História Fifty Shades Of Red - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Isabelle Drummond, Tom Hiddleston
Personagens Isabelle Drummond, Personagens Originais, Tom Hiddleston
Tags Beatriz Biasi, Luke Windsor, Tom Hiddleston
Visualizações 114
Palavras 1.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom, ai está mais um caaaap porra!
Como vocês com certeza estavam esperando, a primeira vez da nossa mocinha puritana, Bia. Espero que gostem.
Música de hoje é "Shameless", cover de Sofia Kalberg.

Boa leitura... ❤

Capítulo 10 - But you couldn't keep your composure.


Fanfic / Fanfiction Fifty Shades Of Red - Capítulo 10 - But you couldn't keep your composure.

"Ooh, disse que quer ser boa,

Mas não pôde manter sua compostura.

Ooh, disse que quer ser boa,

Mas você está me implorando para vir.

Ooh, venha."



Bia refletiu bastante naquele contrato, sentada na frente de Tom. Ela não sabia o que fazer. No fundo, sentia uma confiança em Tom. De que ele não faria nada que ela não aceitasse. Ela levou a ponta da caneta até a boca, e mordeu-a. Sem perceber, ficou extremamente sensual.

-Eu não vou morar com você.

-Tudo bem. Você tem essa escolha. – sorriu.

-Eu preciso pensar...

-Mais?

-Eu tinha 5 dias, certo? – sorriu desafiadora.

-Tudo bem...

-Vai ser prazeroso para mim?

-Com certeza. Está no contrato, que eu tenho que te dar prazer. É recíproco.

-Interessante... – mordeu a ponta da caneta um pouco mais forte, ainda sorrindo.

-Você pode acabar com o contrato na hora que quiser. O prazo expira em seis meses, mas você pode ficar mais tempo, ou pode anular o contrato antes.

-Sem multas?

-Sem multas.

-É difícil de acreditar.

-Eu garanto. Sem multas, ou qualquer outra coisa que te prenda a mim.

-Tudo bem. – colocou a caneta sobre o papel.

-Você vai assinar agora?

-Sim. – sorriu.

Bia assinou o documento, e suspirou. Ela entregou o contrato a Tom, que sorriu satisfeito.

-Tom... Eu acho que... – suspirou fundo novamente. – estou pronta.

-Pronto pra quê?

-Pra que você tire minha virgindade.

-Tem certeza, Bia? Eu não quero te forçar a nada. Já disse que posso esperar.

-Não, eu estou pronta. – subiu em seu colo, o beijando.

-Como eu esperei por isso, meu amor... – disse sorrindo.

-Eu... Acho que te amo.

-Acha? – beijou-a.

-Tenho certeza. – sorriu.

Thomas levantou, com Bia em seu colo e a levou escada a cima. Ao entrar no quarto, Tom deixou que Bia descesse de seu colo. Ela voltou a beijá-lo. A diferença de altura entre os dois não ajudou, mas Tom deu um jeito, e a colocou de volta em seu colo.

Tom se sentou na ponta da cama, com Bia em seu colo, e ela o ajudou a tirar a camisa. Bia dedilhou o peitoral nu de Tom, com as bochechas rosadas de vergonha. Ele sorriu diante da vergonha dela. Ele a beijou, com calma e lentidão, fazendo com que Bia ficasse cada vez mais molhada. Com a sua intimidade roçando na de Tom, já dura, ela estava ficando louca.

Ele a deitou na cama, e foi tirando cada peça de roupa dela, até que ficasse apenas de lingerie. Tom tirou o sutiã dela, e sorriu ao ter a visão de seus belos seios. Bia, por sua vez, ficou extremamente envergonhada, e suas bochechas rosaram mais, se é que era possível. Ela tentou cobrir os seios.

-Não, Bia... – Tom tirou as mãos de Bia delicadamente de cima de seus seios. – eles são tão lindos. Você é tão linda, e não precisa ter vergonha disso... – sorriu.

Tom começou a chupar os seios de Bia. A garota arqueou as costas, e fechou os olhos com a maravilhosa sensação que lhe corria. Tom marcou os dois seios de Bia com chupões e beijos, que os deixaram vermelhos.

Depois de terminar com seus seios, ele desceu até sua calcinha, deixando uma trilha de beijos molhados por onde passava. Ao chegar a calcinha de Bia, ele a tirou com delicadeza, como fizera com as outras peças. Tom deu alguns beijos em volta de sua intimidade, a deixando cada vez mais excitada, e a ponto de um orgasmo.

Ele explorou cada canto da intimidade de Bia, que arqueava o corpo e gemia baixo. Tom penetrava seus dedos, enquanto brincava com o clitóris de Bia com sua língua. Ela estava a ponto de enlouquecer, e gemia o nome de Tom a cada lambida que seu clitóris recebia. Ela não demorou a atingir seu primeiro, e poderoso orgasmo, e fechar os olhos, totalmente em êxtase.

-Isso pode doer um pouco, ou talvez muito, certo?

-T-tudo bem... – Bia cerrou os olhos.

Ela fez meio que uma careta quando sentiu o membro de Tom a penetrar, e deu um gritinho ao sentir seu hímem se romper, e lágrimas vieram aos seus olhos pela dor que lhe invadiu.

-Oh, Bia... – Tom grunhiu baixo. – como você é apertada...

Ele ficou parado por alguns instantes, para que Bia se acostumasse com o volume dentro de si. Aos poucos, a dor foi passando, e Bia pediu para que ele se movimentasse devagar. Thomas atendeu ao seus pedido. Apesar de Bia ser extremamente gostosa, e Tom querer ir o mais rápido possível, ele se segurou ao máximo, para não machucar Bia. Aos poucos, ele aumentou os movimentos e o prazer de Bia ia aumentando gradativamente. Um grito misturado com um gemido chamando por Tom foi ouvido quando ela atingiu seu orgasmo. Tom se movimentou mais algumas vezes, e também atingiu o seu.

-Obrigada... – ela sorriu e acariciou seu rosto, quando ele se deitou ao seu lado.

-Pelo que, querida? – ele a abraçou, aconchegado seu corpo ao dela.

-Por ter sido você. Não teria sido igual, se fosse com outra pessoa.

-Obrigada também. Por ter me conquistado, e me mostrado o que é amar de verdade. – sorriu e beijou-a.

Tom levantou e foi ao banheiro, jogar fora a camisinha que havia usado. Ele se deitou ao lado de Bia, que dormiu em seu peito, sentindo seu perfume amadeirado, com um leve toque de cítrico, que ela tanto amava.

Ao acordar, Bia percebeu que Tom não estava mais ao seu lado. Ela vestiu a camisa dele, que estava largada no chão, e saiu do quarto. Tom estava na cozinha, tomando um café, apenas de calça, e sorriu ao ver Bia adentrar a cozinha.

-Que horas são, Tom? – perguntou em meio a um bocejo.

-Quatro da tarde.

-Meu Deus. – riu. – eu preciso ir embora. As minhas amigas já devem ter até ligado pra polícia por causa da minha demora.

-Uau. – riu. – elas nem são dramáticas.

-Que isso, nem um pouco. – riu. – mas agora eu preciso mesmo ir.

-Certo. – beijou-a. – eu te levo.

-Tudo bem. Vou vestir minha roupa.

-Você fica tão sexy com a minha camisa. – mordeu o lábio.

-Obrigada, Sr. Hiddleston. E você fica tão sexy sem ela. – beijou-o voluptuosamente e saiu da cozinha.

Ao chegar em casa, Bia viu que suas amigas dormiam no sofá, com a TV ligada, e tentou entrar de fininho, para não acordá-las.

-Ei... Onde você tava? – Vitória disse, se levantando e bocejando.

-Droga. – revirou. – na casa do Tom.

-Hmmm... – sorriu maliciosamente. – fazendo o que?

-Perdendo a virgindade.

-Como é!? – disse se levantando, chocada.

-É isso mesmo. Finalmente.

-Caralho. Foi bom.

-No começo doeu, mas depois foi gostoso.

-Gozou?

-Vitória!

-Que foi? Só tô tirando uma dúvida.

-Gozei sim, e foi muito bom. Agora me deixa ir pro quarto.

-Depois você vai ter que contar pra Ana, hein.

-Vou contar com o maior prazer. – riu. – mas agora eu quero tomar um banho.

-Tá, vai lá. Piranhona das galáxias. – riu.

Bia se dirigiu até o banheiro, e tomou um longo banho, lembrando de Tom. E já estava morrendo de saudades de seu moreno de olhos azuis, e não via a hora de repetir aquela tarde.


Notas Finais


Uaaau
Que cap quente! 🔥😈
Eu não gostei do hot, podia ter feito melhor, mas vocês que decidem né.
Daqui pra frente, como diz o Whindersson:
"Mas também o que não tinha de putaria no começo, tem no resto."
Aidnsodnsodb
até o próximo cap ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...