História Fina, Recatada e Do Lar - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Vhope, Yoomin, Yoongina, Yoonseok
Visualizações 200
Palavras 1.818
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores.
Desculpe a demora ^^

Capítulo 2 - Talvez eu não seja tão hétero assim


Fanfic / Fanfiction Fina, Recatada e Do Lar - Capítulo 2 - Talvez eu não seja tão hétero assim

Fina, Recatada e do Lar

Cap. 02 Talvez eu não seja tão hétero assim.

Escrito Por P. F. Amaro

 

Yoongi só queria enfiar a cabeça dentro do forno e morrer ali mesmo. Não gostava gostando nenhum pouco do vestido azul que estava usando, e muito menos dos chinelinhos cor de rosa que Jin o havia obrigado a calçar. Mas sabe o que era o pior de tudo aquilo? A forma com que seus amigos o olhavam, parecia até que era a primeira vez que viam uma garota na vida.

– Não fiquem me olhando desse jeito, não sou pro bico de vocês. – Yoongi sabia ser brochante.

– Hyung, agora que você é uma garota deveria agir com mais delicadeza. – Jimin falou enquanto se jogava ao seu lado no sofá – Pra começar vamos passar a te chamar de Noona.

Era nessas horas que Yoongi queria socar a cara de alguém.

– Dá pra parar de agirem como se eu fosse ficar assim pra sempre! – a mais nova garota já estava ficando de saco cheio daquilo, e olha que ela nem tinha mais um saco – Eu ainda sou o Yoongi Hyung, ainda sou um homem, por mais que tenha peitos e uma vagina!

É, ele realmente não nasceu pra ser uma garota.

– Eu estava pesquisando na internet e vi que você pode conseguir voltar ao normal – Namjoon apareceu segurando um notebook e andando em direção ao sofá.

Yoongi se animou muito ao ouvir aquela frase, ele mal podia esperar para ser um homem de novo, as poucas horas que passou daquele jeito já haviam sido o suficientes para fazer ele odiar muito.

– Mas você vai ter que esperar até o seu próximo aniversário e fazer outro pedido para a vela. – ok, não era bem isso que ele esperava ouvir. Teria que esperar um ano? Por um ano inteirinho para ser um garoto de novo? Não, não mesmo, tinha que ter outro jeito.

– Eu não vou esperar por um ano.

– E se ao invés do Yoongi fazer o pedido, um de nós fizesse? – por incrível que pareça, essa ideia saiu do Taehyung – O próximo a fazer aniversário faz um pedido pro Yoongi Hyung voltar a ser homem.

Parecia ser uma boa ideia, a melhor que eles tiveram até agora. Yoongi até se animou por alguns segundos com essa possibilidade, até lembrar de um detalhe:

– Mas o próximo a fazer aniversário é o Jungkook, e o aniversário dele é só em setembro. – ele estava quase chorando no meio daquilo tudo – Não quero passar seis meses da minha vida assim.

– Seis meses é melhor do que um ano. – sinto muito Namjoon, mas isso não vai fazer Yoongi aceitar sua situação.

 

[...]

 

E a faculdade? Ele não podia simplesmente passar seis meses trancado em casa criando expectativas de que os professores nem iam notar sua falta. Min Yoongi estava cursando o terceiro ano em Engenharia Básica e tudo o que mais queria em sua vida era terminar a faculdade e seguir com tudo em paz, ter um bom emprego e futuramente, quem sabe, uma família com dois ou três filhos.

Definitivamente se tornar uma garota não estava em seus planos.

– Não se preocupe, Noona, tudo vai ficar bem e você vai voltar ao normal. – Jimin estava tentando consolá-lo, mas estava ficando difícil, já que Yoongi já tinha se entregado ao desespero e estava agarrado numa almofada e jogado no sofá.

– Pare de me chamar de Noona, não me trate como uma garota. – a voz de Yoongi estava pesada, dava para perceber o quanto ele estava se segurando para não começar a chorar descontroladamente.

Jimin odiava ver seu amigo assim, por mais que adorasse perturba-lo, aquilo era demais, Yoongi estava passando pelo possível momento mais complicado de sua vida. Isto é, quem não entraria em desespero se da noite para o dia trocasse de sexo contra sua própria vontade?

– Levanta daí, Suga, nós vamos comprar algumas roupas pra você. – Jin subitamente aparecera na sala, estava com uma carteira na mão e segurava um casaco rosa na outra – Ponha o casaco e vamos logo!

A pequena “menina” apenas levantou a cabeça e logo em seguida a enfiou de novo na almofada, não estava nenhum pouco a fim de ir sair para comprar roupas, e muito menos de vestir aquele casaco extremamente gay e chamativo. Por que Jin só lhe arrumava roupas cor de rosa? Não tinha outra cor não?

– Você não pode me obrigar.

 

Ele não pode o obrigar? Pobre iludido.

Com a ajuda de Jimin e Jungkook eles enfiaram Suga dentro daquele casaco e os arrastaram até fora de casa. Jimin acabou indo junto para o Shopping, já que Jin não garantia que fosse conseguir arrastar Suga caso ele se negasse a andar e se jogasse no chão. Ou quem sabe só desistisse da vida e se jogasse debaixo de um caminhão.

E lá estava ele, mesmo contra sua vontade, passeando em um shopping enquanto Jin escolhia centenas de roupas da forma mais gay e animada possível para um ser humano. Não estava nada feliz, e se sentia pior ainda por ver seus amigos se divertindo enquanto o obrigavam a vestir várias roupas diferentes. Jin era estudante de moda, e graças isso sabia escolher as melhores roupas para Yoongi.

Pelo menos ele seria uma garota bem arrumada.

– O Hyung fica muito bonito de vestido branco, parece um anjinho. – Jimin não estava debochando quando falou aquilo, mas isso não deixou de irritar Suga, que só queria ir para casa e dormir até setembro.

Era pedir demais?

– Podemos ir pra casa, por favor? – aquilo não era um pedido, ele estava implorando mesmo.

– Tudo bem, já compramos roupas demais por hoje.

Yoongi trocou de roupas novamente e os três pegaram o rumo da saída do Shopping.

Ele queria muito chegar em casa logo, não estava gostando nada da forma com que as pessoas o olhavam, principalmente os homens. Era assim que as mulheres se sentiam o tempo todo? Ou ele só precisava se acostumar? Era estranho ter um cara olhando pra sua bunda, e era mais estranho ainda quando as garotas lhe entortavam o nariz sempre que olhavam pro Jimin e depois pra ele. Será que isso tudo era inveja? Bem, isso era algo que talvez um dia ele fosse descobrir.

E esse dia chegaria logo, já que uma garota, muito bonita por sinal, estava vindo na direção deles três, ela estava sorrindo muito e parecia ser uma daquelas garotas bem cara de pau mesmo. Yoongi não gostou nada quando a mesma parou bem na frente do Jimin.

– Oppa, é muito bom ver você. – ela falou – Estava mesmo querendo te perguntar uma coisa.

Por algum motivo, ainda desconhecido por Suga, ele acabou segurando no braço de Jimin e se abraçando a ele, queria que aquela garota fosse embora o mais rápido possível, não estava gostando nada de ver ela ali, não queria que ela falasse com Jimin.

– Vamos embora logo, Jimin-ah. – Yoongi foi o mais manhoso possível, o que era bem fácil já que ele queria mesmo ir embora logo.

A garota não gostou nada, e até fez cara de poucos amigos.

– Já vamos. – o rapaz nem havia se tocado exatamente do que estava acontecendo. Jin estava rindo – O que você queria me perguntar mesmo?

– Não, nada não.

A garota simplesmente saiu dali o mais rápido que podia, ao longe ainda dava pra ver a raiva que ela exalava de si, e Suga ria por dentro por ter conseguido o que queria. Espera... O que ele queria? Claro, queria ir embora, mas isso não era motivo para estragar o possível esquema do amigo, ou era?

Depois disso Jin só começou a rir alto e quase deixou as sacolas caírem.

– Yoongi fica muito fofo com ciúmes. – depois de alguns segundos rindo Jin conseguiu falar – Fica toda vermelha e ainda faz bico, isso é muito hilário.

Ok.

– Eu não estava com ciúmes. – Suga tentou não se alterar com aquilo – Só queria que ela fosse embora, eu quero ir pra casa.

– Claro, só queria ir pra casa, vou fingir que acredito e você finge que é verdade.

 

[...]

 

Não era ciúme, não era, não era e não era.

Yoongi não parava de pensar naquilo, era um ultraje da parte de Jin dizer algo tão absurdo. Ele não estava com ciúmes de Jimin, não, isso era improvável, impossível e completamente sem lógica. Suga era hétero, muito hétero, gostava de mulheres e fim de papo.

Mas agora ele era mulher, mulheres gostam de homens, então tecnicamente ele ainda continuava sendo hétero caso gostasse de Jimin, certo? Não. Ele não gostava de Jimin, nem sendo mulher e muito menos sendo homem. Suga era hétero, e Jimin também era hétero, e nunca o veria como algo mais que um amigo. Veria?

– Oh Yoongi já está na hora de dormir, amanhã não podemos faltar de novo e vamos tentar dar um jeito pra você não ficar levando faltas. – Jin estava praticamente empurrando Yoongi para fora do sofá, a garota não estava querendo sair e só empurrando daria jeito – Vai logo pro seu quarto.

Ele acabou indo.

Hoseok já estava no quarto, estava sentado na própria cama escorado na parede enquanto mexia em seu celular de forma distraída, só percebeu que Yoongi tinha entrado no quarto quando o mesmo bateu a porta do guarda-roupa.

– Não gostei dessa camisola que o Jin escolheu, é muito feminina pro meu gosto. – ele tinha que reclamar, reclamar era sua especialidade.

– Você é uma garota agora, aceite isso. – Hoseok deu uma pequena risadinha, era engraçado olhar para Yoongi do jeito que ele estava agora, era uma garota muito bonita e baixinha, parecia uma daquelas bonequinhas de porcelana, a pele dele estava ainda mais branca e simplesmente não dava para levar a sério quando ele ficava irritado.

Não medindo 1,60m de altura.

– Isso é apenas uma fase conturbada, se der sorte amanhã vou acordar homem.

Esperança era tudo.

Yoongi segurou a barra do vestido e fez menção de levantá-lo, Hoseok ainda o encarava e havia se incomodado ao perceber o que Yoongi estava prestes a fazer. Só aí que a “garota” se tocou o que estava quase fazendo e parou de tentar subir o vestido.

– Vou me trocar no banheiro.

E ele foi.

Enquanto se trocava no banheiro, Yoongi só conseguia pensar em como estava sendo complicado ser uma garota no meio de tantos homens, não podia se trocar na frente deles, seria constrangedor e não podia mais agir como sempre ágil, pois seria constrangedor para eles em alguns casos. Ele agora era uma garota, e por mais que odiasse pensar nisso, teria que aceitar e agir como uma enquanto fosse mulher.

Estava decidido, tentaria ser uma garota por esses seis meses e faria o possível para manter sua heterossexualidade.

Mas aí ele saiu do quarto e viu que Hoseok estava se trocando para dormir, e isso implicava no fato dele estar só de cueca ainda.

Tá legal, talvez Yoongi não fosse tão hétero quanto pensava. 


Notas Finais


Não vou demorar mais tanto, próxima segunda tem mais <3


Beijinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...