

Assim que todos saímos da sala fui com Téo até o jardim, o dia ainda estava claro mas já podíamos enxergar a lua,me deitei na grama e ele fez o mesmo.

Téo : Adoro olhar o céu -ele disse colocando as maos por debaixo da cabeça-

Isa : Eu também -ele sorriu e começou a me olhar. 

Teo : Mas prefiro olhar você -eu o ollhei com um sorriso no rosto,ele apoiou a cabeça apoiando deu cotovelo, ele colocou sua mão em meu rosto e foi se aproximando,então ele me beijou! Ele tinha o melhor beijo do mundo,ele me encostou por completo no chão aprofundando o beijo enquanto dava chupoes em mim. 

Povs Joaquim 

Eu tava na cantina,fazendo companhia pra Manu que comia uma maçã, ela estava sentada na mexa,assim que terminou de comer,a atirou no lixinho perto da gente. Me aproximei dela.

Joaquim : Por que você tava na balada ontem?-perguntei inciumado-

Manu : As meninas insistiram pra eu ir-eu a olhei- Por que VOCÊ estava lá? 

Povs Manu 

Eu perguntei, com ciúmes será que ele tinha ficado com alguem lá?

Joaquim : Queria encontrar um jeito de te esquecer -ele riu- Não foi a melhor opção- Eu o puxei pra perto, fazendo ele me beijar, envolvi meus braços em seu pescoço e nos soltamos ao ouvir pessoas batendo palma. Era Bernardo.

Bernardo : Então o casalzinho esta de volta -ele disse se apoiando em uma mesa e cruzando os braços, ele e Joaquim se olharam,querendo se matar.

Bernardo : Amor -ele disse me olhando- O que você viu nesse cara? 

Joaquim ; Não chama ela de amor -ele disse e eu o segurei pra perto de mim- 

Manu : Não vi você -eu disse e me levantei-

Bernardo : Puxa Manu,assim mágoa.

Joaquim ; O que que você quer aqui ? -ele disse se aproximando de Bernardo-

Bernardo ; Acabar com a vida de vocês !

Manu : POR QUAL MOTIVO, EM? -eu disse- VOCÊ QUE ME TRAI E É VOCE QUE QUER ACABAR COM A MINHA VIDA?-eu gritei, ate que Júlia, André Pri e Mateus entram na cantina- 

Bernardo : Sabe por que eu te trai Manu? -ele disse se aproximando de mim,como se fosse me bater,Joaquim entrou na frente e o empurrou- Por que você é uma vagabunda,que não serve pra nada- Naquela hora eu quis dar um tapa nele,mas Joaquim fez isso por mim,ele o deu um soco e o mesmo revidou, André e Mateus apareceram ao lado de Joaquim.

Bernardo ; Vai me bater com os amiguinhos agora?-ele disse querendo ir pra cima de Joaquim, eu entrei no meio- 

Manu : Você não presta Bernardo -eu disse o encarando- 

Priscila veio e me segurou pelo braço.

Bernardo : Meu papo agora é com esse merda -ele disse olhando pra Joaquim- 

Ele deu um soco no Joaquim,Joaquim revidou e os dois começaram a se bater,vi André dar um soco na barriga de Bernardo, ele colocou a mão na mesma,Joaquim aproveitou e deu um soco em Bernardo que caiu no chao. Os três ficaram encarando Bernardo daquele jeito.

Corri até Joaquim.

Manu : Vamos sair daqui -eu disse mechendo em sua boca que estava sangrando- 

Bernardo estava com a testa sangrando, os meninos haviam abrido um corte ali. Ele gemia de dor e encostava sua cabeça no chão.

Júlia : Você ta bem? -ela disse correndo até André e olhando Joaquim,os dois assentiram-

Nos viramos pra sair da cantina,quando Bernardo resolve abrir a boca.

Bernardo : Você superou -eu me virei pra ele confusa- Você conseguiu me esquecer,e eu me arrependo do que fiz -ele gemeu de dor- 

Manu : Nas duas vezes? -eu falei e senti a mão de Joaquim em minha cintura- 

Bernardo : Sim,e eu tive medo de que você superasse 

Manu : Medo? Deixa de ser ridículo -eu falei- Queria que eu ficasse sofrendo por um bosta como você? -eu o olhei- Eu odeio você Bernardo -Joaquim me puxou pela cintura encostando sua cabeça na minha-

Bernardo : Olha que ironia.. Largou um bosta pra ficar com outro bosta? -Joaquim quis ir até ele,mas eu o segurei,fui até Bernardo e me agachei,dando um tapa na cara dele.

Manu : Eu quero que você vá pro inferno-eu disse e me levantei, eles estavam me olhando,fui até Joaquim que deu um riso de leve.- Vamos cuidar disso -eu disse e nós saímos da sala-


Notas Finais


Gente,quero pedir desculpas por esse capítulo não estar muito bom.

O que estão achando? Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...