História Fight Club - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Jingyeom, Markjin, Yaoi, Yugjin, Yugnior
Exibições 112
Palavras 662
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hoy!

Cheguei mais cedo, neah~? É que eu to empolgada -q e cheguei TÃO cedo que ainda nem respondi os comentários do capítulo passado (porém já li e reli todos ♡), mas irei responder cada um logo, logo ♡

Boa leitura~♡ mts kokoros ♡ ja falei que amo vocês~? ♡ nau~? amo vcs~ ♡

Capítulo 8 - Capítulo VII


Jackson me convidou para jantar - e, com isso, cheguei à conclusão de que eu deveria ser a foda mais difícil da vida dele.

Primeiramente, o olhei com desdém e reprimi uma risada, esta que saiu abafada. Rolei os olhos por toda a extensão do porão até eles pararem novamente no loiro, o qual me observava com tamanha expectativa que chegava a ser palpável. 

Antes que eu pudesse dar uma resposta, ele prosseguiu:

"Amanhã, às 20hrs eu passo para te buscar." E simplesmente deu as costas, descendo as escadas e voltando à multidão, afoito para lutar novamente.

No dia seguinte, em plena 10hrs da manhã, Yugyeom me acordou pulando na minha cama.

"Vamos, Bam, levante! Temos que escolher sua roupa!"

Levantei, mas não por conta de sua insistência, e sim pelo que havia falado.

"Como assim?" Perguntei, sonolento, enquanto esfregava os olhos as costas da mão.

"Seu encontro, oras! Temos que decidir o que você irá vestir!"

Definitivamente, aquilo só podia ser piada.
Yugyeom me explicou que ele e Jackson haviam combinado tudo e que eu iria por bem ou por mal. Me disse que o lugar seria uma surpresa e Jackson havia escolhido, mas que tinha certeza de que seria do meu agrado.

Enquanto eu tomava banho, Yugyeom se ocupou em escolher o que eu iria vestir. Tal foi minha surpresa quando ele apareceu com um blazer vermelho e uma calça da mesma cor, alegando que havia comprado para mim e que caíria muito bem.

Acontece que aquelas roupas me eram familiares demais e não fui capaz de conter minha curiosidade:

"Isso era meu, Yugyeom. Essas roupas queimaram no incêndio juntamente a tudo que tinha no meu apartamento."

"Hum? Não, Bam, eu comprei ontem para você. Que coincidência, não? Certas coisas sempre acabam voltando para nós."

Yugyeom falou tão calma e espontaneamente que não havia mínima possibilidade de ser mentira. E, no final das contas, antes de perder tudo eu tinha muitas, muitas roupas mesmo, algumas que nunca cheguei a usar. Vitrines eram meu principal ponto fraco e eu não fazia ideia de onde havia comprado a calça e o terno vermelhos, mas provavelmente havia sido em alguma loja de shopping.

E era impossível que aquelas roupas que Yugyeom tinha em mãos fossem as que eu tinha comprado, afinal, eu havia perdido tudo naquele incêndio.

Às 19h30 eu estava quase pronto. Era Yugyeom quem me arrumava, não me permitindo nem tocar no meu próprio cabelo. Resumidamente, minhas vestimentas consistiam em uma blusa preta de mangas por baixo do terno vermelho, a calça da mesma cor, sapatos pretos e uma gargantilha que o Kim havia insistido em me fazer usar.

Quando finalmente pude me olhar no espelho, Yugyeom assoviou, me fazendo revirar os olhos.

"Burguês por um dia" Ele disse enquanto me olhava com um sorriso de canto.

Exatamente às 20hrs o celular de Yugyeom tocou e ele nem precisou atender para que me mandasse sair pelos fundos alegando que Jackson havia chegado.

O loiro estava tão elegante quanto Yugyeom havia me deixado. Seus cabelos, comumente jogados sobre a tez, estavam impecavelmente penteados e firmes, dando a limpa visão de sua fronte.

O trajeto teria sido feito em silêncio se Jackson não me elogiasse tantas vezes e eu falasse qualquer coisa para mudar de assunto.

Em menos de 24hrs era a segunda vez que ele me surpreendia.

De tantos lugares em Seoul, ele me levou justamente a um restaurante tailandês aparentemente chique demais para adeptos aos ideais do clube da luta. Entretanto, era como Yugyeom havia dito: burguês por um dia.

A única pessoa que sabia meu nome verdadeiro e minha nacionalidade era Yugyeom, o que me levou à conclusão de que, ou o Kim havia revelado a Jackson que eu era tailandês, ou o loiro foi esperto o suficiente para reconhecer isso pelo meu sotaque.

"Como que..."

"Seu sotaque é forte e eu já conheci a Tailândia"

Burguês demais - frisei quando adentramos o local e fomos até a mesa reservada.


Notas Finais


Le eu procurando os filmes favoritos do Vernon para usar futuramente em uma Verkwan até me deparo com::::::: Clube da Luta
Moleque, você pode andar comigo no recreio

É assim que a gente cria nossos filhos /\ esses seventinos so me dao orgulho, ain

xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...