História Fill me in love - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Demi Lovato, Justin Bieber
Personagens Ariana Grande, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber
Tags Ariana Grande, Jariana, Justin Bieber, Romance, Sexo
Exibições 87
Palavras 1.170
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


esse capítulo tá que tá hein. 💗
ahsusj boa leitura babies.

Capítulo 6 - I'll be your life line tonight


Fanfic / Fanfiction Fill me in love - Capítulo 6 - I'll be your life line tonight

                      (Justin on)

   -Eu te observei a noite toda, senti um mal pressentimento quando te vi com aquela gente. -eu disse olhando profundamente em seus olhos.

Cara, qual é, eu sou o Justin Bieber, estava naquela balada curtindo com os amigos como de custume, mas quando vi aquela garota de novo, pude lembrar do cheiro dela, do toque, da voz e daquele olhar... E algo em mim me disse pra cuidar dela. Eu não imaginava encontrá-la novamente, talvez o destino quis me presentar... Quando vi aquele cara em cima dela o ódio me consumiu, como alguém pode querer fazer mal a uma garota tão frágil e doce? Ela estava em choque, eu precisava tirar ela dali.

   -Você quer vir comigo?

   -E-eu estou com uma amiga. -ela disse com a voz trémula.

   -Não tem problema, eu aviso ela, vem comigo por favor. -supliquei.

   -Está bem..

  -Ah eu já ia me esquecer de novo, qual é o seu nome?

   -Me chamo Ariana..

 -Eu vou cuidar de você hoje, Ariana. -disse pegando a mão dela e levando-a até a saída da boate, antes pedi que meu segurança avisa-se a amiga dela que ela estaria comigo.

Rapidamente uma multidão de paparazzis se posicionaram e os flashes infinitos começaram a nos cercar. Ela estava assustada e tampou seu rosto com um dos braços. Essa é minha vida, não posso andar com uma garota sem ser assediado por um monte de gente louca.

   Demorou uns 30 minutos para chegarmos na minha humilde residência, durante todo o trajeto a Ariana ficou calada, com a cabeça encostada no vidro, devia estar se lembrando do momento horrível pelo qual passou.

 -Chegamos. -disse o meu motorista.

   -Ariana, vamos. -peguei sua mão pra ajudá-la a descer do carro.

   -Nossa, que casa enorme. -ela disse observando cada detalhe da mansão.

  -Justin..

  -Fala.

  -Por que me trouxe pra cá?

 -Está muito tarde pra você ir sozinha pra casa. -menti, na verdade eu queria conhecer ela melhor.

    -Obrigada.

  -Quer tomar um banho? Comer alguma coisa? Fique a vontade.

  -Um banho seria ótimo.

Fui até a despensa e peguei toalhas brancas limpas, enchi a banheira e coloquei sais de banho lá.

   -Pode ir tomar seu banho.

Ela levantou indo em direção ao banheiro.

   -A porta está quebrada?

Puta merda! Tinha esquecido de mandar consertarem essa porta, quebrei hoje de manhã e não me pergunte como.

  -Ah eu esqueci disso, mas não se preocupe, eu vou pro quarto. Fique a vontade.

  -Okay.

Dei as costas e iria subir pro meu quarto mas meu instinto fez eu me virar e pude observar Ariana tirando seu vestido, jogando no chão da maneira mas sexy possível, sua bunda era linda, suas pernas então.. Eu estava excitado e decidi parar por ali, não consigo me controlar nessas situações.

   Deitei na cama e fiquei imaginado o que eu deveria fazer quando ela terminar seu banho, querendo ou não ela me deixava nervoso.

   -Oi. -ela disse sorrindo de lado.

Caralho mano, ela tava enrolada na toalha.

   -Iae, foi um banho decente? -ri

   -Sim, muito decente. -riu

   -Mas suponho que eu não vou ficar de toalha o resto da madrugada né.

   -Claro, desculpa. Vou arrumar algo pra você.

Fui até o meu closet e peguei uma camiseta larga xadrez, que nela ia ficar como um vestido, e um pacote de cuecas box da Calvin Klein que estavam novas então acho que ela não se importaria em usar.

  -Olha só, cuecas. -ela disse pegando as coisas da minha mão.

  -Vou lá me trocar.

  -Tudo bem, te espero lá na cozinha, você deve estar com fome.

  -Acertou.

   Depois de alguns minutos ela desceu as escadas, com a roupa que eu a emprestei, impressionante como ela fica linda sem muita produção.

   -Vem, senta aqui.

   -Oi?

   -Senta aqui na cadeira. -eu disse consertando a frase que saiu meio estranha.

   -Gosta de pizza? - perguntei

   -Quem não gosta de pizza?

   -Bom, eu não sei.. -ri

Me levantei e pra surpresa dela, tirei uma pizza fresca do forno.

   -Ah qual é, vai me dizer que você cozinha?

   -Sim, por que não? Acha que só por que eu sou famoso eu não cozinho? Você é famosofóbica. -ri

   -O que? -ela gargalhou.

   -Tá, não foi eu que fiz, mas eu sei fazer chocolate quente.

   -Ta bom Sr chocolate quente, desculpe duvidar das suas habilidades culinárias.

Rimos muito, ri mais ainda da forma que ela come, ela não é como a maioria das garotas que tentam comer de forma exageradamente certa pra fazer bonito na minha frente. Ela me tratava como uma pessoa normal, e eu adorava isso.

   -Me fala sobre você.

   -Sobre mim? Minha vida não é muito interessante. -disse desanimada.

   -Mas você é. -plantei um silêncio eterno.

   -Bom, tenho 17 anos, perdi meus pais aos 10, cresci sozinha. Hoje moro em um pequeno apartamento, estudo e trabalho mais que qualquer coisa e a coisa mais interessante que já me aconteceu foi ter te conhecido, príncipe do pop. -riu

   -Me desculpa, eu não sabia que seus pais...

   -Tudo bem. Eu meio que tô superando isso.

   -Mas e você? Me fala sobre você.

   -Serio? Tem alguma coisa que você não saiba sobre mim?

   -Muitas. -respondeu.

   -Eu sei que você é uma pessoa pública e tal, mas acredito que tem muita coisa escondia ai dentro. -disse apontando pro meu coração.

   -É, tem sim. Pra falar a verdade minha vida nunca foi um mar de rosas, sou feliz por ter alcançado meus objetivos, mas as vezes cansa sabe..

   -O que cansa?

   -Viver buscando aprovação das pessoas, nem todo mundo gosta de mim Ari, eu sou muito odiado e isso de alguma forma me incomoda. Eu só queria provar pras pessoas que eu não sou a porra do monstro que a midia me transformou. -não pude segurar as lágrimas...

   -Eu acredito em você, sei que é uma boa pessoa. -ela disse passando a mão no meu rosto e secando minhas lágrimas.

  -Você buscando aprovação dos outros, eu tentando orgulhar meus pais... Parece que temos algo em comum.

-Somos duas pessoas inconformadas com a nossa realidade. -ri

   -Hahaha pois é.

   -Mas talvez, podemos ser a compania um do outro. -disse olhando fundo em seus olhos.

   -Eu adoraria.

A levei até a porta do seu quarto, ops, do quarto em que ela dormiria.

   -É aqui. -apontei pra porta.

   -Boa noite Justin, e obrigada por tudo, sério mesmo.

   -Não precisa agradecer bebê.

Suas bochechas ficaram vermelhas, eu a deixei envergonhada, e pra falar a verdade eu gostei.

   -Boa noite, -disse me afastando.

Ela entrou no quarto e fechou a porta, eu fiquei ali parado, pensando em por que eu não roubei um beijo dela, eu estava sendo burro ou era só medo de errar com ela? Vai ver ela não queria.

Mas algo interrompeu meus pensamentos, Ariana abriu a porta correndo pros meus braços, seus lábios vieram de encontro aos meus, senti sua língua abraçar a minha, seus braços envolveram meu pescoço e minha mão desceu até sua cintura me fazendo aperta-la com força.

   -Achou que eu ia dormir sem antes fazer isso?

   -Que belo agradecimento dona Ariana...

   -Você ainda não viu nada...


Notas Finais


Não seja um leitor anônimo please, se leu a fic comente o que achou, vai ser um grande incentivo pra continuar. szsz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...