História Filha do Coringa. Nascida da loucura - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arlequina (Harley Quinn)
Personagens Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina)
Tags Filha Do Coringa
Exibições 12
Palavras 316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii Arco-Iris, esse é um novo capítulo, porque vou ficar sem postar essa semana, vlw flw seus gato

Capítulo 3 - Meu novo e peculiar lar


Fanfic / Fanfiction Filha do Coringa. Nascida da loucura - Capítulo 3 - Meu novo e peculiar lar

Acordei e estava em outro quarto, ele era todo pintado de preto e com móveis (aparentemente) caros e também em preto. No mesmo instante comecei a estapear a porta e a chuta-la, fiz isso por uns 2 minutos, quando senti a porta abrir. Vi a mesma mulher que colocou o pano, me deixando inconsciente! Comecei a jogar tudo o que eu via pela frente: vasos, lâmpadas e ela desviava com facilidade. Quando resolvi jogar  vasinho ela segurou minha mão e chutou a porta.

-PARE LUCY QUINZELL! SOU SUA MÃE!.

De repente meu mundo caiu, fiquei sem reação, apenas disse gaguejando:

- É men-mentira.

Ela soltou uma gargalhada e disse

-Nunca pensou porque tem os cabelos verdes e a pele branca? Eu vi você atacando aquela menina.

- Então você é a sombra?!-  Eu disse surpresa.

-ixe, que demorou.- ela soltou uma gargalhada.- Olha você é minha filha e eu a amo, sempre a cuidei de longe.

Pronto, era isso que me faltava, ser filha da maior vilã que já pisou nesse lugar

- Espera, se você é minha mãe... O Coringa é meu pai?!

Ela balançou a cabeça e apenas disse para eu ir até o escritório dele.Fiz isso é aproveitei para investigar meu novo lar.

Percebi que era bem luxuosa e que havia diversos capangas do Coringa, chegando no seu escritório apenas entrei e vi aquele quem eu deveria chamar de pai.

-Entre Lucy.- ele disse frio, sem tirar os olhos do tablet.

Entrei e não pude deixar de sentir medo eu vi pela primeira vez meu pai.

Ele era branco, como eu e o cabelo do mesmo tom, os olhos eram os meus. Ele era jovem e musculoso. Tinha muitas tatuagens

Olá- tentei falar o mais frio que eu consegui, porém pude perceber um quê de medo em minha voz.

Ele caminhou até mim e ficou me analisando, de cima para baixo, pude perceber de detalhe suas tatuagens. Bem maníacas aliás.

- Você... Você, Lucy Quinzell. É bem bonita. Parece comigo.






Notas Finais


Bjss seus delicia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...