História Fim de tarde em Noronha. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 755
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - A decepção vem de quem menos se espera.


Fanfic / Fanfiction Fim de tarde em Noronha. - Capítulo 4 - A decepção vem de quem menos se espera.

Já fazia quase 1 hora e meia que ambos assitiam o filme no conforto do sofá da sala sem ambos dizerem uma palavra.

- Leticia : Vamos quebrar esse silêncio ? Sei que tá interessante o filme, mas tô te achando muito quieto, aconteceu alguma coisa?

- Gustavo : Tava aqui pensando..

Falava enquanto não desgrudava os olhos da TV.

- Leticia : Pensando no quê?

- Gustavo : Hã? - se virou de frente pra namorada voltando as atenções pro filme novamente.

- Leticia : Qual foi? o último beck que você usou ainda tá surtindo efeito, ou quê? Vai , fala, me fala.

- Gustavo : Tô só um pouco preocupado com a situação toda do processo..

- Leticia : Você , preocupado? nunca te vi com medo.. - falou desconfiada

- Gustavo : Todo mundo tem medo, uns mais , outros menos.

- Leticia : Não sei porque , mas tô achando que não é só isso.

- Gustavo : Você confia em mim, Leticia ?

- Leticia : Que raio de pergunta é essa?

- Gustavo : Confia ou não confia?

- Leticia : Claro, sempre te apoiei.

- Gustavo : Não tô falando de apoio, tô falando de confiança.

- Leticia : Até onde você quer ir com essa história?

- Gustavo : Lugar nenhum, tô te fazendo apenas uma pergunta.

- Leticia : Agora sou eu quem te faço a mesma pergunta , você confia em mim? não parece, tá esperando eu dizer algo que eu não sei o que é, você sabe?

- Gustavo : Ainda não.

Os dois se vem interrompidos e assustados com o toque do telefone de gustavo que interrompe p diálogo.

<~ Ligação on

- Mauro : Alô, Gustavo ?

- Gustavo : Fala.

- Mauro : Tenho uma bomba fresquinha pra você, meu camarada, já tenho o nome do nosso principal se não maioria suspeito.

O garoto se levanta do sofa apreensivo com a notícia.

- Mauro : É uma tal de Leticia Coelho , conhece?

Pov Gustavo

Senti um misto de surpresa e decepcao , mas tentei não transparecer, não só sabia quem era como estava de frente pra ela, na hora senti tanta raiva que dei uma pausa antes de falar qualquer bobagem.

- Gustavo : A gente se fala mais tarde.

<~ Ligação off

- Leticia : Quem era?

- Gustavo : Era o Mauro.

- Leticia : O que ele queria ?

- Gustavo :Informacaoes , sobre como andam as coisas.

- Letícia : Esse cara não te deixa em paz mesmo, como se não bastasse ter ter ferrado nessa história toda.

- Gustavo : O cara é meu brother, Leticia, tem tanta culpa no cartório quanto eu, quase né.

- Leticia : Se fosse seu " brother" mesmo teria mandado uma força quando a "bomba" caiu pro seu lado nesse lance de compra e venda, pensar que o que mais tem por aí é esse tipo de picaretagem.

- Gustavo : Pois é ne , você tem  razão a gente nunca sabe de verdade quem corre do nosso lado, a decepção vem de quem a gente menos imagina.

Pov Gustavo

Fui sutil e irônico antes da cartada final, fomos dormir, e nesse meio tempo agi como se nada tivesse acontecendo.

+/ -

Pov Gustavo 

Acordei mais cedo que de costume, e não vi a Leticia na cama ao meu lado, presumi que já tinha acordado , e desci as escadas a procura dela.

- Beatriz : Leticia foi um pouco mais cedo, parece que hoje era a entrega de um seminário , enfim.

- Gustavo : Entendi. - fiz cara de desinteressado.

- Beatriz : Ela perguntou se você não poderia buscá-la depois da aula, algo asim.

- Gustavo : Vou dormir mais um pouco ate chegar a hora.

+/ -

Pov Leticia

Andava tranquilamente por entre os corredores  quando tive a sensação de estar sendo observada, parei olhei em volta e não vi ninguém , assutada falei com algumas amigas pra me acompanharem durante todo o intervalo , e durante a saída, e elas assentiram alegando que ficaria tudo bem.

Um tempo mais tarde o sinal tocou e eu e o restante dos alunos fomos andando até a saída, me despedi de todos e fui caminhando sozinha , quando dobrei em uma esquina , começei a sentir que tinha mais de uma pessoa atras de mim, e acelerei os passos, mas fui interrompida por um grupo de rapazes que ficaram na minha frente me impedindo de passar.

 

 

 

 


Notas Finais


nada a dizer kkk
favoritem!
comentem !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...