História Filha da lua (um amor proibido) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 12
Palavras 1.284
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Colegial, Magia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Dança da lua



Acordei e me arrumei pra aula e fomo mais uma ves eu estava sentada com reon que não costumava falar muito eu tentava puxar assunto por algumas coisas estavamos na aula de historia .
professor:hoje falaremos de deuses comessando por jaci ou lua na nossa cultura ah muito tempo acreditavase essistir uma deusa chamada lua e coom ela essistiam suas tres filhas .
eu olhava perplexa eles sabiam que esistiamos eu olhei para reon e ele estava desenando algo ele estava me desenhando 
eu:reon porque esta me desenhando 
reon:eu não sei é que você é bonita como a lua então eu ti desenhei como ela 
fiquei um tanto corada mas logo desviei minha atenção para a minha tarefa no caderno escondendo o meu rubor logo o professor falou dos clubes e que as inscrições estavam abertas perguntei para reon o que era aquilo ele respondeu que eram clubes onde voce podia mostrar seus taletos e que ele iria para o de musica e basquete eu escolhi tres ginastica musica e dança  eu reon fomos para o de musica juntos ele cantou uma musica sobre basquete  
reon:Desde pequeno pro basquete, destinado a ganhar
Perfeição e inteligência no estilo de jogar
O líder absoluto, na quadra deixa sua marca
Aprecie a existência aos olhos de um monarca
Calmo, resoluto, agressivo, coração frio
Duas faces seladas, o bondoso e o sombrio
Minhas ordens são absolutas, então sinta o terror
Se ajoelhe, diante aos olhos do imperador
Pensou em me desafiar, mas no jogo eu te rebaixo
Nunca me olhe de cima, sempre me olhe de baixo
Prevejo seus movimentos, seu blefe não tem efeito
Almeje a excelência de um jogador perfeito
Arrogância e consequência, palavra direcional
Minha cópia, nem se compara ao original
A vitória tá prevista, então desista de jogar
Na quadra eu vou brincar de fazer você se curvar
O imperador chegou na quadra, o jogo vai começar
Black eye, é melhor se ajoelhar
O líder da geração, Na minha frente você cai
Aos pés de Reon, contemple o impera eye
Destino previsto, futuro a frente
Suor derramado, te faço cansar
Ataco e defendo eu faço os dois
Nada que faça vai poder parar
A zona chegando, poder aumentando
Cestas são marcadas de 2 ou de 3
Comando com a bola na mão
Se fica no chão e eu marco outra vez
Se o time e fraco eu jogo sozinho
Seguindo em frente a bola enfinco
Agora você percebeu
Que nessa quadra eu valho por cinco
A zona chegou e já fica evidente
O sangue fervente vai evaporar
Se prepare, é hora de Reon destroçar
A Geração foi desmembrada, lidero o kiras
Eu vejo, tudo prevejo nos dias de amanhã
Modo duplo, Heterocromia ocular
Vermelho e azul são cores do meu olhar
“Neste mundo vencer é tudo, perdedor não tem valor”
Minha força te diminui por que eu sou superior
Não importa o oponente, todos posso derrubar
com o meu pode então pode mim chama de killua
O imperador chegou na quadra, o jogo vai começar
black eye, é melhor se ajoelhar
O líder da geração, Na minha frente você caira
Aos pés de Reon ou Killua, contemple o impera eye
ele cantava bem mas agora era minha ves cantei uma que eu sabia de cor dancar para esquecer sempre cantava do meu quarto no palacio no céu 
eu:It seems like
A life time ago
That I saw the gold
Sunshine glow
No, it doesn't reach
Down below
Shadows become the light
Here where the monsters hide
Normal is just a dream
For all the ghosts like me
I hate my metal bones
My bones and gears creak in my chest
My chest forever cold
A cold and maddening descent
Descending down so far
Fall farther 'til there's nothing left
I'm left here in the dark
The dark
I dance to forget
This is my
Penitentiary
Fractured apart from the world
Where I want to be
Lock the door
Throw away the key
And let my dance resume
Down in a pitch black room
Normal is just a dream
For all the ghosts like me
Like me
I hate my metal bones
My bones and gears creak in my chest
My chest forever cold
A cold and maddening descent
Descending down so far
Fall farther 'til there's nothing left
I'm left here in the dark
The dark
I dance to forget
I dance to forget
Come now
Dance with me
As the song plays
Down down
Dance with me
Stuck on replay
Come now
Dance with me
As the song plays
Down down
Dance with me
Stuck on replay
I hate my metal bones
My bones and gears creak in my chest
My chest forever cold
A cold and maddening descent
Descending down so far
Fall farther 'til there's nothing left
I'm left here in the dark
The dark
I dance to forget
I dance, I dance, I dance
I dance to forget
I dance, I dance
I dance to forget
eu parei de canatr todos estavam me lhando reon me olhava abismado e o lider do clube tinha gravado minha musica ninguem comnhecia aquela letra somente eu eparecia que tinham gostado da letra me deram um violam e com a mesma precisão toquei a versão instrumental da musica todos bateram palmas mas reon me olhava abismado eu não sabia o que ele estava pensando terminado fui para a de dança ao terminar o basquete de reon ele foi comigo ver como eu me sairia nas barras acimetricas na ginastica uma pirueta duas tres cinco piruetas seguidas a performance de uma profissional  novamente todos abismados  eu não entendia o porque fomos para a aula novamente um trabalho em dupla fiquei com reon jja que tinha mais afinidade com ele fomos pra minha casa marco olhava de banda para reon eu ja suspeitava de que marco não gostava dele afinal me tratando como uma irmã de sangue sempre procurava faser o possivel para me manter lonje  de pessoas que poderiam me faser algum mal fisemos o trabalho falatava somente assinar nosso nomes ele foi assinar o seu e por acidente caiu em cima de mim um selinho rapido  nos levantamos um pouco corados ele assinou e nos despedimos fiquei o resto do dia pensando naquilo mas de noite como um ritual de passajem fui dancar não deveria aver ninguem naquela hora na escola e pulseira de zeus comessou a brilhar pequenas mechas prata apareciam no mue cabelo comessei a dançar comforme a musica que tinha cantado antes  o que eu não sabia era que reon ficava aquela hora na escola por uma janela ele observava o movimento da saia do meu vestido e dos meu corpo conforme o vento tocava sua doce melodia suave  comessava a chuviscar bem no final da danca cobri com o manto que minha mãe tinha me dado e fui para casa dormi aquele dia pensando naquela sençação de alguem me observando no dia seguinte me sentei do lado de reon mais uuma ves ja estavamos acostumados com aquilo mas quando nos viamos coramos um pouco lembrando de ontem eu não saabia o porque dele estar me olhando toda hora sempre trocando olhares comigo eu não sabia que ele tinha me lhado até pouco tempo quando eu vi ele desenhando eu dançando na noite passada 
eu:v-voce me viu reon
reon:v-vi mas como voce fes aquilo 
eu me calei ainada corada o resto da aula correu normalmente até eu ter visto o caderno de desenho de reon do lado do meu desenho estava escrito "porque fico felis perto dela " ele queria o caderno devolta devolvi e sai corento mais vermeha que tomates fui pra casa e dormi pensando no que tinha lido.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...