História Fill me in love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Demi Lovato, Ian Somerhalder, Justin Bieber
Personagens Ariana Grande, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber
Tags Ariana Grande, Jariana, Justin Bieber, Romance, Sexo
Exibições 111
Palavras 1.681
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


hi 💗
esse capítulo tá bem legal, não queria dar spoiler mas..
é o começo de jariana minha gente heuehueh.
Boa leitura. 📚

Capítulo 5 - Challenge or challenge


Fanfic / Fanfiction Fill me in love - Capítulo 5 - Challenge or challenge

  -Eu senti sua falta sua doida! -ela disse pulando em cima de mim.    

-Ai eu também amiga, que bom que você veio, eu estava me sentindo tão sozinha. -disse tirando a expressão alegre do meu rosto.    

-Sério? Por que mana? Nossa aqui do lado mora uns gatinhos, nunca falou com eles né? Você continua a mesma garota tímida que não tem coragem pra chegar nos boys né amiga? Mas eu cheguei pra mudar isso. Viu, eu disse que ela era faladeira.    

-Eu tô sem tempo pra pensar em garotos Demi, estou estudando muito, mais do que o normal.    

-Larga de ser sem graça, não custa nada tirar um tempinho pra conhecer gente nova.    

-Ah para com esse papo, preciso te contar o que aconteceu comigo a alguns dias. -disse empolgada, precisava contar que conheci o Justin Bieber e o mesmo bateu no meu carro, ela ia ficar louca!    

-FOFOCA? Conta, adoro! É sobre a garota do apartamento 13 né? Eu sempre soube que ela saia com o marido da Karoline, sabiaaa.    

-Ta maluca garota? Não é nada disso!    

-Ah, tá..-ela disse desanimada pela teoria dela não ter sido real.    

-Estava eu, linda e bela dirigindo pelas lindas avenidas de LA..    

-Aham. -Demi riu sarcástica.    

-Quieta! Eu estava dirigindo quando de repente me deparei com um carro preto vindo em minha direção, meu coração saiu pela boca, nossos carros se colidiram e a frente dos nossos carros foram esmagadas, e adivinha quem estava dirigindo o maldito veículo?    

-Quem? Quem? -Demi disse extremamente curiosa.    

-Justin Bieber!    

-OQUE? COMO ASSIM? Tá brincando né?    

-Claro que não. Ele até me deu um segurança particular enquanto meu carro estava no conserto.    

-Meu Deus Ari, como você é sortuda! E ele é como? Tem cheiro de que? Você tocou nele?    

-Sim. A mão dele é macia como algodão. Ele tem cheiro de avelã com chiclete. -ri    

-Falando em avelã, chiclete.. Não em comida nessa casa não? -Ela disse levantando da cama e indo em direção a cozinha. A segui pra responder a sua pergunta.    

-Não amiga, fiquei de ir ao supermercado fazer compras mas fiquei sem tempo.    

-Ah esquece isso, porque que hoje nós vamos nos divertir!    

- Como assim? Do que você tá falando? -disse curiosa.    

-Consegui dois ingressos pra uma festa DE LUXO, tudo grátis miga, open bar, só gente bonita e as vezes até famosos, o cara que me deu as entradas disse que semana passada a Kylie Jenner e o Tyga estavam lá.    

-Tá, mas...    -Mas nada! -disse me interrompendo.    

-Você lindinha, vai se divertir! -    

-Ta, tudo bem. E quando é essa festa? -disse fazendo cara de desinteresse.    

-Hoje a noite.    

- OQUE? Hoje a noite? Mas eu não tenho roupa pra ir pra uma festa dessas. -bufei    

-Não tem problema, a gente dá um jeito. -Demi disse apertando minha bochecha e me fazendo rir...     

Eram exatas 22:50, Demi entrou no meu quarto.     

-Por que não está se arrumando? A festa começa 23:30 vamos chegar muito tarde..      

-Ah sim, eu havia me esquecido.             -Ainda bem que eu me arrumei mais cedo, vou poder te ajudar a escolher um look. 

Depois de uma pilha de roupas serem formadas, finalmente achei uma roupa adequada a ocasião. Eu estava com um vestido de cetim num tom de rosa pastel, o tecido era brilhante e chamativo, estava usando um casaco de pele que a Demi me emprestou, salto agulha, cabelo preso num coque despojado, batom nude e olhos marcantes. Modéstia a parte, eu estava linda! E a Demi é claro, estava deslumbrante, com seu vestido preto ajustado ao corpo valorizando suas curvas, um salto alto, e uma maquiagem de diva, a bicha sabe se produzir!    

-Vamos Ari, estamos atrasadas.    

-Já tô indo! -disse fechando a porta do quarto e indo de encontro a ela. O táxi estava nos esperando. Depois de uns 30 minutos estávamos em uma das boates mais badaladas de Los Angeles.    -Aqui é demais! -eu disse demonstrando minha animação.    

-É, eu sei! Vamos entrar. -ela disse me puxando pra entrada da boate. Demos nossas entradas para os seguranças, logo ele nos deu uma pulseirinha vip, com a acesso a todas as áreas e mordomias do local.    

-Demi, como você conseguiu isso? -disse elevando o tom de voz devido a música muito alta.    

-Segredinho...    

-Você deu pro dono da boate? -gargalhei.    

-Claro que não engraçadinha. Agora para de papo, vamos.

 Finalmente estávamos na festa, era tudo muito chamativo, as luzes eram de néon, havia mulheres dançando sensualmente no palco. E puta merda! Só tinha gente bonita naquele lugar.    

-Aquele é o 50cent? -demi disse eufórica.    

-É, eu acho que é ele sim. -ri 

Demi soltou minha mão e foi andando na direção dele, me deixando sozinha. Eu já esperava.    

Um garçom venho na minha direção e me ofereceu um drink. Eu mal sabia o que estava bebendo, mas seria deselegante recusar.   

 Fiquei ali parada por um tempo, observando o que acontecia ao meu redor, até que um grupo de pessoas, umas cinco mais ou menos, vieram na minha direção.    

-Ei garota. -uma menina disse apontando pra mim    

-Eu?    -É. Você. Qual seu nome?    

-Ariana.    

-Ariana, eu sou a Miley, esses são Kyle, Evan, Sasha e Bianca. -disse apontando pras pessoas atrás dela.    

-Seguinte, meu amigo aqui gostou de você. -apontou pra um garoto alto, cabelo bagunçado, cara de bêbado mas até bonitinho.    

-Hum. -eu realmente não sabia o que dizer, afinal, um garoto daquela idade precisou de uma amiga pra falar por ele? Isso é escroto, pensei.    

-Tá sozinha? Vem, fica com a gente.    

-Eu vim com a minha amiga ma... Fui interrompida pela Miley que me puxou pelo braço me levando até o camarote, havia mais amigos dela sentados em uma mesa enorme, com muita bebida.    

-Iae Miy, quem é essa gata? -um garoto disse vindo em minha direção.    

-Me chamo Ariana.    

-Prazer, Robert. -ele disse me dando dois beijos no rosto.    

-Gente tá na hora do nosso joguinho. -disse miley    

-Que jogo? -respondi curiosa, fazendo o resto do grupo gargalhar.    

-Seguinte Ariana, a gente não custuma fazer isso, mas podemos incluir você nisso.    

-Nisso o que gente?    

-O jogo é simples, todos nós faremos desafios pra alguém do grupo, se a pessoa cumprir, ela ganha 300 doláres. Se não cumprir a consequência ficará a nosso critério.    

-Então é tipo um verdade ou desafio sem a verdade? -ri    

-Isso.    

-Vamos lá galera.

 Uma garrafa foi colocada no centro da mesa, em volta dela, havia doses de tequiIa.    

-Quem vai ser o primeiro a girar a garrafa? -perguntou kyle.    

-Eu. -disse Robert, que cuidadosamente girou a garrafa, eu estava com medo que ela parasse em mim, queria ver alguém jogando antes de chegar a minha vez. Depois de uns segundos a garrafa foi perdendo seu movimento, e parou apontada pra Sasha, uma garota baixinha, loira e peituda.    

-Ah olha oque temos aqui. Acho que vou poder me vingar pela semana passada. -robert disse perverso.    

-Só manda. -sasha respondeu determinada.    

-Tá vendo aquele cara ali? -apontando pra um senhor que estava limpando o balcão do bar.    

-Sim, o que que tem?    

-Vai lá, leve ele pro banheiro e faça sexo oral nele.    

-Hahaha moleza! 

Meu coração disparou, naquele momento eu percebi que eu ainda era muito inocente pra minha idade, estava imaginando desafios do tipo: "Vai naquele cara e pede pra tirar uma foto com ele." Eu estava temendo o que me aguardava.   

-Vamos gente. -Miley disse seguindo Sasha com o celular na mão. Além de tudo eles ainda vão filmar? Essa gente é louca. -pensei. 

Sasha caminhou em direção a aquele homem, e depois de alguns minutos conversando, ela pegou sua mão conduzindo ele até o banheiro. Seguimos ela lentamente, e pela brecha da porta pudemos ver ela abaixando as calças daquele homem com uma aparência tão estranha, engolindo o pênis dele sem ao menos conhecê-lo. E ele gemia de prazer, eu estava morrendo de nojo.    

-Prontinho, cadê meus 300 dólares?    

-Calminha, vamos terminar o jogo primeiro, depois terá sua recompensa. -disse miley.    

-Gente eu preciso ir. -disse me afastando do grupo.    

-Que isso Ari? Vai amarelar?.    

-Não Kyle, não é isso, eu só... tenho que procurar minha amiga. Sai de lá assustada com tudo aquilo, aquela garota chupou o pau de um velho por 300 dólares, foi ridículo. Mas no momento eu estava mais preocupada em achar a Demi, onde aquela menina foi parar?     

-Amiga! Onde você estava? -demi apareceu com um cara alto, barbudo e bem gato.    

-Ah, eu estava conhecendo gente nova. -ri    

-Vem, agora é hora da gente se divertir juntas. -disse pegando meu braço e me puxando até a pista de dança. E ficamos lá sensualizando ao som de Drunk in love da Beyoncé, aquele momento salvou a noite. 

   Alguns minutos depois fui até o banheiro, pois precisava retocar a maquiagem, porém antes mesmo que pudesse andar em direção ao mesmo, fui agarrada, uma mão desconhecida tampou minha boca, fui arrastada até uma sala e jogada em um sofá velho e sujo. Quando finalmente pude ver o que estava acontecendo. Miley, Sasha, Robert, Kyle e seus outros amiguinhos pervertidos me trancaram naquela sala, eu não entendia o que estava acontecendo.    

-Anda Robert, tira a roupa dela logo. 

 -É Robert, se não irá perder seus 300 doláres. -miley disse segurando o celular em direção a mim e o Robert, que estava me prendendo contra o sofá.        -Oque? Não! Vocês não podem fazer isso comigo. -gritei 

 -Anda Robert, antes que alguém venha. 

Foi o momento mais desesperador da minha vida, eu tentava gritar mas não conseguia porque uma mão suada me empedia, aquele monstro foi tirando meu vestido e quanto mais nua eu ficava, mais meu medo aumentava... Quando ele ia tirar minha calcinha fomos surpreendidos por alguém que arrombou a porta. Foi tudo tão rápido que eu não pude ver claramente.

 Aquele homem tirou o Robert de cima de mim e lhe encheu de socos fazendo ele desmaiar. De repente todos eles sairam correndo. E o homem que me salvou, passou carinhosamente a mão no meu rosto, me vestiu e disse: 

 -Você está bem? 


 -Sim, graças a você, Justin...   

      

                     Continua...                       



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...