História Filhas de Deuses - Capítulo 33


Postado
Categorias Black Wolves Saga, Diabolik Lovers, Mitologia Grega, Seraph of the End (Owari no Seraph)
Personagens Aiko Aihara, Akane Hyakuya, Ako Hyakuya, Aoi Sanguu, Ashuuramaru (Asura Tepes), Auger Von Garibaldi, Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Carla Tsukinami, Chess Belle, Chihirou Hyakuya, Christa, Cordelia, Crowley Eusford, Esther, Ferid Bathory, Fumie Hyakuya, Guren Ichinose, Horn Skuld, Kanato Sakamaki, Kiseki-Ō, Kota Hyakuya, Kou Mukami, Krul Tepes, Kureto Hiiragi, Kusunoki, Lacus Welt, Laito Sakamaki, Lest Karr, Lucal Wesker, Mahiru Hiiragi, Makoto Narumi, Mejojo Von Garibaldi, Mel Stefano, Mikaela Hyakuya, Mirai Kimizuki, Mito Juujou, Mitsuba Sangu, Nagai, Norito Goshi, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, René Simm, Richter, Rika Inoue, Ruki Mukami, Satoshi Yamanaka, Sayuri Hanayori, Seishirou Hiiragi, Shigure Yukimi, Shihou Kimizuki, Shin Tsukinami, Shinoa Hiiragi, Shinya Hiiragi, Shu Sakamaki, Shuusaku Iwasaki, Subaru Sakamaki, Taichi Hyakuya, Tarou Kagiyama, Tenri Hiiragi, Tomoe Saotome, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yayoi Endou, Yoichi Saotome, Yuma Mukami, Yuuichirou Hyakuya, Yuuji, Zane Lindau
Exibições 45
Palavras 1.037
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 33 - Brinquedo de Tortura


Fanfic / Fanfiction Filhas de Deuses - Capítulo 33 - Brinquedo de Tortura

( VISÃO LUNE )


Que droga! Eu não estou conseguindo me controlar! A escuridão era a única coisa que eu conseguia ver. Mais nada. Meus membros não estavam obedecendo os meus comandos. Eram como se correntes estivessem me prendendo em um único lugar. Apenas podia ouvir o que se passava.

Era uma luta.

Socorro! Eu preciso sair daqui!

Tentava ao máximo me mexer, soltar de algo ou falar. Mas tudo em vão.

Lágrimas falsas escorriam de meus olhos. 

Isso não vai ficar assim...

( VISÃO AYATO )

Ayato: Da onde surgiram esses lobos?!

Lovi: Pessoal! Precisamos recuar!

Nozomi: O que?! Está doida?! Deixar a Lune para trás?!

Subaru: Vocês acham mesmo que vamos conseguir dar conta disso tudo?! Subaru desviou de um lobo e apontou para todas as dificuldades que se encontravam ali.

Ayato: Pela primeira vez eu concordo com a Lovi! Precisamos recuar!

Jisoo: E como fica  a Lune?!

Ayato: ESQUEÇAM A LUNE!!! Corri até a porta da Mansão saindo da mesma acompanhado com os outros.

Shiro: E lá se foi a nossa casa...

Nós corremos muito sem olhar para trás. As minhas roupas estavam rasgadas, cheias de sangue. Sangue escorria pelo chão fazendo uma enorme poça. Pude ver no rosto de todos que eles estavam assustados com o que estava se passando ali.

A minha "amiga" teve seu corpo possuído pelo demônio!!

Corremos e corremos e acabamos por parar no que parecia ser uma casa dentro da floresta. Não era um ótimo lugar para ficar mas estamos aqui somente de passagem.

Shiro: Pessoal...Eu...Cansei... Comentou Shiro caindo de joelhos no chão. Os outros ignoraram assim como eu. Subaru foi até Shiro a ajudando e eu me sentei em um banco que ali havia.

Ayato: Afinal...De quem é essa casa?

Lovi: Tá ai uma coisa que eu não sei.

Jisoo: Parece ser uma casa abandonada.

Reiji: Uma casa abandonada é normal ter coisas aqui dentro?

Todos menos Reiji: Sim?

Shiro: Pessoal! Precisamos nos concentrar no que é importante!

Lovi: A Lune que teve seu corpo roubado, a Klara que ainda ta desaparecida, os lobos e o tio eu acho...Algum parente de vocês que querem matar os mesmos incluindo a gente!

Jisoo: Afinal. Pra que eles querem matar vocês?!

Subaru: Para pegar o trono só para eles...

Kanato: Que horror. Não é, Teddy? Kanato perguntou para o seu urso em seus braços. Lovi foi até ele dando um tapa bem forte em seu rosto. Como se atreve?!

Lovi: COMO SE ATREVE A AJUDAR A ROUBAREM O CORPO DA MINHA AMIGA?!

Kanato: EU NÃO AJUDEI!!

Lovi: NÃO?! CORDÉLIA DISSE QUE LUNE BEBEU UMAS TAIS CINZAS DELA. E DISSE QUE VOCÊ QUE A AJUDOU!!

Kanato: Eu já disse que NÃO ajudei!!

???: DÁ PARA CALAREM A BOCA, OU TA DIFÍCIL?!

Nós todos olhamos para trás onde se encontravam os Tsukinamis, Mukamis e A Aiko em pé na porta.

Lovi: Shin? O que faz aqui?

Shin: Eu é que pergunto! O que fazem aqui?

Shiro: Vocês construiram essa casa?

Shin: Sim! Para em casos de emergência vimos pra cá.

Nozomi: Que casinha mais brega essa ein. Bem que podia ter umas paredes vermelhas para variar.

Shu: A gente em perigo e essa guria vem falar de cores de paredes. Muito produtivo esse assunto agora.

Nozomi: Hunf! Ela se ajeitou no banco em que estava perto de Laito.

Carla: Vocês também?

Nozomi: Também oque?

Aiko: Foram atacados.

Ayato: Como pode ver...Sim. 

Carla: Sur! 

Reiji: Fomos atacados por lobos de uma áura desconhecida. E também por Cordélia.

Aiko: A mãe de vocês?

Ayato: Queria saber como todo mundo sabe quem é a Cordélia.

Shin: Eu contei. Algum problema?

Ruki: Vamos focar novamente no assunto?

Ruki se colocou no meio de mim e Shin para não haver discussões.

Mesmo eu odiando os Mukamis e Tsukinamis eu vou ter que aturá-los aqui.

Que droga foi acontecer?!

( VISÃO KLARA )

( SONHO ON ** )

???: Eiii! Cadê você menino?! A garota de longos cabelos ruivos procurava um garoto. Em sua mão tinha uma cesta cheia de cerejas.

???: Estou aqui... Uma voz calma falou. A garota se virou para o lado e viu o tão inocente garoto com orelhas de coelho. Ele estava sentado na sombra de uma árvore.

A garota foi até ele correndo.

???: Finalmente te encontrei! Ela colocou a cesta no chão e se agachou para dar um abraço no garoto que logo retribuiu.

???: Olá Klara!

"Klara"?!

Klara: Pensei que já havia ido embora. Ela fez cara de choro.

???: Eu vou ter que ir embora...Mas depois eu faço isso.

Klara: Isso! Fica mais um pouco! Eu tenho umas coisas para te mostrar!

A garota pegou a cesta de cerejas e as colocou na frente do menino coelho.

???: O que é isso?

Klara: Você não sabe?

???: Eu moro em um lugar bem distante daqui. 

Klara: Oh! Entendo! Bem... Ela pegou uma cereja sorrindo. Abra a boca! 

O menino fez como ela pediu fechando seus olhos também. A garota depositou a cereja em sua boca.

Klara: O que achou?

???: Que delícia!

Klara: Hihi! Isso se chama cerejas.

???: Eu gostei desse troço pequeno!

Klara: Vamos comer juntos! A ruiva colocou a cesta entre os dois e eles começaram a comer.

( SONHO OFF** )

Eu abri meus olhos lentamente.

Klara: Zara... 

Não estava percebendo mas tinha mais alguém no meu quarto. 

Rath: "Zara"? Estava sonhando com ele? Eu tomei um susto vendo Rath sentado na beirada da minha cama.

Klara: R-Rath? O que está fazendo aqui?!

Rath: A minha pergunta primeiro!

Klara: É...não. Não era isso.

Rath: Tsc! 

Klara: Você ainda não respondeu a minha pergunta!

Rath: Eu vim aqui ver como você estava.

Klara: Bata na porta por favor!

Rath: Você é linda até dormindo sabia?

Klara: ... Eu corei e me cobri com o cobertor.

( VISÃO AKEMI )


Meu corpo estava dolorido e as feridas estavam ardendo muito. Quando isso vai acabar?!

Eu estava caída no chão. Não conseguia mover meu corpo.

A cada segundo que eu respirava eu sentia o meu corpo doer mais.

Akemi: So...Socorro...

Auger: Já acordou, meu brinquedinho? Ouvi a voz de Auger atrás de mim.

Majojo: Parece que sim. E pronta para nos dar informações.

Akemi: Tudo o que eu quero...é voltar. Auger tampou a minha boca.

Auger: Não fale bobagens humana.

Majojo: Auger, que tal deixarmos uma marca nela?

Auger: "Marca"? Gostei da ideia. Ele sorriu sádico.

Auger me puxou para o seu colo a força e tirou os meus fios de cabelos de de trás do meu pescoço.

Auger: Que tal aqui?

Majojo: Vá em frente. Senti presas adentrarem o meu pescoço e logo após uma dor horrível. Auger tinha arrancado de uma vez um pedaço de minha carne me fazendo gritar bem alto. Eu chorei. 

Majojo veio até nós. 

Majojo: Agora sou eu. 




CONTINUA...









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...